sábado, setembro 11, 2010

Opinião do Pastor Paschoal Piragine Jr - 1ª Igreja Batista de Curitiba

.

Pastor Paschoal Piragine*

Compilação de parte do sermão.

"A Palavra de Deus usa uma expressão, que às vezes a gente lê e não entende muito o sentido dela. A palavra é iniquidade. O que é iniquidade? É quando a gente está tão acostumado ao pecado, que não tem mais vergonha de cometê-lo; e ele passa a ser algo tremendamente natural em nossa vida.

A Bíblia diz que quando a iniquidade chega, o coração do homem estão tão endurecido, que ele não se envergonha mais do pecado, não pode reconhecer que determinada ação é pecado, é tempo de Deus julgar a sua terra, o seu povo, uma nação.

É por causa disso que tenho que falar uma coisa que durante os 30 anos do meu ministério eu nunca fiz. Eu completei 30 anos de ministério no dia 08 de agosto. E nestes 30 anos eu nunca fiz o que disse hoje pela manhã e estou dizendo agora à noite.

nunca precisei dizer isto antes. Eu quero dizer para vocês que nós precisamos tomar muito cuidado com essas eleições que vão acontecer. Porque há uma série de leis que estão tramitando que vão depender do voto do deputado federal, que vão depender do voto do senador que vão ser incorporados pela ação da máquina estadual através da Presidência da República.

Nós vamos estar votando nessas pessoas no próximo mês que vai também tomar força nas Assembleias estaduais nas ações que são feitas através do estado. E nós precisamos de valores cristãos trabalhando nesses contextos. Por causa disso está havendo no Brasil um movimento, que eu faça parte, graças a Deus, de líderes cristãos, de várias denominações evangélicos e católicos que estão trabalhando para impedir que a iniquidade seja institucionalizada na forma de lei.

Por isso alguns pastores têm se posicionado firmemente no rádio e na Televisão com suas Igrejas e também a CNBB - Conferência Nacional de Bispos do Brasil nessa última semana escreveu um documento e publicou e lançou na mão de toda a imprensa se posicionando com relação a este assunto."

Vou pedir que você assista um vídeo de alguns minutos que fala desses problemas: (planejamento de representação política GLTBS, pedofilia, infanticídio indígena, legalização do aborto, etc), de como nós precisamos levar isso a sério, por tudo isso que vai passar no vídeo é iniquidade institucionalizada, e nós precisamos nos posicionar e dizer que não queremos isso em nossa nação, e vamos procurar pessoas que nos representem e dizer que nós queremos votar contra essas coisas, porque caso contrario a iniquidade será oficializada, Deus não terá outra coisa a fazer senão julgar a nossa terra.

Assista o vídeo inteiro aqui: Posicionamento


Pastor Paschoal Piragine Jr, é o líder da Primeira Igreja Batista de Curutiba.




.

9 comentários:

wally disse...

apz do Senhor, amado irmão João.

que bênção que o sr. publicou a fala dele, faltou só a parte após o vídeo, que também acho de crucial importância.

postei o vídeo em meu blog desde sábado, dia 04, e a repercussão tem sido muito alta... de ambos os lados, confira:

http://wallysou.com/2010/09/04/pr-paschoal-piragine-jr-e-as-eleicoes/

inclusive, se o sr. ou algum de seus leitores quiser, estão convidados a comentar lá, seja concordando ou discordando, mas que seja contribuindo com o tema.

vou linkar para cá, falando sobre o texto compilado, mas gostaria, se possível, que o sr. transcrevesse o restante do texto (que é pequeno, por sinal), se achar adequado.

um gde abço e parabéns, porque o sr fez algo diferente de todos que fizeram até então.

Deus abençoe.

Abs, apz.

wally.

jubergara disse...

Grande homem de Deus, profeta dessa geração...ousado homem que não se conforma com esse mundo mas que tenta transforma-lo pela renovação de sua mente!
Estou com Pastor P. Piragine ... Já passamos o video em nossa igreja e nosso pastor tomou posição favoravel! È o povo de Deus fazendo diferença!

Anônimo disse...

