domingo, julho 07, 2019

Morte de Michael Jackson faz 10 anos

.

O caixão dourado-prateado
João Cruzue
Suplemento em 03.09.2009

Foi sepultado ontem, quinta-feira à noite, o Rei do Pop - o cantor Michael Jackson. Falecido em 25 de junho passado, seu enterro ocorreu somente na noite de ontem, pois a causa mortis ainda não era conhecida. Michale Jackson foi sepultado no Cemitério de Forest Lawn, Gleendale, próximo à cidade de LosÂngeles, estado americano da California. Presentes família e amigos. Ele foi embalsamado e vestido como se fosse atuar no seu último show. Michael Jackson foi levado ao túmulo pelos irmãos Tito, Jackie, Randy, Jermaine e Marlon.

Segundo as autoridades americanas, há fortes indícios de que ele foi envenado através de uma aplicação exagerada de medicamentos de uso controlado. Seu médio particular está sendo investigado pela justiça.


VEJA AS FOTOS E TEXTOS SOBRE A MORTE DE MICHAEL JACKSON

IMAGENS DIRETO DE LOS ANGELES


Testamento em favor da mãe
a loucura do fã
Imagens da terça-feira - o corpo de MJ a caminho do Staples Center

Michael Jackson
Foto montagem de uma semana atrás
João Cruz
A família Jackson ainda não desistiu de Neverland para ser o local do sepultamento de Michael Jackson. Depende de requerimentos, permissões públicas; não é tão simples assim. Neverland não está preparada para ser um local de trânsito de muitas pessoas. Pelo menos é assim que dizem. Mas, "copiar" a Graceland de Elvis Presley é muito atrativo. Por enquanto o velório está marcado para o Staples Center de Los Angeles, Califórnia. Cogita-se que o sepultamento também acontecerá no Forest Law Cemitery entre terça e quarta-feira próxima. Mas pode ser um despiste. Neverland nunca saiu dos planos.
Staples Center
O Staples Center tem capacidade para 20.000 pessoas. Assim que a família comunicou que sortearia 17.000 ingressos, houve uma corrida aos computadores. Quinhentos milhões de acessos em pouco tempo.
Michael Joseph Jackson o Rei do Pop nasceu pobre. Tornou-se ídolo mundial. O Rei do Video Clip. Mas morreu endividado: meio bilhão de dólares. Agora está sendo lembrado. Honrado. Explorado pela mídia faminta por audiência e Ibope. A mesma que divulgava que ele era pedófilo. Que se esqueceu dele em vida. Morto, procura homenageá-lo. Eu vi o Willian Bonner dizendo ao final do Jornal Nacional, sábado: "Estamos todos muito abalados com a morte de Michael Jackson." Que cara de pau!

Burial MJ
O caixão dourado de USD25,000
Michael Jackson provou para todo mundo que a fama tem muitos espinhos. Depois da fama ele não soube o que era felicidade. Sempre foi resentido com o pai. Não gostava nem de comer nos períodos mais tristes. A mãe de Michael era Testemunha de Jeová. Diferente de Elvis, Michael sempre se manteve distante de Deus. Tanto que se tornou um muçulmano nominal, por influência de Cat Stevens.

"Lembra-te do teu Criador

nos dias da tua mocidade,

antes que venham os maus dias,

e cheguem os anos

dos quais venhas a dizer:

Não tenho neles contentamento."

Eclesiastes 12:1.


Mensagens de João Cruzué


.

Lembra do Criador nos dias da tua mocidade


João Cruzué

Esta semana foi muita reflexão para mim. Eu pude sentir quão fracos e impotentes somos. Minha cunhada enfrentou duas cirurgias e em três semanas, apesar de tudo, ela partiu e deixou muita dor. A morte é um inimigo real que ronda a nós todos. Fingimos que não acontecerá conosco, mas precisamos contar com essa possibilidade.


Eu sempre detestei visitar pessoas em hospitais, até o dia que fui trabalhar em um. Ali, você pode ver de tudo. A realidade que não aparece nas ruas: os infortúnios, doenças graves, acidentes, feridos de todo tipo - estão nos hospitais.

Como crente no poder da oração, já pude dar graças a Deus por parente curado de câncer, voltando vivo para casa. Por outro lado, também já orei e jejuei por muitos dias e o resultado foi nulo. Eu posso aceitar a decisão do Senhor em deixar uns e levar outros, mas nunca vou compreender bem as decisões Dele.

Esta semana, antes de minha cunhada - Dalva Elisa - a irmã Dalva, falecer eu tive oportunidade de visitá-la no Hospital. Eu pedi licença por um dia de trabalho e fui fazer a visita com minha esposa e filha. Na ocasião, ao entrar na enfermaria, minha cunhada estava com tubos e eletrodos por todo lado. Inconsciente. Uma operação de coração. Depois outra operação na cabeça, hemorragia. Eu tinha acabado de orar à cabeceira, e já me encontrava de saída, quando outros pacientes me chamaram, porque ela tinha levantado a mão, mesmo em coma. Eu voltei e segurei com carinho aquela mão, muito quente, ardendo em febre. Foi a última imagem que tive dela viva.

Muitos oraram, muitos pediram para ir até o hospital e orar. Outros esperavam por um milagre que não veio. Diante da aparência da morte, somos como nada. Impotentes. Dependentes do Senhor. Algumas ocasiões você ora e Deus responde. Todavia há situações que nem orações nem jejum resolvem. É preciso ter uma confiança bem grande em Cristo para aceitar isso.

Quando o sábio de Eclesiastes escreveu o versículo: "Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venha os maus dias, e cheguem os anos nos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento.." ele tinha um propósito com aquelas palavras. E este propósito é: nascer em Cristo, crescer em Cristo, viver em Cristo para quando seus últimos dias de vida chegarem, você também possa dizer: Eu sei em quem eu tenho crido!

Não se lembra do Criador apenas com palavras, mas, sobretudo, com ações. Hoje é o Dia Internacional do Trabalho. Lembra do Criador e de sua ordenança: Ide por todo mundo e pregai o Evangelho a toda Criatura. E ainda, guarde bem esta afirmação sublime: "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás!" Não desperdice a sua juventude com apenas futilidades e uma vida sem propósitos. Em tempos de vasta corrupção, faça um concerto com Deus e consagre sua vida ainda jovem ao Senhor. Não espere pela velhice quando já não terá mais vigor para servir ao Senhor Jesus Cristo.

