sábado, fevereiro 23, 2008

Curso de pastor


Para entender a charge,
é preciso ler os comentários.


Photobucket


"PREÇO: R$2.400,00 'reaus'

para as 50 primeiras ligações, um descontão de 50%:

PAGUE R$1.200,00 'reaus' ".


Comentários: fui surpreendido com a inserção de anúncios desse tipo ENTRE cada programa evangélico na Rede TV, hoje, sábado, 23 02 2008. Veiculado assim, ficou a nítida impressão de que cada programa estava por trás desta coisa. Eu já vi muita picaretagem nestes 33 anos de fé, mas esta aí, que há algum tempo postava milhares de spans no Orkut, agora depois de mais robu$ta, está esculhambando de vez o nome dos evangélicos no Brasil.

Esta é a principal razão porquê não permiti publicidade do Google neste Blog. Assim como a IPB, o Pastor Jabes, O Pastor Silas, A CPAD não têm como proibir a Rede TV de inserir as vinhetas deste "cur$so de pastor" no intervalo dfinal de um programa e o início do outro, eu também não teria controle do que o Google iria colocar de publicidade nos boxes laterais do Blog Olhar Cristão. Provavelmente um cur$so desses.

Além desta oportunista maneira de inserir a publicidade entre programas evangélicos sérios, induzindo o ônus da picaretagem sobre cada um deles. Quem está assistindo o programa poderá muito bem ser induzido a crer que seu pastor ou sua Igreja está fazendo a publicidade disto. Os responsáveis por esse cur$o procuram lançar um sofisma vergonhoso entre os obreiros da casa de Deus com interesses nitidamente financeiros. Um Seminário teológico é coisa séria onde se ensina o respeito ao sagrado e o serviço ao Santo. "Para quem tem chamada ministerial , disse uma vez o Pastor H. Takayama, cada ano de seminário equivale a quatro anos de experiência no dia a dia". Retornando ao assunto, veja a seguir o marketing.

"Se você tiver chamada ministerial mas está encostado, desprezado e não tem reconhecimento entre seus colegas de ministério, em 90 dias, se você fizer o curso, vai ter um diploma de pastor reconhecido internacionalmente e vai poder turbinar a membresia de sua igreja de 50 para 500 membros. O curso custa R$2.400,00, mas as primeiras 50 ligações ganhão 50% de desconto", é mais ou menos isso que está sendo veiculado.

A conotação que isto traz é a seguinte: primeiro, qualquer um poderia ser pastor. Isso não é verdade. Cada um de nós tem uma chamada ministerial diferente; nem todos são chamados ao pastorado. Com um marketing desses estão induzindo a uma heresia venenosa. Foi assim que o diabo fez no passado no Edem, ao insinuar para Eva que Deus não queria que comessem do fruto da árvore da ciência do bem e do mal, porque Deus não queria concorrentes. Disse ainda que: quando comessem do fruto não morreriam, mas se tornariam como Deus. Este tipo de engano chama-se sofisma - tem embalagem de verdade, mas esconde uma mentira. É isso que vai acontecer com muitos irmãos simplórios (ou nem tanto) que fizerem um curso desses. O diploma de pastor não obriga Deus a vocacionar ninguém. Sua vontade é soberana.

O papel aceita tudo. Ja imaginou quando alguém chegar na sua casa e vê esta "maravilha" de diploma na parede da sala? Vão perceber na mesma hora que você também caiu no conto do vigário - ou contextualizando - no CONTO DO PASTOR! Eu não queria dizer isso, mas acabei "chutando o pau da barraca".

Quer ser um pastor de verdade?

Anote aí uma das receitas. Sabe o que acontece quando joga uma pedrinha no lago? As pequenas ondas partem do centro e depois vão aumentando de diâmetro até chegar muito longe. É mais ou menos assim.

1 - Se você ainda não é um crente salvo - aceite Jesus como Senhor da sua vida e Salvador da sua alma. Se você o aceitar como Senhor, então apenas vai fazer a VONTADE dEle. Se Ele quiser que você seja um Pastor, amém! Se não, amém do mesmo jeito. Não fique triste, com certeza outra vocação Ele tem para você.

2 - Enquanto não souber qual é a sua chamada ministerial vá trabalhando para Jesus. Deus somente ESCOLHE aos que JÁ estão trabalhando. Muitos são chamados, e poucos os escolhidos - por que? Duas coisas: nem todos querem ACEITAR a vontade de Deus; e nem todos interessam em SERVIR.

