quinta-feira, novembro 22, 2007

O poder secreto da oração

Sermão de Charles Haddon Spurgeon


"Si permanecéis en mí,
y mis palabras permanecen en vosotros,
pedid todo lo que queráis,
y os será hecho."
Juan 15:7

Charles Haddon Spurgeon

Os dons da graça de Deus não são gozados todos de uma vez pelos crentes. Ao aceitar o Cristo, somos salvos mediante uma verdadeira união com Ele; mas é por permanecer nesta união, que recebemos maior pureza, gozo, poder e bençãos, os quais estão depositados nEle para Seu povo.

Observem como Nosso Senhor expressa isto quando fala aos judeus crentes no capítulo oito deste Evangelho, nos versículos 31 e 32: "Então disse Jesus aos judeus que haviam crido nEle: Si vós pernecerdes em Minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos fará livres"

Nós não conhecemos a verdade de uma vez: nós a aprendemos pernanecendo em Jesus. A perserverança na graça é um processo educacional por meio do qual aprendemos inteiramente a verdade. O poder emancipador desta verdade é também precebido e gozado gradualmente. "A verdade vos fará livres." As cadeias se rompem uma atrás das outras, e então seremos verdadeiramente livres.

Jovens principiantes na vida divina, vocês podem animar-se ao saber que existe todavia algo melhor: vocês não têm recebido ainda a plena recompensa de sua fé. O Hino expressa assim: O que vem é melhor que o anterior." Tenham perspectivas mais felizes das coisas celestiais conforme subam a colina da experiência espiritual. E na medida que permaneçam em Cristo, tenham uma comfiança mais firme, um gozo mais rico, uma maior estabilidade, mais comunhão com Jesus, y um deleite maior no Senhor seu Deus. A infância está assediada por muitos males, daquilo que os adultos estão isentos. Sucede a mesma coisa tanto no mundo espiritual quanto no material.

Existem graus de logro entre os crentes, e o Salvador aqui nos incentiva a alcançar uma posição elevada mediante a menção de um certo privilégio que não é para todos os que dizem que estão em cristo, senão unicamente para aqueles que habitam nEle. Cada crente deve ser um habitante, mas muitas pessoas dificilmente têm ganhado esse nome, todavia. Disse Jesus: Se pernacerdes em mim, e minhas palavras pernacerem em vós, pedi tudo o que quizerdes e vos será feito. Devem viver com Cristo para conhecê-Lo, e entre os que mais vivem com Ele, mais o admiram e o adoram; sim mais receberão dEle, graça por graça....


Continua
em Blogueiros Cristãos -->em espanhol

Autor: Charles Haddon Spurgeon
Sermão pregado em domingo 8 de janeiro de 1888
NoTabernáculo Metropolitano, Newington, Londres.

tradução de João Cruzué
http://olharcristao.blogspot.com
cruzue@gmail.com


Um comentário:

Daladier Lima disse...

Particularmente me preocupa porque tendo tantos meios para melhor conhecer a Deus em termos intelectuais, tão pouco o conhecemos em termos espirituais.
Nunca houve, por exemplo, tantas bíblias em diferentes formatos e com auxílios teológicos, mofando nas estantes dos evangélicos, inclusive, lideranças.
Penso que nunca se orou tão pouco!