terça-feira, junho 16, 2020

Coronavírus - ponto de inflexão na 16 semana finda em 13 de junho de 2020


Por João Cruzué

Vamos apresentar aqui dois tipos de  notícias. A boa notícia: pela primeira vez, desde 23 de fevereiro de 2020, data de início da 1ª semana de registro de casos do Covid-19, noticiamos que ocorreu um ponto de inflexão. Este fato ocorreu 16 semanas depois, isto é, com o registros de 07 a 13 de junho de 2020 totalizando 174.020 casos na semana. Na semana anterior - 31 de maio até 06 de junho - foram 178.054 de contaminaçao registrados em todo país.



Fonte Ministério da Saúde

A notícia ruim

Analisando como amostra o caso do Estado de São Paulo, observamos que a receita recebida pelo estado no mês maio/2020 caiu pela metade, em relação ao mes de janeiro.

R$ 13,6  x R$ 27,2  bilhões

Com a perda do fôlego, depois de dois meses e alguns dias de quarentena, o Estado está liberando "gradativamente" o comércio e a circulação de pessoas para tentar riscar o fósforo para ligar o fogao da economia. 

Em decorrência dessas medidas, a circulação do vírus pode aumentar. E, se aumentar, o Estado vai tentar retroceder para aplicar nova quarentena. Acontecendo a quarentena, os novos contaminados  vão levar o CVD para dentro de casa, provocando uma nova subida na curva de contaminação, aqui na Região Metropolitana de São Paulo e nas outras regiões metropolitanas espalhadas pelo país.

Quem tem juízo, vá tomando mais cuidados. Máscara com duas camadas de tecido não é tão eficiente quanto à de três camadas. Grandes ambientes com ar- condicionado, tais como shoppings, supermercados e modais de transportes públicos podem ser o covil do leão. A velha e boa marmita é muito mais segura que tocar em pratos, talheres e saleiros de restaurantes.

E mesmo fazendo tudo isso, não basta. É quando chegar, orar ao se deitar. E quem puder, ore depois da meia noite.

A paz do Senhor Jesus,

João.















Nenhum comentário: