terça-feira, agosto 03, 2010

À sombra do Salmo Primeiro


João Cruzué

"Bem-aventurado é o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores." À sombra do primeiro versículo do Salmo Primeiro vamos nos assentar e meditar.

Imagino que nenhum cristão vá procurar espontaneamente uma pessoa que detesta Deus para ouvir um conselho para uma situação adversa. Entretanto, o conselho dos ímpios pode vir de maneira sutil, em pequenas quantidades de fermento, que podemos nem perceber.Há muitas pessoas de expressão na sociedade que falam coisas maravilhosas na TV ou escrevem textos cheios de virtude nos livros, nos jornais - e você para e diz: "Isto sim, é sabedoria! Parece até que leu meus pensamentos...

Mas, saiba que entre as palavras do ímpio e seus atos vai uma diferença muito grande. Ele fala coisas belas e cativantes, porque trabalha em cima de pesquisas. Antes de falar, a maioria deles já sabe o que as pessoas QUEREM ouvir. E quando um crente põe em prática o conselho do ímpio, Deus não vai prosperar sua causa. E se acontecer alguma prosperidade, em poucos anos tudo vai por água abaixo, pois não é Deus o autor da bênção. A bênção quando vem do Senhor, não traz dores nem espinhos escondidos.

Em uma busca na Bíblia pelas palavras com o radical "prosper", encontrei 77 ocorrências, sendo 75 delas no Velho Testamento. E a certeza que fica é: A prosperidade, tão cantada em verso e prosa pelos pregadores de nosso tempo, está intimamente ligada à obediência e fidelidade ao Senhor. Isto fica muito claro em II Crônicas 24:20. E mais em todo o Novo Testamento, há apenas duas ocorrências. Isto está plenamente de acordo com o ensino cristão: Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça, e as demais coisas serão acrescentadas.

"E o Espírito de Deus revestiu a Zacarias, filho do sacerdote Joiada, o qual se pôs em pé acima do povo, e lhes disse: Assim diz Deus: Por que transgredis os mandamentos do SENHOR, de modo que não possais prosperar? Porque deixastes ao SENHOR, também ele vos deixará."

Jó prosperou duas vezes porque andava com um coração fiel diante de Deus. E na segunda vez recebeu o dobro da primeira prosperidade. A explicação é que Jó era íntegro, reto, temente a Deus e se desviava do mal. A prosperidade voltou ainda maior, porque ele se manteve firme, fiel, envergonhando o invejoso satanás.

A prosperidade não vem porque você faz um compromisso de enviar uma oferta para ganhar almas. Deus não precisa de dinheiro para salvar um pecador. O Espírito Santo não precisa de ofertas para produzir arrependimento no coração de um perdido. Nós podemos e devemos contribuir voluntariamente, espontaneamente, com qualquer quantia, mas sem seguir sugestões e meias verdades.

Você pode dar todo seu dinheiro para um pregador que tenha um projeto de ganhar um bilhão de almas, mas se o Espírito Santo não produzir arrependimento para nenhuma delas, as milhares de "salvações" anotadas não terão raiz. Serão como sementes à beira do caminho. Quem salva não é o dinheiro, mas o sangue de Jesus. Quem leva o pecador a chorar de profundo arrependimento não é o pregador - é o Espírito Santo.

Existem evangélicos ímpios? Sim existem! A resposta está evidente em Mateus, capítulo 07:

"Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.

"Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade." (Mt. 7:15/23).

Segundo o blog Dicionário bíblico, a palavra iniquidade, vem do grego "anomia" e é sinônima de impiedade. Daí, fica provada minha afirmação. Um pessoa que se diz evangélica precisa se pesar com pesos divinos para aferir a verdade de seu caráter. O primeiro peso chama-se integridade. Segundo o site Jesus voltará, "Integridade é ser aquilo que dizemos que somos." O segundo peso é a retidão. Fala do andar do crente, do seu comportamento. Tanto na Igreja, quando na família, quanto no trabalho, no namoro, na política, o caminho é sempre direito, sem "curvas" ou atalhos, porque deseja manter uma comunhão íntima com Deus. Porque tem o terceiro peso, que é o temor de Deus. E por fim, a qualidade de evitar o mal. De não colocar coisas más diante dos olhos. De não dar lugar ao diabo.

