sábado, setembro 14, 2019

O irmão do filho pródigo

.
A volta do Filho Pródigo

João Cruzué

Eis o texto que tem por título: A Parábola do Filho Pródigo, quando na verdade seu objetivo  é uma crítica bem formulada contra o pensamento farisaico que desprezava Jesus, porque ele conversava e comia com os publicanos, com os pecadores =- a "gentalha" desprezada da sua época.

"E o seu filho mais velho estava no campo; e quando veio, e chegou perto de casa, ouviu a música e as danças. E, chamando um dos servos, perguntou-lhe que era aquilo. E ele lhe disse: Veio teu irmão; e teu pai matou o bezerro cevado, porque o recebeu são e salvo. Mas ele se indignou, e não queria entrar.

E saindo o pai, instava com ele. Mas, respondendo ele, disse ao pai: Eis que te sirvo há tantos anos, sem nunca transgredir o teu mandamento, e nunca me deste um cabrito para alegrar-me com os meus amigos; vindo, porém, este teu filho, que desperdiçou os teus bens com as meretrizes, mataste-lhe o bezerro cevado.

E o Pai lhe disse: Filho, tu sempre estás comigo, e todas as minhas coisas são tuas; mas era justo alegrarmo-nos e folgarmos, porque este teu irmão estava morto, e reviveu; e tinha-se perdido, e achou-se." (Lucas 15: 25-32).

O texto da Parábola começa com a atitude do filho cobrando sua parte na herança antes da morte do pai, para torrá-la em bebedices com os falsos amigos e meretrizes. Este filho se arrepende depois,  volta, e é recebido com alegria pelo pai, que para expressar seu contentamento mandou chamar todos da casa e deu uma grande festa,  se fosse no dia de hoje, um "churrasco" com música e dança.

O filho mais velho, naquela ocasião, era o contraste em pessoa. Quando soube do regresso do irmão e da festa preparada pelo pai se emburrou,  ao ponto de  recusar-se a entrar para abraçar o irmão. Era um falso apologeta dos bons costumes. Cobrou coerência do pai:  um tratamento duro e exemplar para aquele irmão devasso e dissipador dos bens da família.

Foi usando desta analogia que Jesus criticou o comportamento dos fariseus,  autoridades religiosas do seu tempo, que  passavam muito tempo na Casa de Deus, mas que não O tinham dentro de seus corações. Eram frios, vazios, que não conheciam a verdadeira face de Deus. Uma face de misericórdia, de perdão, que oferecia uma nova oportunidade aos pecadores. O amor como forma de produzir gratidão e garantir o perdão.

O filho mais velho reclamou que em toda sua vida nunca tinha recebido um festa, nem celebrado com os amigos um churrasco de cordeiro. Não recebeu, porque tinha uma imagem muito diferente da pessoa de seu pai. Achava que o pai era austero e mesquinho. Um pai que devia castigar o erro das pessoas.

Ele estava muito enganado.

Preocupado com o trabalho, não tinha mesmo tempo de conversar com seu Pai. Por isso não via que seu "velho" todo dia,  que caminhava até os limites de suas terras para ver se o filho caçula estava voltando. O filho mais velho nunca percebeu isso porque não tinha saudades do irmão Não era generoso nem sabia que tinha um pai generoso, disposto a perdoar, esperançoso da volta do filho.

E no dia que o pródigo voltou, o primogênito  também voltava à tarde do trabalho. Ouviu um barulho de música e o cheiro de boi na brasa. Ao saber do que se tratava, fechou o coração e não quis entrar e festejar.

O filho mais velho é o tipo de crente que trabalha dedicadamente nas Igrejas hoje. Presta um serviço de excelência há muitos anos, mas  por costume e status. Pura formalidade. Em seu coração é um crítico ácido. É perfeito em serviço, mas mesquinho de coração. Quando volta para casa, costuma destilar um rol de críticas sob o que aconteceu no culto.

Está todos os dias dentro da casa do Pai, mas o Espírito Santo não está mais dentro de seu coração. Porque  a boca fala do que há em abundância  no coração. Um coração predominantemente crítico é espelho a ausência do Espírito. E sem o Espírito não há misericórdia, nem perdão nem celebração. E perante os olhos do Senhor a misericórdia prevalece sobre o formalismo farisaico.

O filho primogênito queria ver seu irmão pelas costas. Aliás, se fosse por ele, o irmão somente botaria os pés dentro de casa na condição de jornaleiro.

E com esta crítica sutil na forma de uma parábola, Jesus Cristo mostrou aos fariseus, e mais tarde aos judeus, que o amor de Deus transcende à justiça dos homens. Que para Deus o arrependimento de um pecador é motivo de festa entre os anjos do céu, porque Deus não enviou seu Filho ao mundo para chamar os justos ao arrependimento, mas para anunciar aos pecadores uma nova oportunidade de perdão  e o Ano aceitável do Senhor.




sábado, agosto 24, 2019

Cómo sucederá lo último avivamiento mundial

.
¿El Espíritu Santo reanimara la iglesia 
antes del regreso de Jesús?

Avivamiento mundial

Pastor David Wilkerson

"¿Qué hay por delante de la iglesia de Jesucristo? Esta es una pregunta de gran preocupación para creyentes mundialmente. Mientras eventos catastróficos toman lugar por todo el globo, muchos están preguntándose; “¿El Espíritu Santo reanimara la iglesia antes del regreso de Jesús? ¿El cuerpo de Cristo dejara el mundo con un quejido o con un grito de victoria?”

¿Qué hay por delante de la iglesia de Jesucristo? Esta es una pregunta de gran preocupación para creyentes mundialmente. Mientras eventos catastróficos toman lugar por todo el globo, muchos están preguntándose; “¿El Espíritu Santo reanimara la iglesia antes del regreso de Jesús? ¿El cuerpo de Cristo dejara el mundo con un quejido o con un grito de victoria?”

Jesús profetizo estas mismas cosas. Y sus advertencias eran para desafiar nuestra fe. Mientras la iniquidad abruma e inunda la tierra, él pregunta: “Pero cuando venga el Hijo del hombre, ¿hallará fe en la tierra?” (Lucas 18:8).

Piénsalo: Cristo sabía todo lo que íbamos a enfrentar hoy, desde horrorizantes tiroteos escolares, al alza de homosexualidad militante, a actos terroristas tomando lugar por todo el mundo. En medio de estas cosas, el nos pregunta, ¿Seguirás creyendo, aunque las cosas empeoren? ¿Desmayaras en tu confianza cuando las cosas no sucedan como tú pensaste? O, ¿seguirás confiando en mi?”

Ves, a pesar del aumento en iniquidad y grandes calamidades, Jesús sabia que habría un gran avivamiento en los últimos días. El Espíritu Santo inspiro las profecías de Isaías, y él sabia muy bien acerca de la predicción de un avivamiento mientras el fin se acercaba.
-------------------------------------------------
Isaías dijo que habría un gran despertar mundial
justo antes del regreso de Cristo.

-------------------------------------------------

Esta profecía se encuentra en Isaías 54 y es resumida en estos versos: “Porque te extenderás a la mano derecha y a la mano izquierda; tu descendencia heredará naciones y habitará las ciudades asoladas.” (54:3)

Yo creo con un número de estudios Bíblicos que la profecía de Isaías tiene una doble aplicación. No habla tan solo acerca del Israel natural después de su cautiverio en Babilonia, sino que también acerca del Israel espiritual que estaba por venir: el cuerpo de Jesucristo, la iglesia de la Nueva Jerusalén. Pablo cita de Isaías 54 cuando hace referencia a la “Pero la Jerusalén de arriba, la cual es madre de todos nosotros, es libre,“ (Gálatas 4:26). Pablo vio la profecía de Isaías como dirigida “a los hijos de promesa,” aquellos en Cristo por fe.

