terça-feira, maio 26, 2015

Globo exclui o nome de Deus da entrevista de Luciano Huck e Angélica no Jornal Nacional


Foto: Walter Barbosa
Embraer 820C
AUTORIA: JOÃO CRUZUÉ

O Jornal Nacional apresentou hoje, segunda-feira, dia 25.5.15, uma entrevista  feita pelo repórter Jose Roberto Burnier com o casal Luciano Huck e a esposa Angélica - ambos artistas globais. O casal viajava com toda a família em um táxi aéreo de Miranda/MS para Campo Grande, a Capital do Estado, quando o turbo-hélice 820C da Embraer teve uma pane em um dos motores.

O avião pousou em um pasto sem grandes problemas, graças a perícia do piloto que reconheceu que foi Deus quem o ajudou.

Por outro lado, na entrevista do Jornal Nacional, o nome de Deus foi excluído, propositalmente, das falas. O texto compilado, mostra uma suposta menção de Angélica ao nome de Deus, no entanto, esta fala não apareceu no noticiário mais importante da Globo, porque foi suprimida.


Burnier(E) Luciano Huck e Angélica

O milagre, na opinião de Luciano Huck, foi operado pelo piloto Osmar Frattini.

Muito interessante esta postura anti-cristã da TV Globo. Ou será que foi do próprio Luciano Huck?

Como observador atento, prestei bem atenção nas palavras que NÃO foram ditas. Elas podem querem dizer muita coisa, por exemplo: 

- Citar o nome de Deus em uma entrevista é uma fraqueza a ser editada

-  Excluir o nome de Deus da entrevista  mostra que o Jornal Nacional da TV Globo é de responsabilidade de um ateu.

Cada um tire sua própria conclusão.













domingo, maio 24, 2015

Quociente Espiritual sob o ponto de vista Cristão



AUTORIA:  JOÃO CRUZUÉ


Dana Zohar
A cientista Dana Zohar* está em evidência, ultimamente, no mundo corporativo com o assunto: Inteligência espiritual. E neste meio de palestras motivacionais a coisa funciona como as estações do ano: os temas vêm e se vão pelo desgaste. Naturalmente, isto faz parte do planejamento de editoras e grupos, para manter o faturamento ao longo dos anos. E como isto é feito: escolhe-se um cientista pelo potencial de assunto tratado. Às vezes a estratégia funciona, mas na maioria das vezes, não. Quero fazer uma crítica ao pensamento da Senhora Zohar, posto que, sob o ponto de vista cristão, ele não possui nenhuma sustentação. 

De início vamos a uma velha discussão. Quem veio primeiro: o ovo ou a galinha? Sem entrar no mérito da questão, um ovo sozinho não gera uma ave. Cientificamente um ovo somente traz o potencial de gerar um pintinho se ele estiver galado (fecundado). Daí, nesta história aparece um terceiro indivíduo, que é o galo.

Segundo resumiu a Professora Dana Zohar* em uma entrevista, há três tipos de inteligência:
  • A inteligência intelectual é um tipo de organização neural que permite ao homem realizar um pensamento racional, lógico. Dá a ele seu QI;

  • A inteligência emocional é o tipo que permite realizar o pensamento associativo, afetado por hábitos, reconhecedor de padrões, emotivo. É o responsável pelo QE;

  • Um terceiro tipo permite o pensamento criativo, capaz de insights, formulador e revogador de regras. É o pensamento com que se formulam e se transformam os tipos anteriores de pensamento. Esse tipo lhe dá o QS, ou inteligência espiritual.


Depois abre o jogo em seus objetivos comerciais:

Espiritualidade nos negócios significa simplesmente trabalhar com um sentido mais profundo de significado e propósito na comunidade e no mundo, tendo uma perspectiva mais ampla, inspirando seus funcionários. Nós não sabemos mais o que é realmente a vida. Não sabemos qual é o jogo que jogamos nem quais são as regras. Falta-nos um sentido profundo de objetivos e valores fundamentais. Essa crise de significado é a causa principal do estresse na vida moderna e também das doenças. A busca de sentido é a principal motivação do homem. Quando essa necessidade deixa de ser satisfeita, a vida nos parece vazia. No mundo moderno, a maioria das pessoas não está atendendo a essa necessidade.

E responde a esta pergunta: Como é o líder espiritualmente inteligente?