Para onde todos nós vamos o que vai ficar para trás são nossas memórias. Muitos já deixaram na história uma vida de futilidades, drogas, ociosidade e hipocrisia. Outros deixaram uma vida de compromisso com Deus, como Paulo, Lutero, Wesley, Judson, Carey, Moody, Nee, Edwards, Berg, Vingren. Jesus Cristo ainda é o mesmo. O Espírito Santo ainda é o mesmo. Não desperdice sua juventude e força à toa. Não escreva seu nome na areia, deixe o Espírito de Deus se apoderar de você para escrever seu nome na Rocha.

É tempo de trabalhar, e há trabalho esperando por você na casa do Senhor





.

terça-feira, junho 11, 2019

Fernando Henrique Cardoso e o Valor das Igrejas Evangélicas




Evangelização ao ar-livre
JOÃO CRUZUÉ

Em recente entrevista dada ao jornalista Anchieta Filho da Rádio Jovem Pan, o ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso surpreendeu a todos com esta pergunta: "Porque existe um crescimento tão grande de certas denominações pentecostais? E responde: Porque elas formam uma rede de solidariedade, o país está precisando disso. 

E ele continuou: Essa é uma constatação preciosa, esse crescimento das igrejas evangélicas só acontece porque elas contribuem de forma importante para mudar e disciplinar a vida das pessoas, tornando-as melhor. Porque se expandiria tanto uma coisa que lhes faria mal? 

O comentário sobre o assunto está em Opinião  escrito por Reinaldo de Azevedo no portal da Jovem Pan.

Quero dar início ao meu comentário dizendo que o ex-presidente sempre bem recebido entre os pentecostais, e deles recebeu muitas orações, principalmente por ter sido o homem abençoado por Deus (embora ateu) para debelar a inflação que literalmente devorava o salário do pobre qual uma praga de gafanhotos. O Plano Real implantado em 1994, teve como seu  principal articulador político o Ministro da Economia, que mais tarde veio a ser candidato e Presidente do Brasil por duas vezes.

O Presidente Cardoso nesta entrevista tocou no ponto: As igrejas pentecostais formam uma rede de solidariedade. E testemunho que está solidariedade é harmoniosa em todo Estados da federação. E quando alguém vai e fala de Jesus e um ouvinte dá lugar àquela Palavra de Deus, há uma transformação de vida. O que era desprezível, começa a ter utilidade. A disciplina que o Presidente fala é a DOUTRINA. Palavra que é ensinada na maioria das Igrejas Pentecostais, o famoso Culto de Doutrina que bem conhecemos, por exemplo, da Igreja Assembleia de Deus. Ali é insculpido, gota a gota, a palavra que muda o caráter de uma vida, qual uma gota de água batendo sobre uma pedra. Devagar e serenamente a Palavra de Deus vai incrustando valor ao que nada valia para a sociedade.

Quando, por exemplo, um alcoólatra aceita Jesus, o SENHOR o liberta do vício. Quebra a força maligna do gosto da bebida em sua boca. E, agora, deixando de beber, leva o seu salário integralmente para a sua família. A obra é feita pelo Espírito Santo, através de esforço de um crente que vai até onde está o bêbado para lhe falar de Jesus. E o mesmo Espírito é o agente que liberta o ladrão do pecado de roubar. E ele deixa de roubar e passa a trabalhar para seu sustento e para o sustento dos seus. E estas mudanças são VALORES que são lapidados pela PALAVRA de DEUS apregoada dentro de uma comunidade pentecostal.

E o presidente se admira de ver como o número dos crentes crescem em todo Brasil. Em pesquisas minhas publicadas sobre população evangélica, trago a informação de que a média aritmética deste crescimento ANUAL  de 1960 a 2010 é uma taxa de 5,7%, sendo de 4,91% a média anual da última década. E ele se admira este crescimento porque é justificado pela introdução de um valor social na vida do cidadão.

FHC conclui o assunto, perguntando: Por que se expandiria tanto uma coisa que lhes faria mal? Ou traduzindo em miúdos: Por que se fala tanto mal das Igrejas Pentecostais e elas continuam com um crescimento firme e constante?  Como sociólogo ele bem sabe que ninguém vai atrás de uma coisa que lhe dê prejuízo, que lhe desanime ou deprecie.

E meu comentário sobre este ponto é o seguinte:  Há um rótulo de ladrão atirado sobre os Pastores Evangélicos. E muitos deles, reconheço, ainda não foram quebrados para reaprender a viver com simplicidade. Mas 99,99% desses pastores são homens honrados, determinados, solidários, bons ensinadores da palavra de Deus, e bons lapidadores de almas. Eles conseguem adicionar valor a quem não tinha nenhum. E nisto, o presidente está certo: ninguém continua indo a uma Igreja, se de lá não estiver vindo resultados, o que chamamos de BENÇÃOS. Eu sei que do dia da prestação de contas a JESUS, está escrito que muitos pastores também irão para o inferno por torpe ganância e exploração de ovelhas. O sucesso de um pastor nunca foi nem será  garantia de que Deus se agrada do caráter dele.

Em tempos em que o crack e a cocaína deterioram a sociedade brasileira, onde mais estes agrilhoados pelas drogas vão buscar socorro, senão de Deus através de um crente amoroso ou na porta da Casa de Deus. A política não tem respostas para isto. Os programas que são implantados não atendem nem 1% das reais necessidades. A resposta para um dependente de crack, de cocaína ou de qualquer outra miséria está na Palavra de Deus. Disse Jesus: Vinde a mim todos vós que estais sobrecarregados e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo [maneira santa de viver] e aprendei de mim que sou manso e humilde de coração, e encontrarei alívio para vossas almas.

Sei que o ex-presidente estava falando de política, economia, eleição, mas seus olhos de oitenta e poucos anos ainda estão atentos. Um povo só vai para frente quando mantém altos valores dentro de suas famílias. E o melhor lugar para se aprender  a ter valor é dentro de uma Igreja. Não é a Igreja que muda a pessoa, mas a Palavra de Deus que ela apregoa, esta sim, tem a semente da transformação.

Diante desta palavra de encorajamento (indireto) de nosso ex-presidente, que não é outra coisa senão uma das formas de Deus falar conosco, e ele fala até  pela boca de um ateu (com todo respeito) o que devemos fazer, a não ser continuar nossa rede de solidariedade. Muitos a desconhecem, mas ela funciona muito bem desde Roraima até o Rio Grande do Sul. Ninguém pode estar vendo nem sabendo daquela alma perdida que você levou para Jesus. Até na Igreja, podem pensar que ela levantou a mão para Deus porque foi parar na Igreja sozinha.  Você e eu sabemos que isto não é verdade. Foi fruto de oração, interação, paciência e muito amor de Deus.