Si Isaías dirigió su profecía solo al Israel natural, significaría que sus promesas aun no se han cumplido. En resumen, no se ha cumplido que “Porque te extenderás a la mano derecha y a la mano izquierda; tu descendencia heredará [Gentiles en ingles] naciones” (Isaías 54:3). Sin embargo esa palabra fue claramente cumplida en Cristo, en la cruz y en Pentecostés. Piénsalo: cuando Isaías dirigió este mensaje, algunos 42,000 israelitas habían salido del cautiverio Babilónico. Para el tiempo de Jesús, su número había aumentado solo cerca de tres millones.

Isaías se refiere a su profecía como una promesa departe de Dios, una palabra jurada desde el cielo. Vemos los juramentos del Señor cerca de las montañas y hasta refiriéndose a su pacto con Noe. El dice, en esencia, “Tan seguro como no permitiré otro diluvio sobre la tierra, te digo que habrá un despertar de mi iglesia en los últimos días.”
-----------------------------------------
En estos últimos días, el ojo del Señor no esta fijo sobre
poderes mundiales sino sobre la iglesia de Jesucristo.

-------------------------------------------

Dios no esta enfocado en la economía, el alza en religiones mundiales, o sobre el rugir de los impíos. Según Isaías, las naciones son para Dios “He aquí que las naciones son para él como la gota de agua que cae del cubo,” (Isaías 40:15). Todos están bajo su gobierno y reino soberano.

El sabe todo acerca de las amenazas terroristas, guerras y rumores de guerras. Su Palabra advierte que los impíos rugirán, poderes seculares trataran de proscribir el Cristianismo, y movimientos anticristo en rápido crecimiento se jactaran de que gobernaran al mundo y destruirán a los seguidores de Jesús. La Biblia dice esto acerca de todo:

“Se levantarán los reyes de la tierra, y príncipes conspirarán contra Jehová y contra su ungido, diciendo: ‘Rompamos sus ligaduras y echemos de nosotros sus cuerdas’” (Salmo 2:2-3). En resumen, “echemos todo estorbo moral, toda señales morales del pasado.”

Aquí tenemos la reacción de Dios ante estos poderes mundanos y hombres influenciados por demonios: “El que mora en los cielos se reirá; el Señor se burlará de ellos.” (2:4). No importe cuan desesperante se vean las cosas, todo permanece bajo el control total de Dios.

“y las puertas del Hades no prevalecerán contra ella. (Mateo 16:18). Nada de las entrañas del infierno puede esperar destruir la iglesia de Cristo. Su ojo siempre esta sobre su pueblo, y a través de todo el advierte a Satanás y sus huestes, “No toques la niña de mi ojo.” “Si alguno conspirare contra ti, lo hará sin mí; el que contra ti conspirare, delante de ti caerá.” (Isaías 54:15). ¿Puedes ver lo que Dios esta diciendo aquí? “El diablo va a venir contra tuya. Enemigos salidos del infierno se unirán contra tuya. Pero Satanás no tendrá éxito.”

Deja que el diablo haga lo que le plazca. Deja que el infierno abra sus entrañas y derramen cada cosa vil. No tendrá impacto alguno sobre el plan de últimos días de Dios para su pueblo. ¡Gloria al Señor, su iglesia no puede ser destruida!
-----------------------------------------
1. Dondequiera que nos volvamos en los últimos días,
veremos la gloria de Dios saliendo adelante en un avivamiento final.

-----------------------------------------

La iglesia de Cristo se extenderá más allá que las limitaciones anteriores para llevar las buenas nuevas. “Ensancha el sitio de tu tienda y las cortinas de tus habitaciones sean extendidas; no seas apocada; alarga tus cuerdas y refuerza tus estacas. Porque te extenderás a la mano derecha y a la mano izquierda; tu descendencia heredará naciones y habitará las ciudades asoladas.” (Isaías 54:2-3). Sencillamente, la iglesia aumentara sus fuerzas y levantara multitudes en Cristo.

Mientras miramos la profecía de Isaías más de cerca, vemos que no es dirigida solamente al cuerpo eclesiástico sino también a individuos. Yo conozco a siervos piadosos, amigos míos, quienes han echado mano de esta profecía como una palabra personal del Espíritu Santo. Y han aumentado su fe por sus promesas: “No temas, pues no serás confundida; no te avergüences, porque no serás afrentada, sino que te olvidarás de la vergüenza de tu juventud y de la afrenta de tu viudez no tendrás más memoria.” (Isaías 54:4). Isaías aclara en este versículo: la iglesia de Dios no será avergonzada.

Pero solo unos versículos mas abajo, leemos esta advertencia a la iglesia de los últimos días: “¡Pobrecita, fatigada con tempestad, sin consuelo! He aquí que yo cimentaré tus piedras sobre carbunclo y sobre zafiros te fundaré.” (Isaías 54:11). Nos dice que seremos afligidos, lanzados de lado a otro por tempestad. Pero nos promete un fundamento de zafiros. ¿Qué significa esto, exactamente?

Como creyentes, podemos estar bajo pacto con Dios, llevando en nuestros corazones sus preciosas promesas de no temer, ninguna vergüenza, ninguna confusión, ningún reproche. Sin embargo, aun es posible que seamos lanzados de acá para allá por tormentas personales, experimentar soledad, y no tener quien nos consuele. En resumen, se permite que Satanás nos zarandee.

En el versículo 16, Isaías nos ofrece una imagen de cómo obra nuestro adversario. Dios dice, “Yo hice al herrero que sopla las ascuas en el fuego y saca la herramienta para su obra; y también yo he creado al destructor para que destruya.” (54:16). Aquí tenemos una imagen de un herrero, bombeando los bramidos en su fuego para hacer un calor blanco. Entonces él usa ese calor para martillar armas de guerra en su yunque. El herrero representa a Satanás, quien constantemente idea nuevas armas contra la iglesia y creyentes.

Que increíble imagen. Es como si Dios dijera, “Mira, el diablo esta ventilando su fuego, haciendo armas que el usa para tratar de destruir a mi pueblo. Yo cree a este herrero, creándolo como un ángel. El una vez tuvo poder y autoridad, pero fue echado por su rebelión. Yo lo cree, y yo puedo encadenarlo. El puede ir tan lejos como yo se lo permita.”

Nota la sorprendente promesa de Dios en el siguiente versículo: “Ninguna arma forjada contra ti prosperará, y tú condenarás toda lengua que se levante contra ti en el juicio. Esta es la herencia de los siervos de Jehová: su salvación de mí vendrá, dice Jehová.” (54:17). En otras palabras: “Deja que el enemigo haga sus armas. Deja que apunte legiones de demonios. Ni una sola arma que el forme contra ti te echara abajo.” ¡Que gloriosa promesa!

Satanás esta usando sus armas de desesperanza contra el pueblo de Dios, tempestades demasiado violentas para ser soportadas sin el consuelo del Espíritu Santo. Sin embargo Dios declara, “…sobre zafiros te fundaré.” (54:11). El mensaje aquí es, “Cuando todo en el mundo es sacudido, tu no te moverás. El fundamento que yo estoy echando debajo de ti es tan sólido como estas piedras. Lo que yo estoy haciendo en ti no puede ser sacudido”

Estos zafiros representan conocimiento y sabiduría espiritual, penetración dentro del mismo corazón de dios. Sabemos que aquellos que soportan el sufrimiento salen armados con mayor entendimiento de la misericordia de Dios. Tu puedes ser tentado, lanzado de un lado a otro, afligido y solo, pero a través de todo eso el esta formando debajo de ti un fundamento de roca sólida. Es todo para que puedas consolar a otros en sus pruebas.
---------------------------------------
2. Pablo hace eco de Isaías cuando el dice el Señor ama
a su iglesia como un amante esposo ama a su esposa.