É um líder inspirado pelo desejo de servir, uma pessoa responsável por trazer visão e valores mais altos aos demais e por lhes mostrar como usá-los. É uma pessoa que inspira as outras. Gente como o Dalai Lama, Nelson Mandela, Mahatma Gandhi. No mundo dos negócios, Richard Branson, da Virgin, é um líder espiritualmente inteligente. Ele está muito preocupado com o meio ambiente e a comunidade. É muito espontâneo, tem visão e valores, tem perspectivas amplas.

TENDO feito a introdução do assunto, vamos ao objetivo deste artigo que é mostrar que a Senhora Zohar colocou um vestido novo em um assunto milenar. Se, por ventura, ela é uma cristã, tratou de se livrar de todas as evidências do Cristo no discorrer do assunto.

Para começar, a maioria dos cristãos já leu o capítulo três do Evangelho segundo São João, onde um líder político tem um encontro durante à noite com Jesus Cristo e se depara como um ensino chocante: 

"Na verdade, na verdade te digo [Nicodemos] que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino dos Deus"

Diante da pergunta óbvia: "Como pode um homem nascer de novo, já sendo velho?" 

Ouviu uma resposta mais esclarecedora: "Aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus, porque o que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito [Santo] é espírito.

Isto quer dizer o seguinte: o Homem sem Deus está espiritualmente morto. E morto na tem inteligência espiritual, mas presunção espiritual. O espírito é um lugar no corpo humano, planejado para ser a habitação de Deus. O santo dos santos na comparação com a construção do Tabernáculo de Moisés e, depois, no templo de Salomão. 

Quando não há uma aproximação sincera do Deus Altíssimo (o Criador) este espírito está morto, da mesma forma que uma CPU sem um sistema operacional. A presença de Deus só é manifesta na vida de uma pessoa se ela fizer por onde: arrependimento dos pecados e aceitação do senhorio de Cristo.

A inteligência espiritual da qual a Senhora Zohar fala tem uma base científica sem a presença do Criador. Algo vazio, pois deixou de fora um Deus (YHWH) onisciente, o Cientista dos cientistas. Alguém já tentou isto no século XIX - Nietzsche. Foi inspirado na utopia do seu ubermensch que Hitler cometeu uma das maiores carnificinas da História recente.

O quociente espiritual de um homem que não tenha nascido do Espírito Santo de Deus é zero. Jesus disse que o espírito imundo sai de um corpo e vai habitar em um lugar deserto. O Espírito Santo vai e a habita na vida daquele homem de quem foi expulso o demônio. De vez em quando aquele espírito imundo volta para ver como está a situação de sua antiga casa. No dia que ele vier, e constatar a saída do Espírito Santo (pela volta a prática do pecado) ele traz outros sete espíritos imundos para tomar posse da velha casa.

Uma pessoa inculta que anda na presença de Deus tem mais inteligência espiritual que a Senhora Zohar que discorre sobre um tema sem mencionar o Criador de todos os homens. Em um ponto concordamos: sem inteligência espiritual não se pode servir bem segundo o propósito de Deus para cada indivíduo. Há um propósito especial para a vida de cada pessoa. O que torna este propósito não conhecido é o egoísmo e o querer viver a vida sem uma aproximação de Deus para que lhe seja revelado qual é este propósito e como fazer para alcançá-lo.

Quem anda na presença de Deus, para começar tem uma verdadeira alegria, pois já sabe os reais valores de cada coisa. Saber o que tem valor em tempos de uma sociedade muito materialista é o x da questão. Só os inteligentes espirituais conseguem, mas o que dizer de uma sociedade cujos cientistas estão inseridos em planos corporativos vendendo suas bases teóricas para a massificação de assuntos ligados ao faturamento?

Bom, eles me parecem tão ignorantes como o Nicodemos da Bíblia.





Dana Zohar
Dana vive na Inglaterra com o marido, o psiquiatra Ian Marshall, co-autor do livro, e com dois filhos adolescentes. Formada em fí¬sica pela Universidade de Harvard, com pós-graduação no Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), ela atualmente leciona na universidade inglesa de Oxford. É autora de outros oito livros, entre eles, O Ser Quântico e A Sociedade Quântica, já traduzidos para português. QS – Inteligência Espiritual já foi editado em 27 idiomas, incluindo o português (no Brasil, pela Record). Dana tem sido procurada por grandes companhias interessadas em desenvolver o quociente espiritual de seus funcionários e dar mais sentido ao seu trabalho.




sábado, maio 23, 2015

A escada de Jacó

.

