sexta-feira, junho 04, 2010

O conteúdo de um blog evangélico


.

João Cruzué

Gosto de escrever sobre este assunto, pois ele provoca reações nos leitores. Principalmente nos leitores que escrevem, mas que acima de tudo pensam. E quando começamos a pensar somos levados a analisar o que produzimos e para que e para quem produzimos.

Cada um é livre para escrever e publicar o que quiser em seu próprio blog. E como individualista que é, todo blogueiro evangélico busca construir seu castelo e nele ser rei. Exatamente o pensamento Ocidental. Livre para construir a própria identidade e escrever sobre que der na telha. Mas será que isto vai levar aos lugares mais altos? Qual é o verdadeiro tamanho da colina onde fica o meu blog?

Eu penso que não. O individualismo não combina com o pensamento cristão original. Eu estive lendo recentemente um sermão de Martin Luther King, que espero ter tempo para traduzir em breve, e ali eu vi uma crítica sua sobre a existência de mais de 300 denominações evangélicas na América, nos anos 60. Se de um lado a Igreja Católica pecou por centralizar demais a liderança e com isso a partir de certo tempo introduziu uma verdade diferente da Verdade de Deus, por outro lado, o pecado das eternas divisões evangélicas tem gerado um corpo onde cada célula procura ser independente e separada.

O curioso é que as organizações seculares: empresas, partidos políticos e nos esportes coletivos, a força não está no individualismo, mas na ação coletiva.

Estamos diante de uma oportunidade ímpar. A Internete tem democratizado um acesso global a todas os povos, línguas, tribos e nações. As próximas gerações não vão se informar mais por jornais e revistas comprados nas esquinas. Os seus filhos e os meus netos vão preferir a informação disponível em seus celulares, iPods e iPads. Um novo equipamento vai surgir desse meio para assumir as funções de telefone, computador, televisão, jornal, fax, email, catálogo de compras, etc.

Estamos preparados para isso? A grande imprensa já está trabalhando nisso há anos, acossada pelos googles , microsofts e apples da vida. É a lei da selva. Ou da sobrevivência. Uma coisa já ficou clara neste meio. Noventa e nove porcento do conteúdo dos blogs não é produção original. São comentários e repercussão de originais. A imprensa organizada produz as notícias que os blogueiros comentam. Os blogs, como parasitas, dependem do trabalho de outros. Mas, é possível melhorar este quadro. Estou sugerindo mais originalidade e menos trabalho fácil.

A blogosfera evangélica no Brasil é relativamente nova. Tem pouco mais de cinco anos. Meu objetivo neste texto é exatamente provocar. Precisamos abrir os olhos para ver o que nos rodeia. Se pudermos ver, também poderemos escrever. Quando todos os blogs buscam o caminho fácil, quero sugerir o outro caminho, pois é muito mais interessante ler o original do que se contentar com uma cópia. E se levarmos isto a sério, vamos produzir formadores de opinião. As fontes de informação de nossos filhos e netos. E dos filhos e netos de todos brasileiros.

Minha sugestão é que podemos escrever conteúdos sobre matérias e assuntos que ninguém antes escreveu ou que não veio da Revista Veja do domingo passado. Sim, isto é mesmo uma crítica. O que acontece na sua Cidade? O que acontece com as populações mais carentes da sua comunidade? Seus olhos de blogueiro só conseguem enxergar o que passa nas quatro paredes de sua Igreja ou seu foco está apenas nos movimentos do Bispo Macedo, Pastor Waldemiro ou no Pastor Silas Malafaia?

Eu também tenho um sonho.

E para realizar este sonho, preciso brandir com força este martelo. Nós podemos produzir coisas melhores que cópias. Coisas melhores que comentários de assuntos da Revista Veja. Nossos blogs não podem ser como a roupa do rei. Uma roupa tecida com os finíssimos fios de ouro que só os "inteligentes" podem ver. Estamos muito aquem do que precisamos fazer.

Conteúdo original produzido com excelência. Isto vale a pena.
.

5 comentários:

Bruno Alarico disse...

Irmão João, graça e paz.

Apreciei muito seu post, e confesso que não tenho sido ciberneticamente honesto com meus seguidores. Embora as vezes espresse alguma originalidade, na maioria cometo os erros que vc enumerou no post. Espero mudar esse quadro, e conto com suas orações!

Bruno Alarico
escoladomestre.blogspot.com

Jorge Fernandes Isah disse...

João,

texto muito oportuno, e com o qual fecho. Esta semana escrevi algo parecido, num texto sobre teonomia e justiça social que tem o mesmo objetivo: revelar aos crentes que, se eles não influenciarem o mundo, satanás e seus servos o farão. Então, ao invés de cruzarmos os braços e nos protegermos entre as paredes da igreja, cumpramos o ide de Cristo, o qual nos disse para ser luz e sal no mundo. Enquanto não buscarmos a justiça com todas as forças, e ela representa a proclamação da verdade, o Evangelho, mas também o viver a verdade, o Evangelho, estaremos, de certa forma, favorecendo a injustiça, o antievangelho e a mentira.

Se possível, gostaria de republicar o seu texto em um dos meus blogs. Faça-me uma visita e veja se seria procedente autorizá-lo.

Cristo o abençoe!

Abraços.

Ezequias Anacleto disse...

Irmão João
Graça e Paz

Tenho tentado ser um evangelista ao escrever no meu blog, porém tem "coisas" acontecendo no meio do povo evangélico que são de envergonhar o mais corrupto político ou malandro, e o que fazer?

Ser conivente com os erros, esperar que Deus aja retirando estas ervas daninha? Ou ainda entrar no templo e tentar expulsar estes que jogar no lixo o nome "evangélico" dia-a-dia? Será que Deus não quer usar-nos assim?

Com sinceridade, nos meus 17 anos de cristão evangélico convicto tanta coisa tem surgido! Muitos se desviam dos caminhos do Senhor por acreditar que a igreja é o mais exemplo moral de todas as instituições na terra.

Porque a igreja brasileira pende para a igreja americana buscando enriquecer-se, prometendo um céu fácil, com um Jesus que barganha?

A minha oração é para que a igreja brasileira seja como a igreja chinesa, perseguida, encurralada na parede, aquela que não tem para onde recorrer senão a DEUS.

Aprecio o trabalho do irmão e oro para que Deus continue usando o amado irmão na blogosfera.

Ezequias Anacleto

BLOG: http://consistenciacrista.blogspot.com/

Joao Cruzue disse...

Oi Irmão Ezequias,

Não há nada de errado em postar alguma coisa crítica sobre o que acontece no meio Evangélico. Até eu faço isto.

O problema passa a existir quando o blogueiro faz do assunto o objetivo principal do blog. Aí acontece um desequilíbrio.

É como o assunto dos 12 Espias de Israel. A maioria só tinha notícia ruim. Da mesma forma, há coisas boas acontecendo no meio do povo de Deus, ainda que entre as grandes lideranças isto possa não ocorrer.

E quanto usamos o blog apenas para tratar dos lobos e dos falsos profetas, ficar aparecendo que somos "justiceiros" em uma perseguição implacável aos charlatães. E vem uma pessoa não crente, ou de que orientação que seja, e começa a ler só coisas ruins...

É por isso, que é precisa ter equilíbrio nos assuntos que blogamos para que não venhamos a fazer gratuitamente o serviço do diabo, que é o de dar publicidade às falhas dos irmãos.

É isso que venho dizendo há uns dois anos.


Irmão João.


.

Joao Cruzue disse...

,


Obrigado Bruno, obrigado Jorge Isah

Conto com suas orações.


.