E por fim quero alertar para mais um fato. Esta rede de solidariedade já foi maior no passado. Hoje, muitos já se esqueceram do lugar de onde vieram, e já não têm mais o primeiro amor de ir até as periferias, favelas, hospitais e cidades pobres para para uma dívida de gratidão, ou seja: se alguém veio até você para falar do amor de Deus, agora, você também deve ir para fazer a mesma coisa. Se você hoje tem um curso superior, concluiu uma pós-graduação, um mestrado, ou até um doutorado, lembre-se de que a mão do SENHOR é que trouxe prosperidade a sua vida. E, sendo assim, ensine também os seus queridos. Diga-lhes de onde veio, porque veio e como veio. Mantenha  cheia de valores a sua família. A alegria do SENHOR é a nossa força. E quando estamos fazendo aquilo que o SENHOR determina, o ESPÍRITO SANTO se alegra, e sua alegria é estampado no sorriso de nosso rosto. E quando não estamos fazendo o que DEUS determina para que fizéssemos, se olharmos nosso rosto no espelho, vamos ver que ele perdeu o brilho do contentamento.

Deus abençoe o  nosso ex-presidente, Fernando Henrique Cardoso.











sábado, junho 01, 2019

A voz de Deus e a voz do diabo no Livro de Jó

.
Jó, ladeado por Zofar (E), Bildade, Elifaz e Eliú (D)
João Cruzué

Fiz algumas anotações a partir do capítulo 31 do Livro de Jó, disposto a entender o longo discurso do jovem Eliú. Durante este tempo de meditação, comecei a perceber a grande fragilidade da justiça humana perante a justiça de Deus. É com muito gosto que desejo compartilhar meus achados com você, e o principal deles é que nada tenho feito daquilo que poderia planejar para fazer e isto me preocupa.

No capítulo 31, Jó colocou diante dos próprios olhos o caráter  de uma vida inteira. Aqui ele passou em revista as principais regras sociais e morais de um crente em JEOVÁ da sua época: O cuidado com o olhar, e a vigilância atenta contra os enganos de um coração que poderia se inclinar para o adultério à porta da casa do próximo. O zelo pelos direitos trabalhistas dos servos, o negar de um desejo de comida dos pobres, ou uma palavra não, diante dos olhos de uma viúva aflita. O prazer de um bom prato, sem a menor lembrança da necessidade daquele órfão. A indiferença diante da nudez e a não preocupação com aqueles que estão no relento nos dias de frio.

Mas, nada encontrou.

E, continuava Jó fazendo um check-list do compliance sobre a lista de normas de comportamento e da moral de sua época. A análise da qualidade de seu cobertor de pele de cordeiro diante da cobertura de frio de um desamparado. Jó procurou nos recônditos de sua memória se algum dia enxotou de sua porta alguém que veio lhe pedir um auxílio. Depois avaliou o comportamento do seu coração diante do ouro e do celeiro de uma grande fazenda. Examinou se seu coração não andou adorando o sol e a lua, desprezando o Deus Todo Poderoso. 

Mas, nada encontrou.

Jó também procurou em sua vida encontrar um momento onde se alegrou com a desgraça de algum inimigo seu, e se gargalhou quando o mal atingiu a casa de seus adversários. Checou nas anotações da sua memória se por ventura, algum dia, deixou de dar pousada ao estrangeiro e ao estranho que passava a noite na rua. Considerou também se não caiu no pecado de Adão, que pecou,  se escondeu, e pois a culpa em Deus por lhe ter dado aquela mulher. E por fim considerou se havia comido do começo da colheita do produtor prometendo pagar no futuro, sem nunca ter pagado e entristecendo com isto a alma de quem trabalhou.

Mas, no seu coração nada encontrou de injustiça, e assim termina o capítulo 31.

Nos capítulos 32 até o 37, um novo personagem aparece: o jovem Eliú, falando, repreendendo e acusando a Jó Durante seis capítulos inteiros. Falou mais que os quatro capítulos de Elifaz, o mais velho dos amigos de Jó. Mais que os três capítulos de Bildade e mais que os dois capítulos de Zofar. Eliú comparou a sua língua a um odre novo cheio de mosto pronto para estourar.

O curioso é que as palavras de Eliú, na maioria das vezes passam pelo terreno da sabedoria e, subitamente ele aparece dizendo coisas desta natureza: Os grandes não são os sábios nem os velhos entendem o que é reto. Na verdade, há um espírito no homem, e a inspiração do Todo-Poderoso os faz entendidosMinha intuição diz que ele estava sendo muito presunçoso. Nas entrelinhas, estava dizendo que ele era inspirado pelo Todo Poderoso, por isto era mais sábio que a sabedoria dos três amigos de Jó.

Disse mais à frente para Jó que fora Deus quem o havia derrubado e não homem algum. Ao falar assim, ficou notório que a inspiração de Deus que dizia ter era falha. Neste ponto, mora um grande perigo: de sermos seguidores de falsos líderes religiosos. Durante 90% dos discursos dos "eliús" nós ouvimos obviedades acacianas. Nos 10% restantes, que não estamos atentos vem o fermento maligno que pode nos desviar do caminho. Se Eliú fosse de fato inspirado por Deus, saberia que não fora Deus quem derrubara Jó, mas o diabo. A presunção de Eliú o levou à soberba - o dono da verdade. A soberba é um pecado mortal.

No capítulo 34;11, Eliú voltou a bater na mesma tecla dos três amigos de Jó - sobre a lei moral da semeadura: "Porque, segundo a obra do homem, Ele lhe paga; e faz que cada um ache segundo o seu caminho". E continuou Eliú nos vv. 35 e 36: "Jó falou sem ciência, e às suas palavras falta prudência. Pai meu! Provado seja Jó até o fim, pelas suas respostas de homens malignos"

No capítulo 38, Deus aparece falando com Jó. Não houve resposta de Jó para Eliú. Também não há mais menção dele nos capítulos restantes do livro. Deus ficou irado com o comportamento e as palavras do três amigos de Jó, todavia, nem citou o nome de Eliú. Muito interessante! Foi o que mais falou e nada ouviu como réplica. A única resposta que encontrei foi esta: Quando alguém diz que fala pelo Espírito de Deus sem que isto seja verdade, seu coração está morto no engano, que teve origem na presunção e na soberba.

Quanto a Jó, depois dos conselhos misturados com agressões gratuitas, alcançou a graça de Deus. O Deus Todo-Poderoso, primeiro, confrontou a ciência de Jó no capítulo 39. E Jó descobriu que sabia muito pouco das obras da criação de Deus. Mas, Deus não disse a Jó nem uma palavra sobre sua situação miserável. Também não comunicou a Jó que fora o diabo o agente causador de tudo. 