.Jacob's Ladder


Autoria: João Cruzué

O testemunho de vida de Jacó é fascinante. Em nosso tempo ele é mais conhecido como um malandro trapaceiro, corrente de pensamento da qual não faço parte. Jacó é um personagem bíblico obediente, paciente e valorizava o sagrado. Falhou ao aceitar a proposta da mãe, para enganar o pai. Quase perdeu a vida nesse negócio. Teve que ir embora de casa, ficou longe durante 20 anos. Tomou juízo, cresceu na comunhão com Deus e não saiu mais da presença Dele, mesmo depois de ter passado por muitas aflições. Trabalhador incansável e abençoado. Voltou para casa próspero (tinha saído sem nada) e fez as pazes com Esaú. Um grande exemplo para nossos dias.

Quando a tentação vem, nosso adversário não escolhe qualquer área de nossa vida para seu ataque. Com a experiência de milhares de anos em derrubar homens e mulheres, ele arma seu laço fulminante, não sobre às fraquezas , mas onde está a nossa maior força.

Jacó casou-se velho, por volta dos 76 anos. Podemos dizer com isso possuía dois atributos de caráter: Era paciente e obediente. Esaú era o oposto, vivia em combinato com duas mulheres heteias.

Por que 76 anos? Quando Jacó foi levado à presença de Faraó, tinha 130 anos. José estava com quase 39 anos de idade. Sete anos de vacas gordas e dois de vacas magras. Isto significa que Jacó tinha cerca de 91 anos quando José nascera. E considerando que José nascera ao final dos 14 anos de serviço gratuitos prestados ao sogro Labão, podemos afirmar que Jacó se manteve solteiro até 76 anos, aguardando a a vontade dos pais.

Jacó continuava solteiro, pacientemente, esperando no Senhor. E eis que em apenas um dia ele quase pôs tudo a perder. Aconselhado pela mãe, usurpou a bênção da primogenitura de Esaú. Mentiu por três vezes e enganou o velho Isaque. Isso era plano de Deus? Não! Seria muita tolice imaginar que, no ato da bênção de primogenitura, a vontade de Deus precisasse de um empurrãozinho. Certamente, quando Isaque fosse pronunciar a bênção, o Espírito de Deus não iria se enganar, uma vez que Esaú estava caído da graça.

Jacó perdeu a paciência, mentiu e enganou. Com isso permitiu que uma porta se abrisse ao inimigo. Se não tivesse recuperado sua comunhão com Deus, Jacó não ira suportar a opressão do inimigo pelos próximos vinte anos, até o reencontro com Esaú. O que estava em jogo não era apenas a família de Jacó, mas os 12 pilares da nação de Israel. O diabo deveria saber disso.

Outros personagens Bíblicos também caíram quando tentados no ponto de suas maiores forças. Onde Abraão caiu? Ele foi tentado em sua fé. Quando Deus lhe prometeu um herdeiro, não acreditou. Deu mais ouvidos à voz de Sara do que a JEOVÁ. Ismael foi o fruto da sua incredulidade.

Moisés foi criado em toda ciência do Egito, jovem poderoso em palavras e obras. Admite-se que Moisés era entendido na arte da guerra. Se a estratégia de guerra era o seu forte, foi nela que foi derrubado. Pensou em conquistar a libertação de seus irmãos hebreus pela força das armas, mas sua estratégia falhou. Deus tinha outros planos. A libertação não seria pela força das armas, mas por prodígios, quebras de sofismas, e pragas devastadoras e milagres.

O apóstolo Pedro tinha a coragem como seu ponto mais forte. Confiava tanto em si mesmo a ponto de afirmar que estava pronto para seguir Jesus à prisão e até à morte. Jurou que nunca o negaria. Pedro não resistiu nem mesmo à pergunta de uma simples criada.

A força de Saulo de Tarso estava na teologia. Passou anos e anos estudando com os melhores mestres. Entre eles, Gamaliel, o mais sábio dos rabinos de sua época. Paulo falhou. O teólogo instruído em todo o conhecimento para ensinar a Lei e discernir a voz de Deus, falhou. Havia lógica na sua teologia, mas estava distanciada dos propósitos de Deus. A letra mata, o Espírito vivifica. Paulo usou a lei para matar Estevão e outros cristãos.

E o que dizer do Rei Davi e de seu filho, o Rei Salomão? Davi aparece na Bíblia como um moço trabalhador, inimigo do ócio. Mas bastou um dia de ócio, para que o diabo o derrubasse por terra e perturbasse a sua família pelo resto da vida. E de que serviu toda a sabedoria do Rei Salomão? Mesmo com tanto conhecimento, não soube governar a si próprio e tornou-se um idolatra ao agradar mulheres e concubinas.