---------------------------------------

Muchos están familiarizados con el pasaje donde Pablo iguala el matrimonio a la relación de Dios con la iglesia: ‘Por esto dejará el hombre a su padre y a su madre, se unirá a su mujer y los dos serán una sola carne. Grande es este misterio, pero yo me refiero a Cristo y a la iglesia.” (Efesios 5:31-32).

Ahora nota lo que dice Isaías: “Porque tu marido es tu Hacedor Jehová de los ejércitos es su nombre Él es tu Redentor, el Santo de Israel, el que será llamado Dios de toda la tierra." (Isaías 54:5). ¿Quién es el Hacedor aquí? Es Cristo, el creador del cielo y la tierra. E Isaías nos dice que el es nuestro esposo. Sin embargo, la esposa se ha separado de su esposo: “pero vuestras iniquidades han hecho división entre vosotros y vuestro Dios y vuestros pecados han hecho que oculte de vosotros su rostro para no oíros.” (59:2).

¿Dónde vemos esta separación hoy entre la iglesia y Dios? Lo veo más obviamente en las iglesias comprometidas principales. Pero también lo veo en el evangelio de pedal suave de las iglesias post modernas. Es evidente que hay una separación de la presencia manifiesta de Dios. Ciertamente, ha sucedido justo como Jesús y Pablo profetizaron: muchos se han convertido en amantes de placeres mas que amantes de Dios…teniendo una forma de religión sin poder…despreciando el evangelio de sus padres…echando abajo las antiguas señales morales…cambiando la Palabra infalible de Dios para moldearla a los tiempos.

Te desafío a ir a cualquier ciudad, de iglesia en iglesia de cada persuasión evangélica. Trata de encontrar una donde reconoces la temible, presencia manifiesta de Jesús, donde encuentres su convicción que derrite corazones. Cuando el Señor esta verdaderamente presente, tu lo reconoces, sea en los cánticos, la predica o la coinonía. Algo conmueva tú alma, y produce temor y reverencia. En mi experiencia, esto se rara vez encontrado.

No estoy condenando a la iglesia moderna de hoy en día. Pero que el Señor nos ayude si no tenemos su presencia manifiesta en estos últimos días. Y a causa del compromiso de tales iglesias, el tuvo que esconder su presencia de ellos por un tiempo. Sin embargo, Dios no se ha divorciado de la iglesia comprometida. Isaías dice que el la llama a que regrese a el.

“Así dijo Jehová: ‘¿Qué es de la carta de repudio de vuestra madre, con la cual yo la repudié? ¿O quiénes son mis acreedores, a quienes yo os he vendido?’” (Isaías 50:1). En esencia, Dios esta diciendo, “Tu te alejaste de mi. Tú amaste al mundo y las cosas del mundo, y me dejaste por ellos. Yo no te deje a ti, tú me dejaste a mí. ¡Muéstrame los papeles de divorcio! Muéstrame donde yo te vendí a otro.”

“Porque así dice Jehová: ‘De balde fuisteis vendidos; por tanto, sin dinero seréis rescatados.” (52:3). El continua: “Te digo, este matrimonio no ha terminado. No creas que no haya esperanzas. Aun te amo, a pesar de que te prostituiste. Te cansaste de mí, pero a pesar de todo, te amo. Quiero que vuelvas a mi.”

“Porque como a una mujer abandonada y triste de espíritu te llamó Jehová, como a la esposa de la juventud que es repudiada, dice el Dios tuyo. "Por un breve momento te abandoné, pero te recogeré con grandes misericordias. Con un poco de ira escondí mi rostro de ti por un momento; pero con misericordia eterna tendré compasión de ti", dice Jehová, tu Redentor.” (54:6-8)

Aquí tenemos una promesa jurada de Dios para traer a si a su esposa prostituta. En resumen, el último avivamiento será uno de solo misericordia. El Señor le esta diciendo a su iglesia, “Cuando regreses a mi, no te condenare ni te reprobare. En lugar de eso, te ungiré con mi Espíritu. Te daré poder donde antes no tenias.”
-------------------------------------------------
Algunos pueden aun decir, “Isaías 54 se aplica solamente al Israel natural.
-------------------------------------------------

Yo ofrezco prueba indisputable que la promesa de Isaías 54 es para la iglesia de Dios de hoy. Isaías claramente habla de Cristo en 53:10: “… verá descendencia… “El vera su simiente [en Ingles, énfasis propio]. Sencillamente, el esfuerzo y sacrificio de Cristo dará a luz muchos hijos: “Verá el fruto de la aflicción de su alma y quedará satisfecho; por su conocimiento justificará mi siervo justo a muchos, y llevará sobre sí las iniquidades de ellos.” (53:11). Esto también se cumplirá después de la cruz.

Los clavos que perforaron las manos y pies de Jesús fueron moldeados en el yunque del diablo. La espada que perforo su lado fue forjada en la tienda del herrero infernal. Pero la sangre que salio de su cuerpo nunca perdió su poder. Isaías nos esta diciendo: “Dios ha jurado que la sangre de su Hijo será rociada sobre los transgresores en cada nación en la tierra. Tiene poder en cada nación árabe, en Israel, en África, en Europa. El vera su simiente esparcida a muchas multitudes, de todas las tribus y lenguas.” Un gran despertar continuara en los últimos tiempos.

Puede ser desalentador ver como crecen las religiones falsas en gran números mientras la iglesia de Cristo parece tan poca en numero. Pero Isaías dice, “Es tiempo de cantar, oh esposa estéril. Ensancha las habitaciones de adoración, alarga y fortalece tu visión. Vas a ver adelantos en la izquierda y derecha.” “¡Regocíjate, estéril, la que no daba a luz! ¡Eleva una canción y da voces de júbilo, la que nunca estuvo de parto!, porque más son los hijos de la desamparada que los de la casada, ha dicho Jehová.
---------------------------------------
3. ¿Cómo sucederá este último avivamiento?
---------------------------------------

¿Cómo va a suceder este último avivamiento? Requiere algo poderoso, algo que sacuda al mundo para precipitarlo. Isaías nos dice que este sacudir sucederá en un día. En el capitulo 47, el dice que el espíritu de Babilonia debe ser tratado. A través de las Escrituras, Babilonia siempre ha representado un espíritu de prosperidad, comodidad y placer. Y el espíritu babilónico es el mismo en cada edad.

En resumen, Isaías dice que no puede haber ningún esparcimiento de avivamiento en los últimos días hasta que el espíritu de avaricia y falsa seguridad se echado abajo. Podemos orar por avivamiento, podemos clamar a Dios que derrame su Espíritu, pero es imposible a menos que el Señor primero sacuda todas las cosas: “Oye, pues, ahora esto, mujer voluptuosa, tú que estás sentada confiadamente, tú que dices en tu corazón: ‘Yo soy y fuera de mí no hay otra;… Vendrá, pues, sobre ti un mal cuyo origen no conocerás; caerá sobre ti un quebrantamiento que no podrás evitar. Una destrucción que no podías suponer vendrá de repente sobre ti.’” (Isaías 47:8, 11; énfasis propio).

Dios no va a dejar pasar el pecado, sino que fulminara las fortalezas del diablo. El va a sonar un llamado de despertar a su iglesia con “unas desolación repentina.” Ciertamente, este será un gran acto de amor de parte del Señor. El ama tanto a su iglesia que se niega a permitir que la comodidad, placer y apostasía cieguen y arruinen el objeto de su amor.

“Se mostrará piedad al malvado, pero no aprenderá justicia, sino que en tierra de rectitud hará iniquidad y no mirará a la majestad de Jehová.” (26:10). Aquí tienen la prueba que un avivamiento es imposible en tiempo de comodidad y prosperidad. Isaías dice en términos claros, “En tiempos de bendición, el pueblo no se volverá.” Nada va a suceder hasta que la cartera sea afectada. Solo “… porque luego que hay juicios tuyos en la tierra, los moradores del mundo aprenden justicia. “ (26:9).