No capítulo 40, Jó experimentou que sua justiça pessoal era como nada diante da glória de Deus: "Eis que sou vil, que te responderia eu? A minha mão ponho na minha boca"E Deus continuou falando das grandezas de sua criação. E Deus foi crescendo em profundidade  e altura diante dos olhos de Jó.

No capítulo 42, Jó se humilha e diz: "Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus pensamentos pode ser impedido". Entretanto, é nos versículos 5 e 6 que Jó chega a consciência da sua nano justiça  diante da incomensurável justiça de Deus: "Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te veem os meus olhos. Por isso, me abomino e me arrependo no pó e na cinza".

E foi assim que depois de ter perdido todo seu patrimônio, enterrado todos seus filhos, adoecido e ferido em carne viva por uma doença desconhecida, sofrido a ação de uma terrível lavagem cerebral e de ter ouvido a falsa sabedoria de um jovem presunçoso, que Jó teve um encontro com Deus. O Deus Todo-Poderoso que ele conhecia de ouvidos, se tornou visível diante de seus olhos. E quando Jó ficou diante da presença de Deus, ele teve a exata medida da justiça humana: um nada, diante da santidade de Deus.

Em nenhum momento Deus julgou necessário dizer a Jó que por trás de todas aquelas desgraças estava um diabo invejoso. Se tivesse feito isso, Jó poderia ter se transformado em um caçador de demônios e perderia todo o seu tempo com  foco apenas em demônios e deixando as coisas mais importantes por fazer. Como não dissera nada, Jó nada soube a não ser que deveria orar por  três amigos enrascados.  

Depois disso, Deus virou o cativeiro de Jó. Ele teve uma nova família com  sete filhos e três filhas e um patrimônio dobrado. E para não começar do zero, Deus tocou no coração de todos os parentes e conhecidos que foram até sua casa com presentes de valor para se alegrarem com Jó.

Final: Deus ainda não apareceu diante dos meus olhos. Talvez isto nunca aconteça. Mas, já estou bem ciente de que por mais santo e justo que eu seja, não vou conseguir ficar de pé ou vivo diante da presença Dele.




domingo, maio 19, 2019

Brenda Gabriela faz 11 anos

.
Geiza Mari Silva - Mãe de Brenda Gabriela
João Cruzué

A criança Brenda Gabriela foi raptada durante o culto, em 10 de junho de 2012, no dia da festa de celebração do 60º aniversário da Igreja Deus é Amor. A cidade inteira acompanhou os noticiários; até a Presidente Dilma lançou um apelo. Somente duas semanadas depois, em 25.06.2012,  Brenda foi encontrada, em resposta a muitas oração. Este ano (2019) ela faz 11 anos. Sete anos já se passaram, mas parece que foi ontem.

Um morador de rua apareceu com uma criança no dia 25 de junho (2012) em uma casa de doces na Rua Vergueiro, na Vila Mariana.  Atrás do balcão,  um funcionário olhou e  pareceu-lhe já ter visto aquela criança. Uma fração de segundo depois, ele já estava gritando atrás daquele homem que saiu correndo, deixando a criança para traz. Era o fim do sequestro de Brenda Gabriela.

 A Polícia Militar foi chamada pelo 190 e a criança foi levada para 6º Distro Policial. Assim acabou um rapto de 15 dias.

A criança era Brenda Gabriela,  na época com 04 anos. O moço balconista da casa de doces da Rua Vergueiro era Paulo Cesar de Freitas - que morava na mesma rua  dos pais Brenda. Esta  agradável coincidência tem uma explicação: Resposta de orações!  As chances de uma criança de quatro anos ser encontrada nas ruas da grande São Paulo por um vizinho são muito, mais muito reduzidas mesmo.

Eu já presenciei muitas destas "coincidências". Sei que é a mão de Deus operando em favor dos crentes. Louvado seja o Nome do Senhor Jesus Cristo!


Fontes: Radio CBN / BAND NEWS FM









.

O vento na copa das amoreiras


.
João Cruzué

Por seis anos tive a oportunidade de participar da reunião de cooperadores da Igreja Assembleia de Deus, da Rua Jacutinga/Indianópolis, sob a liderança do inesquecível Pastor Luís Branco. Um português que costumava dizer que nem todo dia se encontra pão quentinho no balcão da padaria. Uma analogia sutil quanto ao excesso de expectativa por uma palavra inspirada de um velho pastor em todas as reuniões. Embora se preocupasse com o dia da falta de "pão", nunca presenciei tal. Foi ali que, por algumas vezes, ouvir o ensino sobre o sopro do vento na copa das amoreiras.

Pastor Luís pertenceu à terceira geração dos ministros da Igreja Assembleia de Deus do Brasil. Uma geração que ainda não tinha sido amalgamada com o evangelho neo-pentecostalista. Um evangelho de grande apelo aos ouvidos das massas; que produz conversões aos milhares, mas que por outro lado, semeia sobre a pedra e também cresce entre os espinhos. Sua mensagem vem saturada de palavras tais como: conquistas, vitórias, travessia de mares... aceite Jesus, para se dar bem na vida material. O meio (Cristo) a serviço do bem-estar dos convertidos, que produzirão abundantes recur$os (fim) para os bispos da nova era.

O tropel do vento sobre a copa das amoreiras era o sinal da vontade de Deus prevalecendo sobre a vontade do Rei Davi, no início de seu reino sobre todas as tribos - de Judá e Israel. Na primeira batalha contra os filisteus, Davi orou perguntando se poderia ir direto à guerra. E a resposta foi sim.

Da segunda vez, os exércitos dos filisteus eram ainda maiores. E Davi orou pela segunda vez.

A vontade de Deus não se mostra pela rotina. Há sempre novidades. E desta vez Davi ficou surpreso com a orientação de Deus: Esperar pelo sinal. Pelo barulho como um sopro forte do vendo pela copa das amoreiras. Não houve explicação para a mudança, mas eu imagino que no plano espiritual os exércitos do mal estavam preparados para destruir o rei. Então as legiões de Deus tiveram que abrir espaço pela copa das amoreiras.

Neste momento, há muitos líderes evangélicos que estão liderando suas Igrejas pelo mesmo caminho da rotina de sempre. Eles não têm mais ouvidos para saber qual é a vontade genuína de Deus para cada problema. E cada vez que uma batalha entra por um caminho rotineiro, o confronto com o mal tem poucas chances de vitória. A vontade permissiva de Deus nada mais é do que seu respeito pela imprudência dos homens.

