sexta-feira, março 20, 2015

O encontro de Jesus com a mulher adúltera


O perdão de Jesus
 João Cruzué


Um dos textos bíblicos  mais significativos  do amor de Deus na Bíblia está  no capítulo 8 do  Evangelho escrito por São João. Jesus estava preparado para perdoar, os fariseus e escribas, para apedrejar e matar, mas a mulher pecadora jamais imaginaria que receberia o perdão do Filho de Deus.

Li no ano passado o testemunho de um moço muçulmano rico, filho de uma família de iraquianos. No caminho para seu colégio, ele um dia viu um homem que vendia livros na calçada. E no meio daqueles livros havia um Novo Testamento, que lhe despertou curiosidade. Com bom aprofundamento no Islã, desejo comprar aquele livro para desmascarar a fé dos cristãos. E leu os Evangelhos até o capitulo 8 de João. E quando ele terminou de ler, levantou os olhos e começou a pensar na surpresa que não esperara encontrar. Um Deus amoroso e perdoador que não negava o perdão até mesmo a uma adúltera.

Não há limites para o perdão de Jesus Cristo. Não há pecados grandes demais para ser apagados e esquecidos. Jesus é o Príncipe do Reino da Paz. E assim também está escrito na Carta de Paulo aos Romanos: "Sendo, pois, justificados pela fé, temos PAZ com Deus por nosso Senhor Jesus Cristo.

Na carta aos colossenses Paulo também escreveu sobre a paz:  "E a PAZ de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos.'

Você está com o coração ferido? Magoado, manchado, inchado pela dor ou pelo sofrimento que causou a alguém? A mágoa e o ódio aos que lhe deixaram assim está destruindo sua saúde? Você vem pensando continuamente em morrer ou se matar?

Tenho uma boa notícia para você! Vá hoje mesmo em uma Igreja Evangélica perto da sua casa (Assembleia de Deus, Batista, Presbiteriana, Metodista, Igreja da Graça) e vá disposto a aceitar Jesus como Senhor.  Como o Deus que vai trazer perdão para sua alma e paz e alívio para sua consciência.

Jesus salva. Jesus liberta. Jesus acalma as tempestades da vida. Jesus é o príncipe da Paz. 

Receba neste momento a presença do Espírito Santo de Deus em sua vida e comece a sentir quão grande é o amor de Jesus Cristo por você.  Receba o perdão de Deus, em Jesus Cristo.  Perdoe àqueles que lhe fizeram mal para que o perdão de Deus não tenha limites em sua vida. Pare de olhar para o passado, deixe as drogas, a vida de crimes, porque Deus pode mudar sua vida se você aceitar Jesus Cristo, o filho do Deus vivo. 

Há uma nova vida cheia de bênçãos no futuro para você. Quero terminar deixando um versículo bíblico que fez uma diferença muito grande em minha vida. Em Filipenses 3:13 e 14 está escrito assim:


"E uma coisa faço: e é que me esquecendo das coisas que para trás ficam,
 e avançando para as que estão adiante de mim, prossigo para o alvo, 
pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus."








.





Um comentário:

Arado Divino disse...

Quando recebemos o Espírito Santo? Essa pergunta é muito importante, pois dirime sérias dúvidas e esclarece um ponto vital respeitante à salvação. A dádiva do Espírito Santo está vinculada umbilicalmente ao arrependimento. Este, por sua vez, não nasce de nós, mas é provocado em nós pelo próprio Deus. Sem a iniciativa divina não há arrependimento. Essa é a razão da advertência bíblica: "Hoje, se ouvirdes a Sua voz", a voz do Espírito Santo, "não endureçais o
vosso coração." Hebreus 3:15. Dando ouvidos à voz do Santo Espírito, somos levados ao arrependimento. E em seguida? Nesse âmbito, enxergamos o mal que causamos a nossa alma e ao Todo-Poderoso Deus, e somos movidos a pedir o Seu perdão. Além de nos perdoar, Deus nos purifica, e isso corresponde a concessão de uma nova natureza que substitui a velha. Recebemos, na verdade, a natureza do próprio Criador. A esses eventos concomitantes dá-se o nome de NOVO NASCIMENTO. Todo esse aparato divino tem uma finalidade: tornar-nos templos habilitados para a morada de Deus, por Seu Espírito. Aí, sim, o Espírito Santo passa a habitar em nós, com o fito de por Sua pessoa, Cristo viver dentro de nós, e assim podermos dizer como Paulo disse: "Já não sou eu quem vive, mas Cristo vive EM MIM." Gálatas 2:20. A habitação do Espírito Santo é a prova da salvação. Deus só aceita sacrifícios espirituais do homem no qual o Espírito Santo habita, pois nele se veem os frutos do Espírito Santo, relatados em Gálatas 5:22.
Note: "E nós somos testemunhas acerca destas palavras", disse Pedro, "nós e também o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que LHE OBEDECEM." A obediência é fruto da transformação operada por Deus, como está escrito: "E porei dentro de vós o Meu Espírito e FAREI QUE ANDEIS nos meus estatutos, e GUARDEIS os meus juízos, e OS OBSERVEIS." Ezequiel 36:27.
Se o Espírito Santo não habita em nós, não somos de Cristo, segundo Romanos 8:9.
Que Deus nos abençoe!