Isaías ofrece una última prueba que un último avivamiento vendrá después de una sacudida:

“… como para vindicación, como para retribuir con ira a sus enemigos y dar el pago a sus adversarios. … Y temerán desde el occidente el nombre de Jehová, y desde el nacimiento del sol, su gloria, porque él vendrá como un río encajonado, impelido por el soplo de Jehová. Vendrá el Redentor a Sión y a los que se vuelven de la iniquidad en Jacob dice Jehová.

“Y este será mi pacto con ellos, dice Jehová: ‘Mi espíritu que está sobre ti y mis palabras que puse en tu boca, no faltarán jamás de tu boca ni de la boca de tus hijos ni de la boca de los hijos de tus hijos.’ Jehová lo ha dicho, desde ahora y para siempre.” (Isaías 59:18-21)

El espíritu de Babilonia esta a punto de ser quebrantado a través de la destrucción. Pero, no mal interprete la profecía de Isaías como un mensaje de penumbra y condena. Al contrario, Jesús dice, “Cuando estas cosas comiencen a suceder, erguíos y levantad vuestra cabeza, porque vuestra redención está cerca.” (Lucas 21:28).


-----------------------------------------
4. Aun ahora estamos viendo los principios del ultimo
avivamiento, mientras Hechos 2:17 se esta cumpliendo.

-----------------------------------------

"En los postreros días --dice Dios--, derramaré de mi Espíritu sobre toda carne, y vuestros hijos y vuestras hijas profetizarán; vuestros jóvenes verán visiones y vuestros ancianos soñarán sueños;” (Hechos 2:17). En todos mis años de ministerio, nunca pude ser capaz de imaginar que esta profecía este sucediendo en nuestros días. Ahora, yo creo que se esta cumpliendo.

En naciones por todas partes, Cristo se esta revelando a multitudes en sueños y visiones. En China, India y naciones árabes, la gente esta reportando sus experiencias con Jesús en sueños. Hasta aquí, en la iglesia de Times Square esta sucediendo.

Uno de los hombres de seguridad de nuestra iglesia fue una vez el sumo sacerdote tercero en rango en la adoración diabólica de Santería. El territorio de el era el Bronx, y su apartamento estaba lleno de huesos humanos. El se había vendido alma y cuerpo a Satanás. Pero el corazón de este hombre fue conmovido por el Espíritu Santo. Se puso inquieto, y una noche desafió a Jesús, “Si tu eres mas poderoso que el diablo al que yo sirvo, muéstramelo en sueños esta noche.”

Esa noche en un sueno, el hombre se vio a si mismo en un tren rumbo al infierno. Mientras pasaba por un túnel, al otro lado estaba Satanás. El diablo le dijo al hombre: “Tu me has sido fiel. Ahora te llevo a tu lugar de descanso eterno.” Entonces de repente, apareció una cruz. En ese momento, el hombre despertó.

El salio de esta experiencia encendido por Jesús, saco cada indicio de maldad de su apartamento, y entrego su vida al Señor. Hoy, el es un dulce y devoto hombre de Dios y esta activo en nuestra iglesia. Lo detuve recientemente y le dijo, “Veo a Jesús en ti.” El contestó, “Hermano David, usted no sabe lo que esas palabras significan para mi después de veinte años de servirle al diablo.” Su nueva vida milagrosa salió. de ese sueño dado por Dios.

Querido santo, el día viene cuando el mundo entero vera a Jesús. El apóstol Juan vio, “Después de esto miré, y vi una gran multitud, la cual nadie podía contar, de todas las naciones, tribus, pueblos y lenguas. Estaban delante del trono y en la presencia del Cordero, vestidos de ropas blancas y con palmas en sus manos. Clamaban a gran voz, diciendo: ‘¡La salvación pertenece a nuestro Dios, que está sentado en el trono, y al Cordero!’” (Apocalipsis 7:9-10).

Esto no es un pequeño remanente, sino una innumerable multitud, como Isaías profetizo. Y todos ellos están adorando al Señor. ¡Alabado sea Dios por ese día prometido!








World Challenge, P. O. Box 260, Lindale, TX 75771, USA.
¿Fue este mensaje de bendición para usted? Entonces compártalo con un amigo.

Se você gostou Leia mais em Mensagens de João Cruzué

O resultado do Gospel na TV Globo

..


João Cruzué

Em maio de 2013, publiquei este post. A gravadora Som Livre e a TV Globo havia contratado a nata dos cantores gospel brasileiros. Não sei se ganharam fama ou dinheiro. Algo me diz que em um primeiro momento foi "glorioso", depois eu senti que o negócio foi se apequenando até murchar e secar. Não fiz uma pesquisa profunda para saber porque aquilo acabou. 

Minha percepção espiritual revela-me o seguinte. O Rei Saul deu suas armaduras de guera para Davi lutar contra Golias o  filisteu. Se Davi experimentou toda roupa eu não o sei, mas se tivesse usado aquilo, teria morrido. Para mim, o contrato da Som Livre pode até ter dado lucro e fama momentânea, mas foi um passo na direção errada. Se houve oração antes de aceitar aquilo, não foi Deus quem respondeu.

Agora segue o mesmo texto que escrevei em maio de 2013.



Este assunto sempre me intrigou. Foi vantagem, ou desvantagem uma dúzia dos melhores cantores do gospel assinar contratos com a Som Livre das Organizações Globo? Quero trazer este assunto de volta à discussão.

Não sei o quanto economicamente foi vantajoso para a cantora Ana Paula Valadão & Cia aceitar a proposta da Globo. Em princípio eu diria que sim. Mas no que diz respeito a imagem desses artistas e o tipo de deveres que eles aceitaram para assinar o contrato, não tenho tanta certeza. Além do mais, uma vez que somos do Rebanho do Senhor, existe uma regra em nossa bem clara em nossa fé sobre jugo desigual.

Uma coisa eu tenho certeza: um programa de duas horas uma vez por ano é uma verdadeira migalha.

Se não vejamos: Padre Marcelo Rossi está ali todo domingo pela manhã. Tem futebol várias vezes por semana. O funk, o sertanejo o pop... toda semana. E por que, então, a cultura evangélica contratada para fica guardada no porão, para dar o ar da graça uma vez por ano, lá no final de dezembro?

Isto é uma migalha.

Pode ser o caso de assunto planejado para puxar o breque de mão do sucesso destes artistas. Pode ser que eles não façam parte dos planos da Globo, a não ser para reduzir o poder de fogo das gravadoras evangélicas. Faz parte dos negócios globalizados de hoje, comprar e incorporar empresas e produtos para manter o controle da concorrência.


E se foi esta a questão que a princípio não foi imaginada - heim?

Não queriam aparecer na Globo? Muito bem, conseguiram. Mas conseguiram o quê? Mostrar a cara , ou melhor, a voz uma vez por ano! Sei não... acho que isso foi um tiro no pé, ou melhor na própria vaidade. E essa promessa de um programa mensal ou semanal evangélico na Globo tem cheiro de promessa política , do tipo "me engana que eu gosto".

Eu temo que em breve vamos ver a ficha cair, e o tamanho da migalha ficar à mostra quanto a roupa de fios de ouro do imperador, que só os "inteligentes" conseguiam ver.

Se a Bíblia diz que o mundo vos aborrece, por que primeiro aborreceu a mim... alguma coisa está errada nesta "conquista". Acho que o desejo de reconhecimento foi tanto, que a vontade de Deus ficou de fora!




.