A legítima vontade de Deus ainda pode ser seguida, mas a arrogância de certos líderes tem expulsado a presença de Deus de seu sacerdócio. Eles são como os sacerdotes dos dias da morte de Cristo. São como os membros daquele sinédrio onde se viviam em simbiose com Roma. Cristo para eles era um estranho e um estorvo.

Pela copa das amoreiras dos dias de hoje já não passa mais o tropel das legiões espirituais dos exércitos do Céu. Enquanto isto, a sombra do profano escurece a Igreja - A Casa de Oração de Deus para todos os povos.

Ainda há esperança?

Sim! Pois Deus há de derrubar no pó as famílias dos homens que têm sido instrumentos de tropeço para as almas dos perdidos que pelo testemunho dos primeiros têm amaldiçoado a casa de Deus.

Maranata! Ora, vem, Senhor Jesus. Aviva tua obra no meio dos anos.







.

domingo, maio 05, 2019

Bancada Evangélica da Câmara Federal está abaixo das estatísticas

.


Por: João Cruzué

O falido Grupo Abril foi vendido simbolicamente por R$ 100 mil reais. Em agosto do ano passado, segundo o G1.globo.com, a dívida da Abril somava R$ 1,6 bilhão de reais. Sua maior publicação é ou era a Revista Veja  que adorava descer a lenha nos crentes. A coisa mudou

Na edição desta semana (8 de maio de 2019) publicou matéria de capa sobre a Bancada Evangélica da Câmara Federal e a Ministra Damares Alves. Minha contagem deu, surpreendentemente, 16 páginas - 38 a 52 mais a capa.

A importância do parlamentar evangélico é a seguinte: ele recebe bons ensinamentos da Igreja de onde veio. Com certeza não é falto de sabedoria, por isso, pode e deve  ser muito cobrado. Se pisar fora do caminho, além de não mais se reeleger, pode até ir para a Papuda.

Vou encurtar o texto e ficar apenas com os 120 Deputados da Frente Parlamentar Evangélica. É pouco. Se o Brasil, hoje, tem, aproximadamente, 29% da população brasileira, então esta bancada deveria ter uma representação 147 parlamentares. 

Os tempos estão mudando. É por isso que há muito tenho dito: se em lugar de projeto de representação todas as Igrejas Evangélica lapidassem um senhor Projeto de Evangelização,  em 10 anos não teríamos apenas 150 deputados, mas 342. 

Por falar em Plano de Evangelização, veja a situação do Evangelho no seu Estado, na última coluna do quadro abaixo. Em minha leitura,  Piauí, Sergipe e Ceará são os  três Estados menos evangelizados do Brasil. 
Autoria do quadro: Cruzué, João Batista





.....





Estimativa da População Evangélica para 2020 base IBGE



Crédito: Publicação Welton - Instagran
O Brasil a cada dia é  mais evangélico
Por João Cruzué

Estimativa da população evangélica do Brasil, com base em censos e projeção do IBGE para a população do Brasil em 2020. A partir destes dados e da taxa de crescimento de 42,3077% - período de 2000 a 2010 -, mantida para 2010 - 2020, apresento meu trabalho que, entre outras informações, mostra em ordem decrescente os Estados mais e menos evangelizados do Brasil. É um trabalho ortodoxo, sem exageros, elaborado a partir de pesquisas e referências oficiais.  Por ser uma estimativa, ressalto que esta taxa de crescimento repetida pode ficar abaixo do crescimento real, não sendo nenhuma surpresa se a participação dos evangélicos chegar a 30% da população brasileira em 31/12/2020.


Quadro de autoria de Cruzué, João Batista

Referências:

1. https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2000/tabelagrandes_regioes211.shtm
    (População de Tocantins, posteriormente foi  corrigida pelo IBGE,conforme link abaixo )

2. https://censo2010.ibge.gov.br/sinopse/index.php?dados=4&uf=00

3. https://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/
   (Quadro Brasil - População total, homens e mulheres 2010-2060)

Nota: A projeção do IBGE para a população do Brasil em 2020 é de 211.755.692 habitantes. Para estimar a população de cada Estado, utilizamos a taxa de crescimento de cada um no período de 2000-2010, calculada com aplicação de redutor de aproximadamente 1,5% (0,984949).


IMPORTANTE:
Caso queira utilizar os dados da minha pesquisa e trabalho, por favor solicite, primeiro, minha autorização. Endereço eletrônico: cruzue@gmail.com



domingo, abril 28, 2019

Estatística dos Evangélicos nos Estados Brasileiros

.
Missões Nacionais

Pesquisa de dados por João Cruzué/Blog Olhar Cristão

João Cruzué

Apresento aos departamentos de missões evangélicas  este quadro de minha autoria, compilado dos 27 gráficos do  IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, onde aparece população brasileira amostrada por  estado e por religião no Censo de 2010.

Acrescentei uma coluna (%) onde apare as percentagens da população evangélica por estado. Os estados menos evangélizados do Brasil podem ser vistos na parte inferior da tabela. Neste exame, o Piauí é o último colocado com apenas 9,7% de evangélicos.

Mapa 1
Mapa Religioso Oficial do Brasil - Censo IBGE  2010


É minha contribuição para livre uso em eventos voltados para planejamento e projetos de evangelização e missões internas. Bastando em troca a menção de meu nome como autor do quadro e do cálculo das percentagens.Não se esquecendo de mencionar o crédido da fonte de informação principal - o IBGE.

OS 27 GRÁFICOS aludidos podem ser clicados a partir do mapa disposto na página www.censo2010.ibge.gov.br/amostra/

 Contato: cruzue@gmail.com

A paz de Cristo.



domingo, abril 21, 2019

Posso tudo no Senhor Jesus que me fortalece


"Andemos por fé,  e não por vista"
(Apóstolo Paulo) 
Medalha
João Cruzué
.
Por que muita gente se acha burra? Uma professora minha disse em sua aula que o cérebro tem um quilo e meio de massa e além de ser um milagre de Deus, pode ser também uma fábrica de crenças bloqueadoras.  

Estou velho demais;
É muito tarde para começar isso;
Não deu certo da primeira vez;
Eu sou um negro coitadinho; 
Eu sou uma branquela sem futuro;
Deus já se esqueceu de mim;
Na fila dos cérebros, eu cheguei atrasado;
Vou morrer na miséria;
Meu filho nunca vai largar as drogas;
Não vale a pena estudar;
Meu único caminho agora é me matar;
Não aguento mais ficar naquele trabalho; 
Minha saúde nunca vai melhorar;
Não consigo passar naquele concurso e
Deus não gosta de mim, etc.

