segunda-feira, outubro 19, 2009

Vereadores Evangélicos cassados pela Justiça Eleitoral em São Paulo

.
Plenário do Palácio Anchieta
João Cruzué
Por decisão do MM. Juiz da 1ª Zona Eleitoral da Capital Paulista, Dr. Aloisio Sérgio Rezende Silveira, a Justiça Eleitoral cassou o mandato e declarou inelegíveis 13 dos 55 vereadores da Capital Paulista pelos próximos três anos. O magistrado acatou denúncia do Ministério Público Eleitoral fundamentada em recebimento de doações irregulares de campanha. Três dos vereadores são da Igreja evangélica. A decisão do magistrado não é definitiva, cabendo recurso - o direito ao contraditório.

As doações ilícitas foram feitas por empresários do setor imobiliário paulista, via Associação Imobiliária Brasileira. A AIB foi a segunda maior financiadora de campanhas para cargos eletivos de 2008, a maioria no estado de São Paulo. As doações foram da ordem de R$6.500.000,00 (Seis milhões e meio de Reais).

Dos 29 vereadores paulistas denunciados pelo promotor Maurício Antonio Ribeiro Lopes, a Justiça Eleitoral cassou 13 deles: Adilson Amadeu (PTB), Adolfo Quintas Neto (PSDB), Carlos Apolinário (DEM), Carlos Alberto Bezerra Júnior (PSDB), Cláudio Roberto Barbosa de Souza (PSDB), Dalton Silvano do Amaral (PSDB), Domingos Dissei (DEM), Gilson Almeida Barreto (PSDB), Marta Freire da Costa (DEM), Paulo Sérgio Abou Anni (PV), Ricardo Teixeira (PSDB), Ushitaro Kamia (DEM) e Wadih Mutran (PP). Eles disseram que vão recorrer da decisão até a última instância.

Segundo o vereador Carlos Apolinário, a decisão da Justiça Eleitoral não tem cabimento, pois a AIB financiou campanhas anteriores para candidatos à presidência, governadores, prefeitos, e que apenas os peixes miúdos estão sendo condenados.

--"Somente agora é que a Justiça Eleitoral Paulista descobriu que esta entidade não poderia doar? Se não pode, independentemente de valor, não poderia ter doado para ninguém". Só os vereadores são os desonestos? Desabafou o vereador que já foi deputado Federal.


Fontes: TRE SP e Folha de São Paulo


5 comentários:

Marcelo Agostine disse...

De novo, nossa Igreja está na mídia. Desta vez, por políticos que receberam dinheiro de uma associação acusada de funcionar como entidade de fachada de interesses do setor imobiliário. Pode acreditar. Essa é somente a ponta do iceberg.
Nossos “representantes” se envolvem no mensalinho, mensalão, sanguessugas, apadrinhamento político nas subprefeituras, dentre outros. São eles que ajudam, ao lado de líderes inescrupulosos e corruptos que cobiçam o poder, marginalizarem a Igreja.
Em um dia, eles pedem a oração dos irmãos. No outro, correm para pedir a benção ao diabo. Agora, cassados, voltam para pedir as orações da igreja.
Quem são eles:

Vereador Carlos Alberto Bezerra Júnior
Pastor, médico, idealizador da Usina 21 e filho do fundador da Comunidade da Graça

Vereador Carlos Alberto Apolinário
Formado em Direito, membro ativo da Assembléia de Deus do Brás, dono da Rádio Vida,

Vereadora Marta Costa
Filha do pastor presidente da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil e do Ministério do Belém, José Wellington Bezerra da Costa. Formada em Letras e Administração de empresas é Fiscal concursada do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo

Grupo Enviados de Deus disse...

Não se trata de "peixe miúdo" e sim de de vereador crente. Seja na política ou em qualquer outra atividade o crente não pode ser deshonesto nem corrupto. No momento da campanha eleitoral alegam que eles levam a Deus para dentro do Governo, mas, em lugar disso levam outra coisa. Lamentável, e o caso de Apolinário, ele já foi denunciado como "o mais corrupto". Sou, e serei sempre contra a "pastores políticos".

francisco disse...

Lamentavel! mais crentes graudos filhos ou peixes de grandes convençao sendo cassados por desvios de conduta

PROJETO JOVEM BOMBEIRO VOLUNTÁRIO DE CARIRÉ disse...

A Paz do enhor meus irmãos,
Tenho uma opinião formada que é a seguinte...
Crentes(verdadeiros) não devem fazer parte de partidos políticos, nem tampouco ser candidatos a tais cargos poliicos.
Não se deve misturar religião com politica. Gostaria que os irmãos me mostrassem na Biblia algum fundamentos para esta união.
Quando vc é politico tem que ter ou assumir alguns hábitos:
Ser mentiroso, falso, cara-de-pau,
corrupto, duas caras... dentre outros.
Seeu estiver errado peço perdão e gostaria de saber se existe fundamentos na Biblia para que o crente seja politico.
Antonio

Anônimo disse...

Senhores POLITICOS EVANGELICOS,vcs
estão envergonhando os EVANGELICOS de boa fé,q. vivem pela fé.
Não é isto q, vcs pregam ?
Estou enganado?
Enganar os homens é facil,duro seras prestar contas a este Deus q. vcs pregam.
Esta tudo igual / sodoma e gomorra
Lamentavél esperar q. alguem instruido pela palavra,comete estes atos,P SEU PROPRIO POVO >GANACIA É ISTO AI.