Biografia do Pastor Watchmann Nee para adolescentes cristãos


João Cruzué

MEU COMENTÁRIO: em tempos em que ouvimos tantas vozes de sucesso falando de Deus, nada mais oportuno do que ler esta único obra escrita por este  Pastor: O HOMEM ESPIRITUAL. Apesar da Teologia não seguir sua cartilha em nossos dias, quem escreveu não possuía jatinho, nem apartamento em Miami, muito menos tinha programas no Rádio ou Televisão. Na verdade, não possuía conforto material algum. Sua "mansão" ficava dentro de uma prisão da China. Pastor Nee foi preso em 1952 e morreu (tuberculoso) na mesma prisão em 1972. Vinte anos preso. Ele foi, no século passado, o primeiro líder a estabelecer os chamados grupos familiares, os little flocks ou  "pequenos rebanhos". Não o fez para mostrar quanto sua Igreja crescia, mas intuitivamente para levá-la aos subterrâneos da China, caso a guerra viesse a destruir tudo. Fez por uma visão de Deus. Pensava que o motivo era o Japão, mas Deus já sabia do comunismo. Neste nosso universo Evangélico atual, onde os paradigmas morais estão se dissolvendo como açúcar,  ler os três volumes deste livro (Editora Betânia) não é voltar ao passado, mas pensar no futuro. No futuro de nossa vida espiritual e a de  nossas famílias. Com carinho, aos leitores deste blog, Irmão João Cruzué.

BIOGRAFIA

Pastor Watchman Nee - (1903-1972)

Voidspace.org

Tradução: João Cruzué

Nee To-sheng ou Watchman Nee, o grande líder cristão chinês, nasceu em uma província do Sul da China. Na sua juventude, provou ser um indivíduo dotado de grande inteligência e de um futuro promissor. Ele foi consistentemente o melhor melhor aluno da Faculdade Trinity, adquirindo excelente histórico acadêmico. Nee, naturalmente, tinha grandes sonhos e planos para uma carreira cheia de realizações.

Em 1920, aos 17 anos de idade, conheceu o Evangelho e, depois de algumas lutas internas, aceitou Jesus como seu suficiente Salvador e Senhor. Ao tomar esta decisão, deixou a carreira universitária. Desde então, seu ministério passou a ser conhecido como um dos mais espirituais e significativos do século 20. Seu nome anterior era Nee Shu-tsu. Após a conversão, mudou  para Nee To-sheng. Isto, devido a um costume local, segundo o qual, se algum fato mudasse a vida de uma pessoa, ela mudaria seu nome. No caso de Nee, foi a sua conversão ao cristianismo.

Já no início de sua vida cristã ele começou a escrever. Seu ministério de aproximadamente 30 anos, foi uma bênção de Deus para a Igreja chinesa, e seus livros ainda serão por muito tempo um manancial de espiritualidade e inspiração para cristãos em todo mundo e em todas as épocas. Sua obra teve um profundo impacto sobre a divulgação do Evangelho e o estabelecimento de centenas de Igrejas locais através da Ásia. Por causa da sua fé em Cristo, Nee foi preso em 1952 pelo regime comunista de Mao Tse-tung, permanecendo seus últimos 20 anos de vida na prisão.

No início, Nee era um cristão Metodista. Depois, começou ele mesmo a restauração da Igreja nos moldes da Igreja Primitiva, segundo estava nas escrituras. Era um ferrenho opositor da fragmentação do corpo de Cristo, pela criação indiscriminada de denominações e divisões da Igreja. 

Sua Igreja em Shangai cresceu e chegou a ter 3.000 membros. Orando, decidiu dividi-la em 15 grupos - "Little Flocks" - chamados de "pequenos rebanhos". Cada pequeno rebanho chegava a ter 200 membros. No início dos anos 40, a Igreja de Nee já possuía perto de 500 "pequenos rebanhos". Em 1941, Shangai foi invadida pelo exército japonês e a Igreja começou a passar por necessidades financeiras. Ele e seu irmão montaram um empresa farmacêutica, para complementar os recursos para as necessidades da Igreja . Daí pode-se perceber que o sistema de grupos familiares, desenvolvido mais tarde na Igreja sul coreana pelo Pastor Paul Yonggi Cho teve influências do trabalho de Nee.

Em 1949, o Partido Comunista da China derrubou o governo nacionalista e instituiu a Republica Popular da China. A princípio, os comunistas chegaram a insinuar um apoio aos líderes cristãos locais, enquanto expulsava os missionários "imperialistas". Dois anos mais tarde, Mao Tse-tung mostrou sua verdadeira intenção - a de controlar as Igrejas. Durante este tempo, os pequenos rebanhos resistiam a ordem comunista, a que todos deveriam ser filiados a Igreja Cristã Nacional, uma organização fantoche (chapa branca). Milhares de membros da Igreja de Nee foram mortos ou colocados em prisões. Havia informantes comunistas se infiltrados entre muitos grupos.

Os pastores eram rotulados de lacaios dos imperialistas estrangeiros e Nee foi acusado de liderar um grande sistema secreto que envenenava as pessoas com palavras reacionárias. Em 1952 ele foi preso. 

Antes disso, ajudou a criar várias Igrejas subterrâneas. Em 1956, foi julgado e sentenciado à prisão por 15 anos. Em 1967, ele teve a oportunidade de ser solto, mas com a seguinte condição: Nunca mais voltar a pregar o Evangelho. Nee não concordou. Por isso, ele foi transferido para outra prisão onde morreu cinco anos mais tarde [de tuberculose]. Ele preparou a Igreja da China para sobreviver sob a "cortina de bambu" e ela sobreviveu. Mao se foi, mas Jesus continua na China. Continua salvando, batizando e derramando o Espírito Santo. Veja isto nas fotos printadas por mim etre 2007 e 2010: fotos da igreja da China.


A conversão de Watchman Nee
e o início do seu ministério.


"Meu nascimento foi em resposta de uma oração. Minha mãe tinha muito medo de que sucedesse a ela o mesmo que acontecera a sua cunhada que tivera seis filhas, o que segundo os costumes chineses era ruim, pois meninos eram os mais desejados. Mamãe já tivera duas meninas, e embora não entendesse completamente o compromisso de uma oração, ela orou ao Senhor e disse: “Se o Senhor me der um filho, eu lho darei de volta de presente". E, o Senhor ouviu sua oração, e eu nasci. foi meu pai que mais tarde me dissera que antes do meu nascimento minha mãe tinha-me prometido ao Senhor".

Para muitas pessoas, a característica proeminente de ser salvo é o ato de ser liberto do pecado. Entretanto, para mim a questão era se eu aceitaria Jesus e me tornaria seu seguidor e um servo ao mesmo tempo. Eu Fiquei assustado porque se me tornasse um cristão então eu seria chamado para servir a Cristo, e isto iria custar muito caro para mim. Conseqüentemente, o conflito foi resolvido assim que eu percebi que minha salvação deveria ter os dois aspectos. Então, decidi aceitar Cristo como meu Salvador e servi-lo como meu Senhor. Isto foi em 1920, quando tinha 17 anos de idade.

"Na tarde de 29 de abril de 1920, eu estava sozinho em meu quarto lutando para decidir se deveria ou não crer em Cristo. Primeiro, eu estava relutante, mas assim que tentei orar, vi a magnitude dos meus pecados e a realidade, a eficácia de Jesus como Salvador. Assim que eu visualizei as mãos do Senhor estendidas sobre a cruz, elas pareciam me envolver e vi o Senhor dizer: Eu estava aqui esperando por você!

Observando efetivamente o sangue de Cristo limpando meus pecados e cobrindo me de tanto amor eu o aceitei ali mesmo em meu quarto. Anteriormente, eu havia rido das pessoas que aceitavam Jesus, mas naquela tarde, a experiência se tornou também real para mim, e eu chorei, e confessei meus pecados, procurando pelo perdão do Senhor. Assim que fiz minha primeira oração, eu conheci uma alegria e paz tais, que eu nunca tinha experimentado antes. Uma luz parecia fluir no quarto e eu disse ao Senhor: Jesus, o Senhor tem sido deveras misericordioso para comigo."