Ninguém é burro, porque o CRIADOR fez cada um para um grande e maravilhoso propósito. Não aceite o rótulo de burro, porque se Deus tivesse criado você para ser um burro teria lhe dado quatro patas e duas orelhas grandes. E mesmo um burro, de burro mesmo não tem nada.

Há respostas e planos para todos os problemas do mundo dentro do seu cérebro. Como disse aquela mãe no filme "Mãos Talentosas" Você só precisa enxergar além daquilo que você vê" 

O mesmo conselho, deu o Apóstolo Paulo para os cristãos de Corinto: Andemos por fé, e não por vista."

O que você está vendo? Uma parede? um buraco sem fundo? uma vida destroçada? E se você levantar um pouco mais os olhos, o que sua imaginação pode ver? Deixe-me dar algumas sugestões

Um canudo de Doutor. 
Uma casa de três andares. 
O melhor emprego da sua vida. 
Três carrinhos de compra lotados no supermercado; 
Uma conta bancária com saldo mensal suficiente para você e sua família. 
Uma pessoa maravilhosa que Deus colocará em sua vida! 
Alegria de viver.
O pagamento de todas suas dívidas, etc.

Deus não é um mágico a nosso serviço. Isso ele não é. Mas Você precisa usar sua imaginação, e deixar de aceitar as sugestões do diabo, onde tudo é notícia ruim.  Nossa imaginação é uma fábrica de sonhos, ela pode  mostrar-lhe grandes coisas. Um dia, todo este fracasso e pessimismo será passado, e você, agradecido a Deus pelos tempos difíceis porque estes foram um ponto de inflexão em sua  vida. A mesma probabilidade de algo dar errado, também pode ser de dar certo.

Por fim, o cérebro só consegue  levar você ao grande propósito de Deus para sua vida, se você fizer ele trabalhar: orando, estudando, trabalhando, engatinhando, andando, correndo, voando! 

Não perca tempo com coisas lhe garantem um adorável lazer, mas que o deixam ignorante. Não há limite de espaço para o conhecimento dentro da sua mente. Mas se você deixá-la ociosa ou alimentá-la com coisas inúteis, não só vai falhar na conquista daquilo que Deus planejou para você, como também privar a sua família de um futuro melhor.

Se você olhar só para baixo, vai continuar vendo só miséria e coisas ruins. Se levantar um pouco os olhos, vai começar a ver uma luz, alguma claridade a sua frente. Se continuar levantando os olhos, você vai ver a bênção de Deus para você, um pouco mais longe. Se você olhar para cima, vai ver que o céu de Deus não tem limites.

Não deixe que o diabo oprima você com uma enxurrada de notícias ruins. Ele trabalha com mentiras; se você lhe der crédito, e perder seu tempo com coisas ruins, vai acabar pensando que elas são verdades, mas não são. Se o SENHOR DEUS tem um propósito na sua vida, é da vontade DELE cumprir este propósito. E se é da vontade DELE, tudo você pode naquele que "te" fortalece.









O profeta Ezequiel e a predestinação calvinista


Rolos sagrados

João Cruzué

Há muito, tenho ouvido esta assertiva calvinista: Uma vez salvo, salvo para sempre; o homem nada fez para ser salvo e nada precisa fazer para manter ou perdê-la - o ensino de uma salvação absoluta. Eu sei que na Bíblia tem pontos difíceis, um deles é Romanos 9;13 - "Amei a Jacó e aborreci Esaú". Será que Deus olhou para os dois e, de repente, simpatizou-se com Jacó e não foi com a "cara" de Esaú? Vamos ver isto um pouco mais de perto.

Muitos pregadores crucificam o caráter de Jacó, com suposições sem fundamento. Será que Jacó era mesmo um enganador, tanto quanto Abrão era um mentiroso?  Não é propósito deste texto tratar desta questão, considerando que os feitos  dos dois falam por si. O coração de Jacó se inclinava para o sagrado, enquanto que o de Esaú era profano. Mundano. Quando arranjou duas mulheres heteias, formou um lar dentro de um conceito de família reprovável. As duas foram fontes de amargura para sogros. Mas, o que mais pesou no coração de Deus para aborrecer a Esaú, foi o desprezo deste pela bênção da primogenitura.

Estive meditando por esses dias no livro do Projeta Ezequiel. Mais precisamente no capítulo 33. Se por um lado, Filipenses 1:6 diz que "Estou certo, que aquele que começou a boa obra em vós, a aperfeiçoará até o dia do Senhor Jesus, no capítulo 33 de Ezequiel, entre outras coisas, está escrito assim:

EZEQUIEL 33:13
"Quando eu disser ao justo
Que certamente viverá,
E ele, confiado na sua justiça,
Praticar a iniquidade,
Não virão a minha memória
Todas as justiças,
Mas na sua iniquidade
que pratica, morrerá."

EZEQUIEL 33:14
"E quando eu disser ao ímpio:
que: Certamente morrerás;
Se ele se converter do seu pecado,
e fizer juízo e justiça,
Restituindo o penhor,
Pagando o furtado,
Andando nos estatutos da vida
e não praticando iniquidade
certamente, viverá,
E não morrerá!"


Daí, meu entendimento é assim: 

A salvação é de graça e pela graça. E Deus, vendo a terra e os homens na miséria do pecado, decidiu descer até aqui, para trazer sua graça até nosso nível. E uma vez tendo sido perdoados e salvos, os frutos são uma consequência natural.  Mas, a salvação proposta por Deus não é uma reta de chegada, mas um caminho a ser percorrido. A porta é Jesus e depois da porta segue-se o caminho estreito. A salvação é recebida de graça, é mantida pela graça, mas pode ser perdida se, de nossa parte, desprezarmos a santificação, a justiça e a comunhão com Deus.




.






sexta-feira, março 08, 2019

Dia Internacional da Mulher 2019

.
08 de MARÇO de 2019

Este é o dia que fez o SENHOR; alegremo-nos e regozijemo-nos  nele. 
Foi o SENHOR que fez isto, e é coisa maravilhosa aos nossos olhos.  
Salmo 118-24 e 23.

Homenagem ao Dia da Mulher
João Cruzué
.
O mundo muda devagar. Mas ele muda. O reconhecimento dos mesmos direitos para gêneros diferentes tem evoluído mais nos últimos 90 anos que em qualquer outra época. Principalmente no meio da sociedade cristã, que veio do judaísmo. Mesmo assim, a cultura preconceituosa latente da pouca valorização da mulher dentro dessa sociedade, ainda tem muito que melhorar.

