terça-feira, julho 26, 2011

Amy Winehouse, o álcool entre o sucesso e a morte


.
AVISO!

NÃO BRINQUE COM O ÁLCOOL - ELE VAI MATAR VOCÊ!


Album: Daily Telegraph
Amy 3
Amy Winehouse

Daily Telegraph
Amy 6
Amy Winehouse

Daily Telegraph
Amy 2
Amy Winehouse

Daily Telegraph
Amy Winehouse

Daily Telegraph
Amy 4
Amy Winehouse

Daily Telegraph
Amy 5
Amy Winehouse

João Cruzué

Como cristão, amo a música e aprecio a virtuose e o talento. Eu mesmo, por 14 anos, senti-me realizado tocando guitarra, bateria, baixo em bandas de algumas Igrejas. Acho que o gosto pela música veio do valor que ela tem no meio Evangélico, fonte inesgotável de muitos talentos, às vezes nem tão apreciados no berço. Mas deixa isso prá lá; Amy Winehouse.

Soube que há pouco tempo Ela esteve no Brasil. Sempre ouvi comentários que ela tinha um vozeirão de "negona", creio, ainda mais bonito que o da Tina Tuner. A única música que conheço é a tal "Rehab", uma composição dela própria , mostrando sua ojeriza à internação para tratamento de dependentes químicos.

Interessante. O sucesso de Amy foi também a sua desgraça. Ela cantava para o deleite dos fãs do Soul, espalhados pelo mundo inteiro. Eles se emocionavam e ela não tinha motivo algum para isso. Afogava sua enorme infelicidade na bebida e em algum tipo de droga - ou drogas. Até depóis de morta,
alguns fãs deixaram como homenagem em seu memorial garrafas de vinho, champagne, isqueiros, cigarros... isso é loucura. É como se quisessem que ela continuasse tomando do mesmo veneno. Achei isso de um mau gosto indescritível.

Não estou escrevendo nada para desmerecê-la, nem depreciá-la. Eu apenas continuo surpreso. Enquanto uns buscam a fama através de planos, estratégia, esforço e se mantêm motivados para o sucesso, outros, que já chegaram lá, fazem o caminho inverso: descobrem que o sucesso pode ser um grande peso, onde você é obrigado a satisfazer o egoísmo dos outros, sem receber nada em troca.

Amy Winehouse cantou maravilhosamente a sua própria infelicidade. Um desperdício. Ela conquistou tanto, mas não tinha nada. Nem um amigo para lhe prestar socorro na hora da morte. Poderia estar viva.

Amy tinha liberdade. Liberdade de beber ou não beber. De se drogar ou não drogar. De morrer ou de viver. Sabe, o sucesso às vezes pode ser uma armadilha. Você pode se tornar grande demais para ouvir conselhos ou redescobrir os antigos caminhos onde éramos felizes.

É o Senhor Jesus Cristo que traz à vida o Espírito da alegria. A fonte da alegria de viver. Quem tem o Espírito Santo tem tudo. Não precisa de álcool nem de nehuma droga miserável.Sei disso, porque tive um encontro com Ele, antes.

Amy Winehouse perdeu a vida porque se algum dia ela teve um encontro com Cristo, ela o deixou de lado; trocou-o por álcool e drogas. Poderia estar viva e feliz.


Album: Galeria de Fotos - Daily Telegraph

.


7 comentários:

Charlles Oliveira disse...

Parabéns pela postagem!

Oremos por muitos outros jovens que seguem no mesmo caminho que a Amy.


Pb. Charlles Oliveira

Carolina Tavares disse...

Você disse tudo quando disse que quem tem o Espírito Santo tem tudo! Engraçado que antes de ler seu texto, estava orando a Deus para que seu Espírito esteja comigo sempre!
Muito bom texto João!
Fique na Paz de Cristo!

Joao Cruzue disse...

Obrigado pelos comentários.
A Paz do Senhor Jesus para
Charlles de Oliveira
e Carolina Tavares.


Irmão João.

Aluizio Araujo disse...

O mundo musical secular tem seus efeitos colaterais maléficos, é só contabilizar quantos perderam suas vidas, alguns com suicídio lento, outros de overdose... O intérprete gospel hoje, graças ao melhor professor que é o Espírito Santo de Deus, Ele lapida o talento transformando em dom, por isso possuímos em nossas igrejas grandes interpretes e músicos que tem tocado muitas almas para o aprisco do senhor. Acredito que devido essa qualidade, já tenha mercado para nossos levitas viverem dignamente desse dom, desde que não venhamos comprar piratas. Outra abordagem que o irmão fez sobre os aplausos, realmente acredito, ‘só em me colocar no lugar de um desses’ é fácil pensarmos sermos importante demais para nos humilharmos e pedir ajuda... A mesma coisa são alguns dos nossos representantes públicos, assistimos constantemente episódios onde desrespeitam leis criadas por eles mesmos. E quando caem no anonimato até adoecem.

Dica disse...

Muito bom o comentário, soube dicernir bem sem ofender a cantora. Mais uma vez essas celebridades, se vão de forme precoce.
Esse mundão não poupa ninguém. Só o Espírito Santo vivifica, e cremos que se ouvirmos a sua voz a nos orientar, viveremos eternamente.

Telma Teixeira disse...

Concordo plenamente quando afirma que ela conquistou tanto, mas nao tinha nenhum amigo! Na verdade ela tinha amigos, mas falsos amigos, aqueles que se aproveitam dela pelo seu sucesso, as sua fama, nomeadamente os seus agentes, que muitas vezes a mandaram para o palco perdida de bêbeda, so a pensar no quanto lucrariam,

Ao dispor em: http://pequeninosartistas.blogspot.com

Telma

Valney Ribeiro Junior disse...

Mais uma vez esta história desastrosa se repete, e é uma pena o fato de que muitos não tomam como exemplo estas histórias tristes. Sem Jesus o nosso fim é morte eterna.