Aqueles que fazem um "desconto", imaginam que a porta não precisa ser tão estreita assim. Um "pecadinho" aqui ou um "desviozinho" ali não faz mal - ainda não são de Cristo. Talvez apenas "evangélicos".

Você deseja ser abençoado por Deus? Você quer ser MUITO abençoado por Deus? Então ande direito diante Dele. Tenha zelo com as palavras do Senhor, elas são apenas para ouvir. Precisa ser guardadas e colocadas em prática. Se estiver fazendo assim, no dia que o Senhor vier para examinar seu coração, Ele vai ver que você está comprometido com algum plano, projeto, ação para a Glória do Senhor. E se assim for, a boa mão do Senhor vai prosperar a sua casa muito mais do que você já tiver imaginado. Eu posso dizer assim, porque aconteceu comigo há menos de um ano.

À sombra do Salmo Primeiro, eu posso dizer com referência a Teologia da Prosperidade, que NÃO "é dando que se recebe", mas é sendo fiel, com um coração preocupado em glorificar o Senhor com planos, projetos e testemunho. É assim que você vai alcançar o favor de Deus. Fique firme. Não importa se tudo estiver mostrando o contrário. É à sombra do Salmo Primeiro que você vai receber as grandes bênçãos do Senhor.

As bênçãos do Salmo Primeiro são condicionais. Descarte o conselho dos ímpios. Não seja amigo de pessoas que não têm compromisso com Deus. Não ande em companhia de pecadores. Não se envergonhe do Evangelho nem da sua condição de cristão, quando estiver na classe de sua escola, no meio de seus colegas de trabalho. Deixe bem claro que você tem um compromisso com o Senhor.

Os olhos do Senhor está observando você. Ele vai lhe ver hoje, amanhã, no ano que vem... até que um dia vai se inclinar para você e dirá aos anjos do céu: (e o diabo vai ouvir) Vejam como tem sido fiel o meu servo "fulano", a minha serva "fulana". Agora, anjo de meu Pai, vem e leva a bênção que meu servo/serva precisa. Ano que vem, leve uma bênção maior. E no outro ano, outra maior ainda. E daqui a mais alguns anos, leve aquela grande bênção surpresa, aquela ele/ela já deixou de sonhar há muito tempo.

Ô Glória. Sei que é assim, pois o Senhor fez isto comigo.



Irmão João.
cruzue@gmail.com


.

.

5 comentários:

Jacira Maria disse...

Paz Seja Contigo,


Parabéns pelo post. Estou começando meu blog e gostaria de poder contar com seus comentários e sua presença me acompanhando.

Que o Senhor continue abençoando sua vida.

Abraço.

Cleverson disse...

Amado Irmão João, agradeço a Deus todos os dias por conhecer o senhor, estes textos tem me edificado de uma maneira extraordinaria, fico feliz em seguir seu blog e tenho toda a certeza, sem sombra de duvida que é um dos melhores que sigo, ou o melhor. Depois da bilia seu blog tem sido minha fonte de pesquisas e até mesmo sermões, e é claro citando a fonte. Quando vir para Curitiba peço que se hospede em minha casa, pois ai seremos ricamente abençoados acolhendo um verdadeiro servo do Deus vivo. Aleluaia.
Este texto com certeza sera comentado em minha aula da escola dominical.
Cleverson

Presb. Fabio Scofield disse...

Olá! Irmão João, Graça e Paz...

Sou apaixonado por este salmo -1, desde que aceitei a Cristo, busco sempre nortear os meus relacionamentos dentro deste preceito.
Li o seu perfil, e fiquei maravilhado com o seu testemunho.
Desde já estou te seguindo, vou colocar o seu blog na lista dos meus favoritos; convido-lhe a conhecer o meu humilde trabalho, caso goste, será bem vindo.

Deus abençoe ricamente a sua vida...

Joao Cruzue disse...

Oi Irmão Cleverson,

No final dos anos oitentas, eu costuma descer para Curitiba, para trazer o Pastor Takayama para pregar em São Paulo.

Quando ele morava no Bacacheri, eu ficava na casa Dele.

Gosto muito da Cidade. Já caminhei no Centro Cívico, participei de Santa Ceia na Igreja A.Deus do Pr. Pimentel...

Muito agredecido pelo Convite.

,

pr Emano disse...

Irmão João
Glória a Deus por esta palavra abençoada!

Aleluia!!!

Pr Emano