Um paradoxo perturbador. Por que podemos ser derrubados pela tentação do diabo no atributo mais forte de nosso caráter? Posso responder a isso usando a palavra de Deus: É para que nenhuma carne possa se gloriar diante de Deus; e porque o diabo tem uma vasta experiência em derrubar os homens acumulada em milhares de anos.

Se conseguimos ficar de pé, é pela graça. Pela graça de Deus. Paulo sabia disso quando escreveu: " E [o Senhor] disse-me:" A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. "De boa vontade, pois, me gloriarei em minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, por amor de Cristo. Porque, quando eu sou fraco, então, sou forte" 2 Coríntios 12:9 -10. Ô glória!

E lá estava Jacó a caminho de Padã-Arã. Sozinho. Longe de casa. Dormindo no relento. Idade: 75 anos. Com a roupa do corpo e uma pedra por travesseiro. Jacó estava em crise. Sua consciência estava conturbada pelos acontecimentos recentes: mentira ao pai e furtara a bênção da primogenitura do irmão. Jacó se sentia sozinho e sozinho.

O que pode significar a visão daquela escada? A Bíblia não faz nenhuma menção aos sentimentos de Jacó diante da escada. Ele estava angustiado. No confronto com a solidão ele começou a orar. Para mim a visão da escada significava uma oportunidade. Oportunidade de recuperar e crescer na comunhão com Deus. A mão do Senhor estendida a um Jacó caído, deitado na poeira do chão. Ele que esperara pacientemente pela bênção de Deus por 76 anos, sem nenhum vacilo. O sonho o fez despertar. E despertado ele orou: Na verdade o Senhor está neste lugar, e eu não o sabia.

Jacó tomou a pedra que lhe serviu de travesseiro e a colocou sobre uma coluna de pedras. Derramou azeite sobre ela; e chamou aquele lugar Betel - a Casa de Deus. E ali fez um voto: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem, e me der pão para comer, vestes para vestir e preparar o caminho de volta para a casa de meu pai, o Senhor será o meu Deus. De toda riqueza que me deres, certamente te darei o dízimo.

Jacó nunca mais tocou no assunto da escada, mas daquele dia em diante a presença do Senhor nunca mais o abandonou nem ele tornou a mentir para ninguém.

Esta mensagem é para você que está sozinho. Sozinho porque pecou. Falhou com Deus. Falhou com a família. Nesta crise de solidão você já se cansou de ir à frente de púlpitos para receber oração. Uma oração que mudasse, que apagasse o passado, as marcas vivas no seu coração. Ou quem sabe, faz anos que você passa bem longe de uma Igreja porque se decepcionou com homens. e mulheres. Sua crise de solidão, de vazio, pode ser diagnosticada como um sentimento de abandono. Mas Deus não o(a) abandonou. Seus sentimentos, sim, podem estar sendo manipulados, fermentados pelo adversário.

Aproveite também a mesma oportunidade de Jacó, filho de Isaque e neto de Abraão. Se você nunca falhou com Deus, não se desespere e fique atento. Você quer um conselho? Você quer ouvir uma palavra de Deus? Então escute isso: Os anjos subindo na escada que leva da terra ao céu estão ali para levar suas orações até o trono da graça de Deus. E os que estão descendo vêm com as respostas, com as vitórias que Cristo conquistou e serão entregues nas mãos daqueles que oram. A escada que vai da terra ao céu é Jesus Cristo, o caminho, a verdade e a vida.

Faça um concerto com Deus agora, confesse ao Senhor Jesus, nosso advogado, onde foi que você falhou. Não fique em casa depois disso. Se você já é um crente em Jesus, volte a frequentar os cultos da sua Igreja. Se ainda não aceitou Jesus, vá ainda esta semana a uma Igreja Evangélica e aceite Jesus como aquele que vai governar a sua vida. O Senhor da sua Vida. Assuma um compromisso de fidelidade com o Senhor.

Eu posso dizer para "você": ainda que não tenha nada, nem uma pedra para travesseiro, eu sei que o Senhor é fiel e aos poucos vai colocar "você" por cima. Em uma altura que você nunca sonhou. Ande na presença do Senhor e Ele vai cuidar de você, da mesma maneira que cuidou de Jacó.











.