No Brasil, já não é mais estranho que a mulher seja Prefeita, Governadora, Juíza, Ministra ou Presidente. Por outro lado, se formos utilizar dados estatísticos, para tabular de que sexo é a maioria dos bebês que são abortados e abandonados pelas próprias mães, você e eu já sabemos a resposta: É do sexo feminino. É o que chamo de cultura preconceituosa latente.

Na Índia, existem programas  de políticas públicas do governo com o objetivo de estimular a mulher a continuar os estudos depois do casamento. Analisando de perto o problema, entendi que a preocupação é mais econômica do que de valorização. A economia indiana perde trilhões de rúpias, todo ano, pela falta de graduação das mulheres. Com menos estudos, elas ficam com menor potencial de produção e de consumo - um tropeço paquidérmico em um mundo cada vez mais globalizado.

Na Arábia Saudita, o berço do Islã onde fica a cidade sagrada de  Meca, na casa de Mohamad - o  Profeta de Alah, a mulher é tão inferior ao homem que ainda não tem o direito de dirigir um automóvel nas ruas.  Coisa mais comum que acontece, por exemplo, na Cidade de São Paulo.

Por que a Inglaterra e os Estados Unidos prosperaram tanto nos últimos 400 anos? Por que será que o Cristianismo cresceu mais que todas as religiões no mundo? Minha resposta ainda não tem base científica, pois não tive tempo para pesquisar. No entanto, minha intuição diz que isso foi devido a aceitação crescente da mulher como ser inteligente e do seu papel na sociedade como ser mais sensível, solidário, responsável e comunicativo. Isto teve, sim,  grande influência social, política e econômica.

Agora vamos falar de liderança eclesiástica feminina na Igreja evangélica brasileira. Tomamos por exemplo a Igreja Assembleia de Deus - a minha casa. Durante 16 anos frequentei as reuniões de obreiros desta Igreja em São Paulo. período que foi de 1988 a 2004. Tanto no ministério de Madureira quanto na "Missão". Naquela época, era apenas um "clube do Bolinha" onde nenhuma mulher punha os pés - nem a esposa do Pastor. De sete anos para cá mudou. Melhorou. Tornou-se  rotina a presença de oficiais e suas esposas. Naturalmente, seguindo o costume do que já acontece lá fora, há décadas. 

Será que a Igreja Evangélica atual esta errando ao outorgar ministério as mulheres? Literalmente, sim. Mas biblicamente, não. Deus colocou um sacerdócio provisório nas mãos da tribo de Levi. Mas o sacerdócio definitivo mudou para a tribo de Judá, por promessa e pelo advento do Messias. Creio que quanto ao ministério feminino, quem decide sobre está questão é o Espírito Santo. No tempo de Jesus havia servidão e escravidão. Ele não polemizou sobre essas práticas e, com o tempo elas foram reprovadas, repudiadas e banidas do meio cristão. Mas, quanto às mulheres, ele as considerava publicamente, coisa admirável naqueles dias.

O livro de Hebreus trouxe uma mensagem revolucionária demais, para os dias que foi escrito. Registra  os conceitos de uma mudança radical do Velho para o Novo Testamento. Mostra  que expiação dos pecados feita pelo sangue de bodes e cordeiros tinha passado e caducado. O sangue do Cristo inocente, derramado na cruz do Calvário, dali por diante alcançava o status de sacrifício perfeito, definitivo e eterno. A aceitação desta mudança não foi coisa de dias nem de anos. Até hoje, há judeus que não aceitam Jesus como o Messias profetizado. 

Lembro,  também,  quanto foi traumática a experiência de Paulo.  Ele só conseguiu enxergar o Cristo que estava combatendo depois do momento que ficara cego.

Jesus tinha uma cultura particular para tratar com as mulheres. Nas muitas vezes que o vemos na Bíblia dialogando, seja com a mulher samaritana, a viúva de Nain, a mulher do fluxo de sangue, a mulher encurvada, a mulher adúltera, a ex-prostituta  lhe enxugando os pés na casa do fariseu Simão, Maria Madalena, Marta e Maria irmãs de Lázaro, a mulher siro fenícia ou o destino da mãe aos cuidados do evangelista João. Isto dispensa comentários e mostra que Jesus era muito diferente da cultura machista daquela época.

A crescente aceitação e valorização da mulher no mundo cristão ao longo dos séculos vem, ou pelo menos deveria vir, da mesma forma com que Cristo olhava para as mulheres. Ele as olhava como seres humanos iguais e não inferiores aos homens. É isso que penso.

Quanto à questão do aborto. Vejo, principalmente, os líderes políticos de influência ateia-marxista tomarem a iniciativa de propor e lutar por leis que descriminalizam o aborto, o casamento gay em nome de uma suposta "modernidade". Pessoalmente, do ponto de vista cristão, acho que estas medidas de suposta proteção feminina escondem um grande sofisma. Na verdade isto  é prejudicial às próprias mulheres.  Explico: Se o aborto se tornar legal no Brasil, ele também vai aumentar a banalização da vida. Nos países onde isso é permitido (Japão, por exemplo) nos pré-natais alguns médicos induzem descaradamente as pacientes pobres e fragilizadas a abortarem.  E nesta decisão a pressão é maior se o feto for do sexo feminino. Mulher abortando mulher. Que espécie de direitos da mulher  é este?


A violência contra a mulher está longe de ser resolvida no Brasil. A prostituição infantil aumenta insidiosamente. As delegacias da mulher, espalhadas pelo país, ainda não são institutos fortes. Os estupros praticados por pais, padrastos, avôs e, pasmem: bisavôs, ainda continuam escondidos (e tolerados) debaixo do tapete. Homens agredindo violentamente  - e matando - suas  ex-companheiras.  

Estas coisas acontecem muito porque falta uma consciência verdadeiramente cristã dentro dos lares. É preciso de uma mudança endógena, de dentro da fora. A igreja cristã deve bater mito forte na bigorna dos VALORES cristãos. É contra uma cultura milenar de desvalorização feminina que é preciso lutar.

A mulher cresce e potencializa-se econômica, social, sentimental e profissionalmente quando a família abre a porta para o Cristo que bate.

Que venham dias melhores. Eu estou orando e torcendo por isso.

Salve  08 de Março de 2019,  Dia Internacional da  Mulher!


.









