quarta-feira, outubro 12, 2011

Caso do Pastor Youcef Nadarkhani vai para o Aiatolá Ali Khamenei

.

Por Jordan Sekulow

Washington Post

Tradução de João Cruzué

Antes de ler a tradução que fiz da mais recente notícia do Pastor Youcef Nadarkhani, quero dizer que há um um "monte" de informações espalhadas pela blogosfera que não retratam a realidade do caso. Não podemos nos esquecer de pesquisar na grande imprensa internacional e que não podemos reproduzir matérias sem absoluta certeza de que são recentes e verdadeiras. Da mesma forma que fiz a cobertura da grande perseguição cristã de 2008 de Orissa na Índia, também vou acompanhar de perto o caso deste Pastor Iraniano. (João Cruzué)

Agora a matéria de minha pesquisa no Washington Post, datada de 10.10.2011.

A Corte de Gilan, que recentemente determinou que o Pastor Youcef Nadarkhani convertesse ao Islã ou enfrentasse a execução, atrasou a decisão por escrito. Devido à repercussão do caso, os juízes remeteram o assunto ao Lider supremo do Irã, o Ayatolá Ali Khamenei.

De Acordo com o advogado de Youcef, Mr. Mohamad Ali Dadkhah, a Corte decidiu perguntar primeiro pela opinião do Aiatolá Ali Khamenei, o líder supremo que é jurista islâmico e o árbitro final da Lei da Sharia.

No Irã, ele é visto com um gardião protetor do país.

A decisão de envolver o mais poderoso líder, demonstra que o Irã está sentido a pressão internacional. Envolver o Supremo Líder antes do caso passar pela instância da Corte Regional - é incomum no Irã.

Nós podemos estar certos de uma coisa: Se as mentiras (estupro, extorsão e sionismo) espalhadas pelo Irã contra o Pastor Youcef fossem verdade, a Corte de Gilan não procuraria pelo conselho do Aiatolá Supremo.

Agora que o Supremo Lider foi chamado no caso, é imperativo que os embaixadores TOPs de todas as nações reclamem do Irã por uma libertação incondicional do Pastor Youcef Nadarkhani.


Nota: Não deixe de ler a confirmação desta notícia na Christianity Today, dois dias depois.




.

Um comentário:

_Bruny_ disse...

Essa notícia tem corrido o mundo cristão. É importantíssimos estarmos em oração pela vida desse pastor e que o Senhor seja louvado em qualquer situação. Creio que o Senhor pode libertá-lo, que a sua família seja confortada... ele é o exemplo de muitos irmãos que morrem nos países perseguidos.