sábado, abril 04, 2009

Páscoa Cristã - Jesus, o cordeiro definitivo


ANTES, ERA ASSIM
:

Um cordeiro era sacrificado na Páscoa judaica

João Cruzué

"Chegou o dia da Festa dos Pães Asmos, em que importava comemorar a Páscoa. Jesus, pois, enviou Pedro e João, dizendo: Ide preparar-nos a Páscoa para que a comamos. Eles lhe perguntaram: Onde queres que a preparemos? Então, lhes explicou Jesus: Ao entrardes na cidade, encontrareis um homem com um cântaro de água; segui-o até à casa em que ele entrar e dizei ao dono da casa: O Mestre manda perguntar-te: Onde é o aposento no qual hei de comer a Páscoa com os meus discípulos? Ele vos mostrará um espaçoso cenáculo mobilado; ali fazei os preparativos.

E, indo, tudo encontraram como Jesus lhes dissera e prepararam a Páscoa. Chegada a hora, pôs-se Jesus à mesa, e com ele os apóstolos. E disse-lhes: Tenho desejado ansiosamente comer convosco esta Páscoa, antes do meu sofrimento. Pois vos digo que nunca mais a comerei, até que ela se cumpra no reino de Deus. E, tomando um cálice, havendo dado graças, disse: Recebei e reparti entre vós; pois vos digo que, de agora em diante, não mais beberei do fruto da videira, até que venha o reino de Deus.

E, tomando o pão, tendo dado graças, o partiu e lhes deu, dizendo: Isto é o meu corpo oferecido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este é o cálice da nova aliança no meu sangue derramado em favor de vós". Lucas 22:7-20.

HOJE, CELEBRAMOS ASSIM:

culto santa ceia Pictures, Images and Photos

Santa Ceia do Senhor, com pão e vinho

A Ceia do Senhor - "Porque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; e, tendo dado graças, o partiu e disse: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim. Por semelhante modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim.

Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes o cálice, anunciais a morte do Senhor, até que ele venha. Por isso, aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor, indignamente, será réu do corpo e do sangue do Senhor. Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e, assim, coma do pão, e beba do cálice; pois quem come e bebe se discernir o corpo, come e bebe juízo para si. Eis a razão por que há entre vós muitos fracos e doentes e não poucos que dormem". ICor.11 23-30

"Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós". ICor.5:7.

A Páscoa cristã tem um significado especial: todo aquele que aceita Jesus Cristo, crê nas palavras do Evangelho e nasce de novo do Espírito, se liberta da escravidão do pecado. É o sangue de Jesus, derramado na cruz do Cálvario que garante a nossa liberdade. Ele é o cordeiro definitivo que tira os pecados dos homens. Em Cristo morremos para o mundo e passamos a viver para o SENHOR. Ele é o cordeiro de nossa Páscoa.

"Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, [coelhos ou ovos de chocolate] que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos vossos pais, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo".
1 Pedro 1:18-19.


POR QUE MUDOU?

Photobucket

Cristo é o cordeiro pascal definitivo.


"Mas, vindo Cristo, o sumo sacerdote dos bens futuros, por um maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, isto é, não desta criação, nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção.

Porque, se o sangue dos touros e bodes, e a cinza de uma novilha esparzida sobre os imundos, os santifica, quanto à purificação da carne, quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?

E por isso é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna. Porque onde há testamento, é necessário que intervenha a morte do testador.

Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus; nem também para a si mesmo se oferecer muitas vezes, como o sumo sacerdote cada ano entra no santuário com sangue alheio;

De outra maneira, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo.

Mas agora na consumação dos séculos uma vez se manifestou, para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo. E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação." Hebreus 9;11-28




7 comentários:

Matias Borba disse...

.

Paz do Senhor irmão joão!

Seu texto já disse tudo, muito esclarecido.

Deus abençoe!

Lavrador disse...

Assalam Alekum!
"...não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, [coelhos ou ovos de chocolate] que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos vossos pais,..."
Não gostei, de modo nenhum, da sua piada de "coelhos ou ovos de chocolate". Que tem o precioso sangue de Jesus a ver com essas bisbórrias? Chocolate é chocolate independentemente da forma ou da época em que se come! Não seremos nós cristãos que fanatizamos tudo?
Um abraço amigo!

João disse...

.

Réplica a Lavrador.

Obrigado pelo comentário.

Não há nenhuma piada. Mas uma crítica velada entre colchetes, como manda o bom português.

Também não é fanatismo criticar o excesso de "coelhos" e "ovos" por ocasião da Páscoa - mais até do que a divulgação da própria essência da Páscoa.

Se discorda, pergunte a uma criança qualquer, o que a Páscoa lembra para ela!

Este é o sentido que dei ao texto. Sua interpretação, lavrador, é que foi fanática e defendeu mais o chocolate do que a própria Páscoa.


.

max disse...

Graças a Deus que existem pessoas como vc, que revelam para as outras pessos o verdadeiro sentido da pascoa. não leve em considerção comentários de pessoas que não tem o minimo esclarecimento do que é pascoa e é levado pelo que diz a mídia.
Um abraço walter!!

suenilorrayne disse...

Parabéns, pela iniciativa de publicar esta mensagem, que mais do que nunca precisa ser pregada a todos - a verdade sobre a Páscoa.
É como vc disse; as pessoas só se lembram de ovos de chocolate e de rituais que de nada valem.
As pessoas só conhecerão a verdade se nós pregarmos,e como é linda a mensagem da cruz.
Especialmente ás crianças...não podem cresçer achando que a Páscoa são ovos.
Aqueles que se dizem cristãos precisam acordar e parar de concondar com tradições que não foram ensinadas por Jesus.
Quem é discipulo de verdade segue os passos Dele e não do modismo.

Anônimo disse...

Labrador arrependa-te e vai ler a biblia.

O fraco coitado do diabo FICA sempre furioso com a verdade. Disse Jesus eu sou o caminho a verdade e a Vida. (nunca vi Coelho botar ovo.Isto e mentira. O diabo e mentiroso e pai da mentira.

Adevândia disse...

Que a Paz e o Amor do Senhor seja com pessoas com a sua coragem! Parabéns!
Como professora e como mãe sei bem o que significa perguntar a uma criança qual é o sentido da Páscoa. Assim também o é no Natal quando quase todos se lembram de presentes,papai Noel, árvore de Natal enquanto pouquíssimos recordam daquele que é nossa maior razão de viver: Cristo Jesus.
Alguém precisa mostrar "o olhar cristão" para que as pessoas possam perceber o outro lado da moeda.
Mais uma vez, parabéns!

Adevândia Epifanio Ferreira