Boa noite! È lamentável as colocações deste pastor. Ele refere-se ao PT do presidente Lula, de uma podridão, como o presidente estivesse fundamento exclusivamente na iniquidade. Ele não consegue ser imparcial. Pergunto ao pastor? Porque o Sr. não fala dos brasileiros que sairam da fome e da linha de pobreza. É correto sim falar do que acreditamos e não acreditamos, ou aceitamos ou não!Expressar as nossa idéias, a fé que temos e os nossos princípios, é democratico e salutar. Mas temos que ser coerentes e praticar o minímo de justiça se é que temos. O que acredito que temos que ter, ou esperamos, que se tenha o minímo de coerencia,honestidade e verdade nos pronunciamentos de lideres como este pastor. O que peço é coerencia!Sou evangélica e não sou PT. Este depoimento com certeza não é da Igreja Batista. Mas sim de um pastor desinformado e sem visão nenhuma da pluralidade politica social que vivemos.

Elvis R. disse...

Eu não irei votar. como me mudei de cidade muitas vezes e de estados, não quis mudar meu domicilio eleitoral. Porém, como me arrependo disto agora! Em um momento me peguei a ver o vídeo que me foi mandado via redes na net. E fiquei chocado como podemos ser coniventes com o esfacelamento da família em nosso país. Quero me ater ao comentário seu de que o pr está manipulando suas ovelhas. Só porque ele fala de coisas horríveis, que um referido partido político praticou como espulsar de sua legenda quem não cooptasse com práticas partidárias? Quer dizer, que eu não posso expressar minha opinião num estado democrático de direito? Quer dizer que estamos de volta á ditadura militar? Ou será que queremos importar o modo de governo despótico da venezuela, bolívia, equador?

Sobre manipulção no púlpito, no livro de Reis no cap 22 há 2 reis, um de judá e outro de israel, um anda nos caminhos do Denhor e o outro nos seus próprios caminhos.Leia todo o capítulo mas preste atenção no versículo 8:" Respondeu o rei de Israel a Josafá: Há um ainda, , pelo qual se pode consultar o SENHOR, porém eu o aborreço, porque nunca profetiza de mim o que é bom, mas somente o que é mau. Este é Micaías, filho de Inlá. Disse Josafá: Não fale assim o rei."
Vê como ele está num reino, mas não se conformando com as coisas iníquas do rei? Não deve ser assim nosso posicionamento como cristão no dias de hoje?
Outra coisa: leia também atentamente do versículo 19 ao 23 e verás como tem muito a ver com os dias atuais. muda-se as figuras , os papéis são os mesmos.

Anônimo disse...

Os seus 30 anos de ministério deve ter sido de muito louvor, mas o que esse pastor fala reflete uma opinião muito particular e mentirosa. Acredito que ele está fazendo parte de uma manipulação. Alguém que sobre no púlpito e prega a Bíblia não pode se dar ao luxo de se tornar mentiroso ao falar de política. Lamento muito, mas isso não é atitude cristã. Mentir mostra mau caratismo. Os batistas merecem muito mais que isso ai.

Claudio disse...

Quero dizer que também concordo totalmente com o pastor Pascoal pelo seu corajoso discurso. Seria bom que outras pessoas influentes, como: pastores, padres, líderes comunitários, professores, etc também se levantassem para alertar e conscientizar seus grupos para não votarem em candidatos que estão comprometidos com o Lula, Dilma, Zé Dirceu, José Genuíno e outros guerrilheiros, ateus, invasores de terras produtivas e descompromissados com o futuro do nosso país. Afinal, os cristãos deveriam se unir! A situação é urgente e não há lugar para rótulos denominacionais! Afinal, os católicos e evangélicos são a esmagadora maioria no nosso país e não é justo que uma insignificante minoria queira se levantar para afrontar um povo que quer unicamente viver em paz. Recomendo aos interessados que também entrem no youtube e assistam os três vídeo do padre Paulo Ricardo em seu corajoso sermão. É lamentável que algumas pessoas totalmente desinformadas se levantem para simplesmente criticar sem saber o que estão fazendo

cintia disse...