.....1 - Fale de Jesus para toda sua família; ore e ganhe sua família para Cristo. Se você for bem sucedido nesta tarefa você poderá sê-lo na próxima tarefa;

.....2 - Ore primeiro e fale de Jesus depois, para todas as pessoas que moram na sua Rua. Ganhe seus vizinhos para Cristo. Pode ser que você tenha dificuldades nesta etapa. É claro que nem todos vão aceitar Jesus, porém se você não conseguiu nenhum resultado, pode ser que sua oração não esteja sendo ouvida. Abandone a prática de coisas que desagradam a Deus para tirar os impedimentos à sua oração. Pode ser que seja a isso a causa de não ter ganho nenhum vizinho para Cristo.

.....3 - Se você é frutífero na família e com os vizinhos da sua rua, do sítio, prossiga orando e evangelizando a cidade, o Estado, o País e os quatro cantos da terra. Outros crêm de maneira diferente. Eu aprendi assim e funcionou. Pode ser que você não receba a chamada de Deus para ser um pastor, mas com certeza quando Ele olhar para você verá que está trabalhando, esforçando-se. Deus não concede ministérios a ociosos.

....4 - Entenda o significado da palavra Igreja e nunca se esqueça de quem é o DONO dela. Pode ser que a realidade de hoje esteja distorcida, que homens profanos e avarentos estejam à frente de ministérios tanto grandes como pequenos. Existe uma lei que se chama Lei da semeadura. Aquilo que cada um semear, mais tarde colherá. Já basta de tantos homens sem nenhuma chamada de Deus ocupando cadeiras em púlpitos. Temos que ser sinceros e não hipócritas.

E para concluir, esta última observação: diploma de pastor é uma coisa, unção de Deus é outra bem diferente. Pegue qualquer diploma de "pastor" ou Pastor e coloque na cabeça de um enfermo ou pessoa endemoniada. Você verá que é apenas papel e tinta sem virtude alguma. Agora pague o preço do amadurecimento e sinceridade para com Deus. Se Ele o/a escolheu, pode ser que não tenha dons para curar, mas quando você mandar o diabo sair - ele sai!

O trabalho de um verdadeiro pastor é pesado, lidar com as pessoas é difícil, suportar mal-entendidos é doloroso, sua família sofre com as línguas alheias, é preciso mesmo ter chamada verdadeira senão você pode destruir a vida espiritual de muita gente, sendo a primeira entre elas a sua própria família. Quem não tem chamada e por si próprio assume um trabalho pastoral, confiado em um diploma de R$1.200,00 "reaus", deve saber que Deus não tem compromisso de protegê-lo e estará sozinho em guerra. Cada um deve descobrir, preparar-se para servir a Deus, mas antes de tudo isso deve ficar na posição determinada pela vontade dEle. E olho vivo com os lobos e lobinhos que querem fazer negócio explorando cristãos.


João Cruzué - para o Blog Olhar Cristão
cruzue@gmail.com

.

4 comentários:

Daniella disse...

Muito oportuno o post! É uma pena que hoje o trabalho do Senhor tenha virad o motivo de picaretagem...

Fredh disse...

Oi João, vi seu post na comunidade Eu Sou Cristão, bom, me meti em uma discussão desnecessária lá, sou ateu na verdade, mas não importa.
Queria dizer só que, sendo um programa de tv, é invevitável que apareçam esses comerciais, são eles que mantém grande parte da programação em todos os canais. Sou publicitário e sei como essas coisas funcionam, muitas agências inclusive se negam a fazer comercias ou campanhas para instituições religiosas ou políticas, mas os comerciais ainda são um mal necessário. Não sei qual foi o caso desses comerciais em particular, se a empresa apenas comprou o espaço durante a programação (o normal) ou se é ligada à RedeTV diretamente. Se você se informar sobre, talvez isso possa te ajudar...

Roberto disse...

Olá irmão João.
Gostei muito do post, realmente relevante.
Confesso que não leio muito seus posts devido ao cumprimento deles, mas esse era de uma tema que eu achei interessante e que me animou a ler tudo.

Sobre os anúncios do Google eu os uso a algum tempo e sei que é possível sim bloquear esses sites (eu bloqueei todos que achei que tinham relação com esse povo) e exibir outros anúncios.

Pastor Geremias do Couto disse...

Caro Cruzué:

É mesmo um absurdo o que está acontecendo nos intervalos comerciais entre os programas evangélicos da Rede TV! E o pior é que usam a sigla CGIADB (com o acréscimo do I) que, para os menos avisados, fica parecendo CGADB.

Também não permito anúncios do Google em meu blog pela mesma razão que o irmão apresentou. Como o irmão que postou agora a pouco disse que tem como bloquear, gostaria de conhecer o processo.

Abraços