Mãos de Marta e Coração de Maria

Photobucket
Maria, Marta e Jesus.
João Cruzué

No dia que escrevei este post, 
desci à sala para orar, e um pensamento veio, para pedir ao Senhor que falasse comigo. Ao abrir a Bíblia, antes da oração, que Deus falou. E como gosto de fazer, vim até aqui para compartilhar. sobe o elo que existe entre os fatos passados na casa de Marta e Maria e a parábola do "bom samaritano".

-Senhor fala comigo pela sua Palavra, eu pedi. Há dias em que temos mais necessidades de orar que outros, e esta semana em especial, tem sido bem difícil, pois são vários os motivos para bater, buscar e pedir recurso onde se pode achar.

Meu antigo companheiro, auxiliar dos meus tempos de "pastor" estava fazendo quimioterapia. A esposa de outro amigo de muitos anos, também colega de ministério, jazia em um leito de UTI, havia três meses. Seu cérebro foi muitíssimo danificado com três paradas cardíacas. Isso ainda não foi tudo. Um antigo Pastor, dos meus tempos de jovem, estava há mais de 12 anos em uma cadeira de rodas, deprimido. Não mais lê, deixou a fisioterapia, disse-me que apenas fecha os olhos e ora constantemente. Depois de ter sofrido um derrame, teima que só voltará à Igreja depois de curado e de uma forma maravilhosa, mas já se passaram mais de 12 anos.... Como você pode perceber,  minha alma não estava tranquila diante dessas coisas tristes.

Ao abrir a Bíblia no final do capítulo 10 de Lucas veio o texto de Marta e Maria, continuando na parábola do bom samaritano. São palavras muito conhecidas, mas que naquele dia se fizeram novas para mim.

A preocupação de Marta era o serviço. Andava para lá, andava para cá. Imagino, arranjando lenha, assoprando brasas do fogo, limpando as panelas, assando um pão, talvez depenando alguma ave ou mesmo temperando um pequeno cordeiro. O tempo passava depressa a  noite estava se aproximando , e nada da ajuda de Maria.

Maria se esquecera completamente do serviço. Assentada aos pés de Jesus, (não havia nem cadeiras nem mesas altas naquele tempo e naquela cultura) ouvia com o coração ardendo o falar do Mestre. O tempo passava e ela não se cansava, como de vez em quando ainda acontece em nossos dias, quando a presença do Senhor se faz muito forte em algum culto.

Marta estava preocupada em servir, e Maria esquecera-se de tudo para  ouvir;  ouvia e queria mais ouvir as palavras do Senhor. Marta receosa de não dar conta do trabalho sugeriu ao Mestre: Senhor, não te importas que minha irmã me deixe servir sozinha? Dize-lhe, pois, que me ajude.

A comunicação é uma coisa boa; precisamos mesmo nos comunicar. Mas comunhão é algo muito mais profundo. Qualquer um pode comunicar-se, dizer bom dia, boa tarde, reportar o tempo; alguns podem orar acompanhados por uma hora, duas ou quem sabe até uma vigília inteira. Mas nem todos assuntos falados significam comunhão; isto é mais que sabido. Por exemplo: tenho duas filhas. Uma já se casou e a mais nova já tem namorado. Imagine que eu me assente à sala e passe a tarde inteira junto aos dois "segurando vela", como se diz em nossa cultura. Eles podem conversar assuntos os mais variados - mas nenhum deles vai ter a coragem necessária, por exemplo, para dizer "eu te amo".

Ano de 2019, século XXI - aqui estamos nós. Afadigados, preocupados, sem tempo... Como diligentes Martas, quem sabe até dando ordens ao Senhor. É um corre-corre, um sobe-e-desce, um ensaia-ensaia, um prega-prega, um canta-canta, um ensina-ensina   domingo, segunda, terça, quarta, quinta, sexta, sábado e chega o outro domingo. Estamos servindo? Sim! Estamos trabalhando? Muito! Estamos nos afadigando? Sim! Mas, por que estamos vazios e colhendo tão pouco?

Não temos mais tempo para comunhão com o Senhor. 

Não mais somos como um noivo/a apaixonado/a. Ele quer nos ouvir e também falar conosco, mas não temos mais tempo para isso. Estamos nos enganando ao pensar que se trabalharmos dez vezes mais seremos 10 vezes mais eficientes na Igreja, planejando que órgão ou departamento que cuidamos vá decuplicar de tamanho. Aí começa vir a besteiras, pois não conseguimos mais orientações com Deus.

A conseqüência disso pode ser entendida na mesma página da minha Bíblia. "Descia um homem de Jerusalém para Jericó e caiu nas mãos de salteadores, que o despojaram, espancaram-no, deixando-o quase morto. E ocasionalmente, descia pelo mesmo caminho um sacerdote, que vendo-o, passou ao largo. Eis que de igual modo, também passava um levita, que também o viu e passou ao largo.

Quem são o sacerdote e o Levita? Decerto que representam os que conhecem e ensinam palavra de Deus. Apressados, estressados com a fadiga do serviço do altar, não conseguem mais ouvir a voz do Senhor por falta de comunhão. Eles são como as mãos de Marta.

"Mas um samaritano que ia de viagem aproximou-se do ferido e vendo-o moveu-se de íntima compaixão". Talvez por ter sofrido no passado um ataque semelhante. "E aproximando-se, atou-lhe as feridas aplicando-lhes azeite e vinho. E pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem e cuidou dele. E partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, deu-os ao hospedeiro e recomendou-lhe: Cuida dele, e tudo o que mais gastares, eu to pagarei quando voltar". Aqui o temos um resultado diferente, pois atuaram em conjunto as "mãos" de Marta e o "coração" de Maria.

Os três personagens viram a mesma cena, mas suas atitudes foram inesperadas. Os dois primeiros julgaram que sua religião ou seus afazeres eram mais importante e tinham prioridade sobre um estranho caído no chão. O primeiro era um ministro a serviço do altar e segundo seu discípulo. Seus olhos não mais se comunicavam com o coração. Em algum lugar de suas vida eles perderam a compaixão e tornaram-se insensíveis à voz do Espírito que fala. Do samaritano poderia se esperar tudo, menos compaixão. 

E foi assim que entendi antes de começar minha oração, que não importa quão engajados nós estejamos em grandiosos projetos aos olhos alheios ou dos nossos próprios, há uma grande multidão muda, surda e em grande miséria ao nosso redor. Se dermos prioridade as coisas que nos interessam e relegarmos ao secundário os momentos que precisamos passar a sós com Deus, necessários para ouvir a Sua voz e fazer a sua vontade, ficaremos irremediavelmente secos de compaixão.

Por isso, vamos colocar o título da mensagem na ordem correta: "Coração de Maria e mãos de Marta". Primeiro a comunhão e depois o serviço.







..