Parabéns pastor Piragine pela sua coragem!!!!!!
Não nega o seu Deus e seus princípios e não se junta a ateus convíctos para se promover e ganhar votos. Cada vez o admiro mais, verdadeiro PASTOR de almas, realmente comprometido com seu rebanho e com as causas de Deus!!!

Anônimo disse...

O posicionamento do pastor Piragine é partidario! Não há mérito nenhum. Seria interessante e oportuno que o pastor Piragine fizesse um levantamento de todos os politicos que praticam "iniquidades". Com certeza iria se supreender. Creio que assim, estaria prestando um serviço cidadão do reino para com o seu rebanho e os demais rebanhos. Seria muito interessante e gostaria que o pastor Piragine e tantos outros que fazem do altar de Deus um palanque eleitoral e querem fazer do seu rebanho curral eleitoral! Fizessem seus posicionamentos e levassem seus rebanhos a refletir e ter posicões, contra a fome, violência contra crianças e mulheres, moradores de ruas, crianças de rua, orfãos, viúvas, drogaditos e suas famílias e tantos outros sem esperança. Pegar um microfone e fazer uso do poder! Parece muito fácil e confortavel. Acorda povo envangélico! Não deixem ser manipulados por este e outros pastores! Pois sabemos que temos politicos que andam de mãos dadas com a "iniquidade" de todos os partidos" Pastor Piragine! Preste um serviço de cidadão e lider do Reino de Deus de forma coerente, transparente e cristã!

cintia disse...

Amigos,

Muito me entristece ver a falta de compromentimento e a covardia de alguns líderes evangélicos, intitulados pastores e representantes de igrejas tão respeitadas, diante de fatos tão sérios e graves que ameaçam diretamente tudo aquilo que cremos e, até mesmo, o próprio Cristianismo.

Neste momento o povo de Deus deveria se unir, em uma só voz, contra todas essas armadilhas satânicas que estão sendo inseridas estratégicamente em nosso país. Cito como exemplo, o conteúdo deste plano de desenvolvimento dos direitos humanos, apresentado pelo presidente LULA, no apagar das luzes de 2009, que entre outras coisas, quer instituir a legalização do aborto; o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a criminalização de tudo o que for contrário a este comportamento; a liberdade de ação do MST; o laicismo, ou seja, a separação do estado da religião, que, além de proibir a colocação de qualquer símbolo religioso em repartições públicas, proíbe o funcionário público, de, em qualquer circunstância, expressar a sua fé, com a punição de responder a um processo administrativo. Como não bastasse o histórico criminoso de varios representantes polícos nas camaras e senado e integrantes do governo de Lula, como o da candidata a presidência Dilma, que atuou em guerrilhas e foi condenada a prisão por vários crimes cometidos, como: o de assalto a bancos, participação em sequestro, e outros que ainda quer trazer de volta alguns outros condenados por corrupção como Zé Dirceu, José Jenuíno e outros ateus convictos, para fazerem parte de sua equipe de governo.

Como pode, ainda, haver aliança e apoio de um povo, que se diz ser de Deus, a um grupo que defende todas estas questões abomináveis aos olhos do Senhor?

Graças a Deus, alguns líderes corajosos estão se levantando contra tudo isso. E mesmo solitários em sua luta, sofrendo ameaças e uma forte pressão contrária, até mesmo dos “SEUS” que deveriam apoiá-los, continuam honrando o nome do Senhor e lutando pelas verdades de Cristo e do evangelho. Parabenizo o pastor Paschoal da 1ª igreja Batista de Curitiba, pela sua corajosa mensagem, o pastor Malafaia, o padre Paulo Ricardo pelo valoroso sermão e pela igreja católica que já se colocou publicamente contra a militância anticristã deste governo.

Conclamo os evangélicos, como eu, que façamos nossa parte no que se refere a conscientização das pessoas para que neste tempo de mudanças façamos a melhor escolha para nossos governantes, pois as consequências destas ecolhas nos afetarão a todos. Oremos para que os servos de Deus sejam honrados e que o nosso Deus seja o Senhor desta nação.

Um abraço a todos.