Depois que me tornei um salvo em Cristo, enquanto meus colegas traziam novelas para ler em classe, eu levava a Bíblia para estudar. Mais tarde, eu deixei a Faculdade para entrar em um Instituto Bíblico, sediado em Xangai criado pela irmã Dora Yu. No começo, por muitas vezes, ela muito educadamente tentou me expulsar do instituto com a explicação de que era inconveniente para mim ficar ali mais tempo. Na realidade era por causa de meu exigente apetite, roupas diletantes e costume de me levantar muito tarde pelas manhãs. Ela queria me mandar embora. Meu desejo de servir a Deus tinha levado um sério revés.

Embora eu pensasse que minha vida tinha sido transformada, de fato permaneciam muitas e muitas coisas que precisavam ser mudadas. Percebendo que eu ainda não estava pronto para o serviço do Senhor, decidi voltar a escola secular. Meus colegas de classe reconheceram que algumas coisas tinha alterado em minha vida mas que existiam muitas outras que ainda permaneciam em meu velho temperamento . Por isso, meu testemunho na escola não era muito poderoso, e quando pela primeira vez dei meu testemunho para o irmão Weigh, ele não me deu atenção.

Seguindo minha nova natureza de salvo já havia muitas mudanças e todo um planejamento de mais de dez anos se tornou sem significado e minhas ambições de uma brilhante carreira já estavam sendo descartadas. A partir daquele dia com uma inegável certeza do chamado de Deus, eu sabia qual deveria ser carreira da minha vida. Eu entendi que o Senhor tinha me escolhido para si, para minha própria salvação e para sua glória. Ele tinha me chamado para servi-lo e para ser seu amigo-operário.

Antes eu desprezava pregadores e pregações porque naqueles dias eles eram assalariados dos missionários americanos ou europeus, e por este serviço ganhavam deles míseros oito ou nove dólares de prata por mês. Eu nunca imaginaria, nem por um momento, que me tornaria um pregador, uma profissão a qual eu considerava tão insignificante.

Depois de me tornar um cristão, tive espontaneamente um desejo de levar outras pessoas para Cristo, mas depois de um ano de testemunho e testemunhando para meus colegas de escola secular, não havia nenhum resultado visível. Eu pensava que mais palavras e mais razões seriam eficientes, mas meu testemunho parecia não ter um efeito poderoso sobre as pessoas.

Tempos mais tarde, encontrei uma missionária da Região Oeste, a irmã Grose, que me perguntou quantas pessoas tinham sido salvas através de mim naquele primeiro ano. Eu abaixei minha cabeça e vergonhosamente confessei que a despeito de minhas tentativas de pregar o evangelho para meus colegas, nenhum deles tinha se convertido.

Então, ela me disse francamente que deveria existir alguma coisa errada impedindo minha comunicação com o Senhor. Talvez fosse um pecado escondido, dívidas ou algum outro impedimento. Admiti que tais coisas existiam e ela me arguiu se estava disposto resolvê-las, imediatamente. Concordei. A seguir me perguntou como dava meu testemunho e eu lhe disse que escolhia as pessoas ao acaso e lhes falava a respeito do Senhor, se elas mostrassem algum interesse. Ao que a missionária me ensinou que eu deveria fazer uma lista e orasse por meus amigos primeiro, enquanto aguardasse pela oportunidade de Deus para testemunhar para eles.

Imediatamente, comecei a colocar minha vida em ordem para eliminar os problemas que impediam minha comunhão com o Senhor. Ao mesmo tempo, fiz uma lista com o nome de setenta amigos com o propósito de orar por eles diariamente. Alguns dias eu orava a cada hora, até na sala de aula. Quando as oportunidades vieram eu tentava persuadi-los a crer no Senhor Jesus. Meus colegas freqüentemente diziam jocosamente, lá vem o Sr. pregador, vamos ouvir sua pregação... Embora de fato, eles não tivessem a mínima intenção de ouvir.

Eu contei, depois, meu fracasso a irmã Grose e ela me persuadiu a continuar orando até que algum deles fosse salvo. E, com a graça do Senhor continuei orando diariamente, e depois de vários meses, todas, com exceção de uma, das setenta pessoas daquela lista foram salvas

........
...

Duas frases de Watchman Nee:
"A menos que sejamos tratados e quebrantados por meio da disciplina, estaremos restringindo o poder de Deus. Sem o quebrantamento do homem exterior, a igreja não pode ser um canal de Deus".

E, em sua última carta, escrita no dia de sua morte: " Apesar da minha doença, ainda continuo cheio de alegria em meu coração" http://www.watchmannee.org/

Ultima nota: Nee tinha um espinho na carne controlado pela graça de Deus. Desde 1924, ele era tuberculoso. Sobre esse assunto, estive olhando o material e pude ver que a luta de Nee em oração contra essa doença é de uma inspiração e edificação maravilhosas. Ele dependia do Senhor, todo dia, para viver por causa da doença. Viveu com ela 48 anos. Deve demandar umas duas semanas de tradução. Orem por mim, pois gostaria de compartilhar essa bênção com meus leitores.

Comentários: quando olho para as fotos deste chinês, meus olhos ficam molhados. Para ser cristão na China, naquela época, tinha que desprezar a própria vida. Ele sabia o preço e não negociava. Quando quiseram libertá-lo, em 1968, com a condição de nunca mais pregar o nome de Jesus, ele não aceitou e assim o mantiveram no cárcere até à morte. Quando for da próxima vez a uma livraria cristã, não perca tempo. Watchman Nee escreveu sobre aquilo que vivenciava.

Ainda não terminou. Agora veja 90 fotos aqui da Igreja Evangélica da China

Fonte de pesquisa do testemunho

tradução de Joao Cruzue
cruzue@gmail.com


.

Andar na Presença de Deus


Por João Cruzué


Abiathar
Qual será o significado de andar na presença do Altíssimo? De Isaías a Malaquias, todo os profetas com livros na Bíblia andaram na presença de Jeová, ouviram a sua mensagem e falaram em nome dele.  Houve um tempo na vida de Abraão que Deus cobrou dele uma mudança de atitude: "Abrão, Eu sou o Senhor Deus Todo Poderoso, anda em minha presença e seja perfeito."  O grande propósito de Deus, para se cumprir em todo plenitude na vida do futuro patriarca, dependia de algo que estava faltando. 

O que nos falta, o que precisamos mudar, o que precisamos começar para que você e eu nos entreguemos por completo à vontade de Deus, para que ele cumpra o seu glorioso propósito em nossa vida? Abrão não perguntou para Deus o que faltava, pelo menos a Bíblia não registra, mas para quem está interessado em se aproximar do Senhor, isto nem é preciso, porque o Espírito Santo já vem martelando no assunto há algum tempo.

Abrão, de vez em quando, dizia umas mentiras por falta de confiança em Deus:

--Olha, Senhor, eu fiquei com medo de perder a vida, por isso, falei para o faraó que Sara era minha irmã... Ah! Senhor, eu concordei com Sara no assunto do herdeiro e achei razoável me deitar com a concubina egípcia...

Depois de ter saído do Egito, de ter se separado do sobrinho e ficado como a parte ruim dos pastos, de ter carregado Ismael no colo, Abrão percebeu que não confiava inteiramente nas promessas do Senhor. Daí, por diante, ele andou 100% na presença do Senhor. Quando o velho patriarca levantou o cutelo para sacrificar Isaque no Monte Moriá, Deus interveio, porque viu que Abraão chegou ao ponto que precisava chegar.

David começou a se aproximar de Deus ainda adolescente. Depois de receber a unção de Rei ainda deve ter demorado uns 12 a 15 anos para chegar mais perto da presença do Senhor. E esse ponto para mim, foi quando os amalequitas deram sobre a cidade de Ziclague e levaram cativas a família de Davi e as famílias de todos os seus companheiros. Naquela situação, onde todo mundo se desesperou ao ponto querer tirar a vida de Davi, este não vacilou: mandou o sacerdote Abiatar trazer o éfode para buscar a presença de Deus. Não muito tempo depois, Davi era Rei sobre Judá. 

