domingo, setembro 12, 2010

A Igreja Evangélica Brasileira no Japão em 2010

.
Casal: Cíntia e Marcelo

Cintia Aragão Kaneshigue* - Japão

Blog a Última Hora

Minha visão sobre a situação do Japão, em contraste com o ano passado, melhorou. A oferta no mercado de trabalho aumentou consideravelmente, tanto para os japoneses quanto para os estrangeiros. Porém, muita coisa mudou depois da crise financeira vivida pelo mundo todo em 2008. Todos os estrangeiros que escolheram permanecer em solo japonês tiveram que se submeter as novas regras: fluência na língua japonesa e redução drástica dos salários sem previsão de melhorias.

Vejo pela minha casa e de pessoas próximas que não tem sido fácil equilibrar as contas, que não diminuíram, com o salário que reduziu cerca de 10%. Os japoneses no entanto também não têm vivido dias estáveis. O noticiário continua alegando declínio da economia. Recentemente, o Japão perdeu o status de segunda maior economia do mundo para a China. A troca de Primeiro Ministros também tem sido constante, já que a instabilidade do país não tem dado margem a novas propostas de governo dos candidatos.

Este ano, a comunidade brasileira comemora 20 anos do Movimento Dekassegui, a imigração dos descendentes de japoneses para o Japão. Realmente não sei se temos algo para comemorar... A delinquência brasileira no Japão assusta, e os brasileiros que moram no Japão ainda insistem em não se integrar à sociedade japonesa. Depois da crise, a comunidade diminuiu drasticamente e os que permaneceram, se encontram em dificuldades financeiras, e pior: apareceram muitos problemas emocionais e psicológicos.

A situação das igrejas também piorou muito. Acostumadas às ofertas e dízimos gordos, depois da crise o número dos fiéis diminuíram cerca de 30%, e consequentemente, o dinheiro também diminuiu. Vi igrejas fechando as portas, pastores negociando seus poucos fiéis com outros, e pastores "pegando" o dinheiro da igreja, indo embora para o Brasil, deixando dívidas para as congregações.

Mas também vi pastores que colocaram seus joelhos no chão, oraram, jejuaram e buscaram a vontade de Deus para a situação dos irmãos de suas Igrejas e também pela nação japonesa.

Ainda estamos passando por um momento transitório. Algumas igrejas começaram a fazer tantos eventos para arrecadar fundos, que se esqueceram da motivação principal que é o EVANGELISMO. Mas eu creio na restauração de todas as coisas, de todos os valores que foram se perdendo com a crise.

A boa notícia é que tenho visto uma integração maior entre as igrejas brasileiras e japonesas, uma mistura muito interessante para o crescimento do Reino de Deus. Muitos congressos estão sendo realizados nas duas línguas. Em nossa igreja, contamos com apenas três membros japoneses, mas estes têm trazido outros visitantes, e eu creio no mover do Espírito Santo nesta nação, e de que o avivamento vai chegar!

A você que está lendo este post, peço que ore por esta nação; ore para que "Mamon" caia por terra e deixe de ser o deus que impera por aqui. Ore para que todo o tradicionalismo, cultura, religiosidade venham a ser deixados de lado e que todo principado e potestade venham ser dissipados do céu do Japão!




.

4 comentários:

wally disse...

amado, apz.

lindo depoimento! emocionei-me.

abs, apz.

Anônimo disse...

OLÁ, SOMOS MISSIONÁRIOS BRASILEIROS E TEMOS UM DESEJO EM NOSSO CORAÇÃO DE IRMOS PARA O JAPÃO. GOSTARÍAMOS DE PODER ESTABELECER UM CONTATO COM VOCÊS PARA APRENDERMOS SOBRE O TRABALHO AÍ NO JAPÃO.
SE PUDER NOS ESCREVA.

LUCAS E YURI

gasparotto11@hotmail.com

SBKAUER disse...

Paz amado irmão. Fiquei impressionado com a influência da crise financeira nas igrejas. As vezes parece tão dura falar sobre finanças na igreja, porque não queremos ser como muitos que tem por ai que exploram. Por outro lado, vejo que eu mesmo tenho pecado por deixar de ensinar nesta área. Hoje mesmo, comecei a reparar esse erro. A igreja precisa muito de um ensino correto nesta área, não só no japão, mas aqui no Brasil principalmente. Grande Abraço.

Pr. Sidinei Bühler Kauer

Lê Mengue disse...

Ola, boa tarde, sou Leandro sou missionario e estou numa escola de missoes no Panama, estou precisando de uma ajuda, tenho um amigo que esta precisando de ajuda ai no Japao, e ele esta aceitando Jesus e necesita urgente de acomphamento, vou passar, mas gostaria de saber se tem como me dar essa forca......desde ja agradeco, Leandro Mengue.