Moisés era um judeu que cresceu no berço do faraó do Egito. Sabia que Deus o escolhera para libertar Israel da servidão, mas ainda não estava preparado para andar na presença de Deus. Aos 40 anos de idade, confiava na sua força, e não sabia o que era buscar a Deus primeiro, para depois ir adiante. Ficou 40 anos esquecido no deserto. Sua visão de libertador de Israel esvaiu-se.  Mas, o propósito de Deus permanecia de pé.

A menos que sejamos muito teimosos e nos recusemos a chegar mais perto do Senhor, o propósito dele permanece de pé. Não a nossa vontade, não aquilo que achamos que é de Deus, mas aquilo que Deus preparou para nós.

Por fim, vemos o profeta Elias em dia de glória fazendo descer fogo do céu diante de uma multidão de falsos profetas. Elias clamou e o fogo desceu. O holocausto foi consumido e todo Israel viu que só Jeová é Deus. Mas, e daí? Que mudança houve depois do seu grande feito? Nada! Agora corria risco de vida, com os soldados da rainha Jezabel na sua cola. Deprimido, sozinho, ele fugiu e se escondeu em uma caverna. Deus mandou ele sair, e lhe disse que ainda havia três propósitos para cumprir na vida do profeta.

Andar na presença de Deus: o que é isso?

Vamos começar analisando o que não é. Eu posso ir 365 dias do ano na Igreja, mas isto não significa que estou andando na presença do Senhor. Eu posso levar 300 pastores no Monte Sinai, ficar uma semana em jejum, e não estar na presença de Deus. Práticas religiosas é uma coisa, andar na presença de Deus é muito diferente. Saulo de Tarso tinha certeza que andava na presença do Altíssimo. Era um fariseu "pós-doutorado" em Teologia, mas estava do lado contrário: combatia e mandava matar os verdadeiros servos do Senhor Jesus. Foi a maravilhosa graça de Deus que o fez chegar ao ponto. Em uma semana, ele já estava no lugar que Deus queria que ele estivesse.

Em que lugar você está? Você sente a falta de alguma coisa onde você serve ao Senhor? Você está na companhia de homens e mulher que busca a presença do Senhor com sinceridade ou pelo que você já descobriu há muita liturgia religiosa e pouco Espírito Santo? Você está fazendo algo na Casa do Senhor que lhe deixa muito feliz, ou possui uma tristeza  oculta? Você está sozinho na caverna de Elias ou na corte esplendorosa do faraó? Você anda na companhia de líderes religiosos que têm o temor de Deus, ou já está cansado de saber que eles são hipócritas?

Deus é fiel. Deus é o autor da graça. Não se conforme com o mundo. A cultura mundana, hoje pode estar dentro da sua Igreja e Jesus batendo do lado de fora. O que você e eu vamos fazer? Vamos abrir nossos ouvidos para ouvir o Senhor falar: Anda na minha presença, e sê perfeito. E depois de ouvir tomar as atitudes devidas e mudar o que precisa ser mudado para agradar ao Senhor.



SP-15.1.2015




O filme Vida de Inseto e a alienação intelectual


.
Idéias são coisas muito perigosas...
POR JOÃO CRUZUÉ

.
No filme Vida de Inseto da Disney há uma fala muito interessante, quase no final do filme, quando o gafanhoto Hopper diz para as formigas: "Que isto sirva de lição para todas vocês formigas. Ideias são coisas muito perigosas. Vocês são furadoras de terra, desmioladas, colocadas neste mundo para nos servir". Quero trazer neste post uma reflexão sobre alienação intelectual par ter uma consciência mais ativa.

O gafanhoto Hopper liderava uma gang de ladrões de trabalho alheio que acabavam de ter um incidente com as formigas. Elas eram espoliadas todos os anos e queriam se libertar do trabalho escravo de juntar comida o ano inteiro para os gafanhotos. O filme é uma bela fonte de inspiração sobre inovações e liderança e, principalmente, trata de uma situação social aparentemente fictícia, mas que tem muitos ingredientes da realidade social de hoje. 

Vamos começar, procurando o significado da palavra intelecto. No site significados.com.br há uma definição bem abrangente: "Intelecto significa entendimento, raciocínio, reflexão. Intelecto vem do latim e significa ler por dentro, é uma potência cognitiva da alma humana, através da qual ela conhece algo de si, algo que lhe rodeia e algo que a transcende. O intelecto é uma faculdade um ato , que é exercitado através da inteligência. Aquele que faz uso do intelecto se denomina inteligente.

Dessa forma, podemos dizer que intelectual é uma pessoa que faz bom uso do seu intelecto, que sabe ler o que as pessoas falam e, principalmente, ler e entender sobre aquilo que deixam de falar. É uma pessoa que compreende bem o mundo que a cerca com base em sua bagagem de conhecimentos e saberes. Quando uma pessoa pensa, ela planeja coisas que podem mudar o mundo.

A pessoa alienada, por outro lado, usando como referência mesma definição, seria aquele que não pensa, que não faz uso da sua mente para pensar e refletir sobre si e sobre as coisas que a rodeiam. É uma pessoa que não exercita a inteligência que lhe foi dada por Deus. Quem não exercita seu intelecto, não consegue entende o papel que ela ocupa na sociedade.

No filme "Vida de Inseto" a situação era a seguinte: um formigueiro inteiro, sob a liderança de uma rainha, colhia sementes o ano inteiro, e deixava quase toda a colheita do lado de fora, para que ao cair da última folha do outono, os gafanhotos viessem tomar todo  o esforço de trabalho das formigas. E as formigas aceitavam seu papel social na situação por medo. Elas eram adeptas da modinha  gabriela de Dorival Caimy: "Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim, sempre gabriela".

Agora, vamos valor do povo crente, que hoje é chamado de evangélicos.


De certa forma, temos muito afinidade com o povo judeu, o povo escolhido por Deus para tirar dali a salvação para todos os povos, tribos e nações. No meio do povo judeu não existem analfabetos. O menino judeu de hoje aprende a falar pelo menos quatro línguas, entre elas o inglês e o mandarim. O judeu nunca foi cauda - desde que saiu do Egito.




Nos o povo crente, principalmente os assembleianos, cuja, Igreja congrega a metade dos crentes deste país, viemos basicamente do nordeste e descemos por todos os estados até São Paulo. Um povo que era muito pobre, mas que agora está deixando de sê-lo. Raramente, dos crentes que moram na Cidade grande, existe alguém que não esteja fazendo uma faculdade.

O desenvolvimento do intelecto através de uma graduação superior é um passo grandioso para deixar de ser alienado e passar a entender com profundidade a realidade social e política que nos cerca. Mas só isto não basta. Assim como o judeu sempre foi por todos os lugares um especialista em finanças, nós evangélicos também precisamos nos especializar. Aonde? em bons cursos de pós-graduação. Temos que procurar ser os melhores.


Para sermos os melhores é preciso muito mais esforço. Moisés foi o melhor líder de seu povo, na sua época, porque era um homem esforçado. Quando foi substituído por Josué, Deus trabalhou na sua autoestima por várias vezes dizendo: Esforça, Josué, e tem mui bom ânimo! Repetiu isto por mais de duas vezes.


A alienação tem muito a ver com a escravidão. Um escravo, geralmente, não pensa, ele só obedece. Um escravo não decide o seu próprio destino. Um escravo é a cauda e não a cabeça. E Deus falou abertamente, no Livro de Deuteronômio, para os filhos dos judeus que saíram do Egito: E o Senhor te porá por cabeça e não por cauda, e só estarás em cima e não debaixo, quando obedeceres aos mandamentos do Senhor teu Deus, que hoje te ordeno para os guardar e fazer.


Guardar e fazer!


Nosso pais está assolado pela corrupção. Além disso, a economia está entregue aos gafanhotos. No livro do profeto Joel fala de gafanhotos: cortador, migrador e destruidor. No campo familiar, o atual governo, de tendência socialista, busca se aproximar da liderança cristã durante a noite, mas durante ao dia defende abertamente a desconstrução da família seja pelo homossexualismo e aborto.


A Bíblia fala abertamente e contra o servir a dois senhores e à associação íntima com os ímpios. Neste ponto as lideranças político-evangélicas parecem um pouco perdidas ao manterem o pé em um governo com estruturas claramente comunistas. E, por outro lado, o povo crente tem pouco tempo de compreensão política pois foi cabresteado até há pouco tempo por uma visão de avestruz. A avestruz quando vê a dificuldade ou o perigo esconde a cabeça para não ver.


O que fazer diante de um país tão grande em população quanto em extensão territorial com tantas dificuldades e misérias de tantas espécies? Primeiro continuar estudando e obedecendo à palavra de Deus. Andando na presença de Deus. Em segundo lugar, estudando, especializando-se para servir à nação em todas as oportunidades se abrirem.

Um pergunta indiscreta: Por que Deus usou Paulo em lugar de Pedro para levar o Evangelho à todas as nações da terra? Por que há mais cartas de Paulo na Bíblia do que de Pedro? Você pode até não concordar comigo, mas minha opinião é: Paulo tinha um horizonte de visão mais distante que Pedro. Paulo olhava para longe; Pedro não conseguia sair de sua terra.

Uma visão de um país onde a maioria de seus  protagonistas sejam homens, mulheres, jovens e adolescentes sejam tementes a Deus é uma bênção. Eu sei que a religião esconde o perigo do legalismo, mas uma pessoa religiosa é uma coisa e uma pessoa que tenha o temor de Deus outra coisa bem diferente.

O que não é desejável é que o povo crente continue como as formigas do filme Vida de Inseto: intolerantes quanto às novas tecnologias e formas de pensamento. Já não deu certo satanizar o rádio e demonizar a TV. Agora os velhos profetas religiosos voltara suas línguas contra a Internet. Saibam, que está prestes a acontecer neste país um importante crescimento do uso da internet para a Educação à Distância. A faculdade e a pós-graduação na tela do computador ou do notebook.

Primeiro o temor de Deus. A primeira missão da Igreja é levar à libertação das almas pela pregação do Evangelho. Seus líderes não devem ser candidatos para atuação política, mas podem ensinar o temor de Deus a todos os crentes, para que eles assumam o protagonismo em todas as áreas sociais e políticas.

A alienação intelectual seria aceitar como normal tudo o que está acontecendo no Brasil. Aceitar para si, para sua família de geração em geração. Alienação é aceitar a voz e o cabresto do diabo na mente pela aceitação de uma zona de conforto mínimo. Quantas pessoas passam fome neste país? E quantas pessoas, a pretexto de bolsas-esmolas vêm jogando as migalhas no chão para que as pessoas humildes sejam tratadas como cachorrinhos, enquanto oferecem banquetes de manjares àqueles que lhes pagam propinas? Isto é um protagognismo maldito. Deus há de vingar todas essas malandragens, porque estão roubando o sustento dos órfãos, das viúvas e dos mais necessitados dessa terra.


Vou terminar com a citação de dois versículos maravilhosos da Bíblia sobre o assunto: 

"E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará".(João 8.32). 

"E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus"(Romanos 12. 2)























quinta-feira, agosto 01, 2019

Para que serve a santidade

.

João Cruzué

Em tempos que os cristãos estão perdendo as referências e as palavras sagradas estão sendo relativizadas pelo testemunho de algumas lideranças cristãs, é muito importante saber o valor da santidade. Além do propósito principal, garantia de ver o Senhor, a santificação tem tesouros ocultos que ainda não foram revelados ao coração de muita gente. Guarde bem isso.

Podemos começar por este versículo: "Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do pai não está nele". Quando João escreveu assim em sua carta, estava falando (e ainda está) de algo que vale mais que tudo: a presença de Deus. Quando o cristão decide no seu íntimo seguir um princípio de vida baseado em atitudes que agradam ao Senhor Jesus, ele passa a andar com Deus. E esse andar no dia a dia com o Senhor, traz uma comunhão sempre crescente com Ele. Esta comunhão se traduz pela presença do Senhor na vida deste cristão.

A presença do Senhor na vida do cristão é um tesouro de valor incalculável. Quando uma parenta nossa estava com câncer de colo de útero, internada no Hospital São Paulo, não tinha recursos financeiros. Na mesma ocasião, Linda Eastman McCartney e Leandro (da dupla Leandro e Leonardo) também estavam se tratando de câncer nos melhores hospitais. Estes dois, infelizmente, morreram. Eles eram muito ricos. A esposa de Paul McCartney era filha do fundador da Kodak. Dinheiro não era problema, mas eles morreram de câncer. Minha prima não tinha nada, mas está viva - porquê? Porque ela era uma crente fiel. A presença do Senhor estava com ela nos dias mais difíceis da vida, pois precisou de 42 bolsas de sangue, ficou 69 dias no hospital, saiu de lá com menos de 40 kg, mas já se vão mais de dez anos e ela está viva.

Andar em santidade significa praticar atos que agradam a Deus. E também buscar com interesse o conhecimento da Sua vontade para deixar de praticar aqueles que O desagradam. Fazer o bem e evitar o mal, com um coração alegre e sincero. Ao fazer assim, o cristão está plenamente de acordo com a condição escrita no Salmo 91: "Pois que tão encarecidamente me amou, também Eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o Meu nome. "

Em nossos dias, quando nos deparamos com atitudes surpreendentemente profanas de grandes médios e pequenos líderes cristãos, nós paramos e pensamos: Meu Deus era tudo de mentirinha, de faz de contas... eles são muito hipócritas. Assim temos vistos nossos paradigmas nos decepcionando um após o outro. Vamos, então, por isso, também relativizar e menosprezar as coisas santas? O andar com Deus? o desejo íntimo e profundo de agradar ao Senhor? De certo que não!

A consciência sincera, o andar com Deus, o agradar ao Senhor, tem, sim, um valor incalculável, inestimável e surpreendente. E sabe quando ela se torna útil? A resposta é bem simples: no dia da adversidade. Quando estiver diante do imprevisível, do assombroso, do assustador, do câncer, das dívidas, da doença incurável de um filho pequeno ou adolescente, daquilo que ninguém pode consertar, ajudar ou fazer.

Se você andar em santidade para Deus, se você seguir o princípio de agradar ao Senhor, como assim era do caráter de Jó, como assim disse o Apóstolo João no início deste texto, você vai olhar para cima e fazer uma pequena oração, uma oração até bem curta e o Senhor vai inclinar seus ouvidos vai ouvir suas necessidades. Se Ele quiser, vai atender sua oração e livrá-lo de todo o mal. Mas se você seguir o caminho do mundo, pisar na palavra de Deus e copiar o desvio de muitos bispos, pastores e pregadores, quando você clamar o Senhor não vai ouvi-lo. E nem todo o dinheiro do mundo vai lhe servir recurso.

Há coisas que estão além do alcance das riquezas deste mundo. Se você é cristão e teme ao Senhor, não deixe que os desejos mundanos comandem o seu coração. Não ande na prostituição. Não procure ficar rico jogando na mega-sena. Não deixe que seu coração fique vazio sem ocupação na obra do Senhor. Essas coisas vão impedir sua oração, no dia que mais precisar. A santidade é  uma condição, uma segurança em que você pode orar com a certeza de que vai ser ouvido.

É para isto que serve andar separado do mundo, em santificação perante o Senhor. Um tesouro único, ajuntado dia a dia, cujo valor só vai ser descoberto no dia da adversidade.







.
.