domingo, fevereiro 23, 2014

Evangelicos são 25% da população brasileira em 2014, com dados do IBGE


João Cruzué

DADOS COM BASE NO IBGE
De acordo com as séries históricas e a estimativa do IBGE para a população do Brasil em 2013, fizemos uma análise estatística dos aumentos por estado. A taxa média de crescimento de cada estado de 2011 a 2013, foi usada por nós na projeção da população brasileira para 2014. 

Em 2010 a população evangélica do Brasil era de 22,16% e 42.275.437 crentes.  

Metodologia: Embora a média aritmética da taxa de crescimento anual de 1960 a 2010 seja de 5,75% para a projeção de 2014, utilizamos a mesma taxa anual (4,91%) do último Censo IBGE 2001-2010 para os cálculos.

Assim sendo, a população do Brasil projetada para o final de 2014 será de 204.578.931 habitantes. A população evangélica atinge 25,03% e será de 51.210.103 crentes, representando 1/4 da população Brasileira.

Pop_Evangelicos photo Pop_2014.png


Atenção: fiz a atualização do quadro um ano depois, quando o IBGE divulgou os dados oficiais.
Nota: veja este quadro atualizado no meu artigo mais recente para ver como ficou:
Depois que tiver lido todo o artigo, volte aqui veja o link abaixo




 AS PESQUISAS DO  INSTITUTO DATAFOLHA


Os católicos, segundo o Datafolha,  representavam 75% da população brasileira em 1994.  Em 2007 eram 64%. No Censo IBGE de 2010 eram 62%. Em julho de 2013, época em que o Papa Francisco veio ao Brasil, uma pesquisa divulgada pelo  Datafolha revelava que a  população de católicos no brasil tinha caído para 57%. Analisando apenas a estatística dos números, podemos inferir que em 20 anos (1994-2014) a Igreja Católica deve perder cerca de 20 pontos percentuais, indicando uma queda de 26,67% no período.

Considerando que os dados do IBGE não são provenientes de contagens físicas de evangélicos, casa por casa, mas amostrados e projetados estatisticamente a nível estadual, podemos também compará-los com os de outro Instituto.  Segundo o Datafolha, em 1994 a porcentagem de evangélicos no Brasil era de 14% (10 + 4). Em 2007  era de 22% (17 + 5). E em julho de 2013, para 28% (19 + 9). Dessa forma, podemos observar que os dados do Datafolha são de 3 a 4 pontos porcentuais maiores que os números do IBGE.

Comparando: Ano de 1994: os católicos eram 75% e evangélicos 14%. Em 2007: católicos 64% e evangélicos 22%. Em julho de 2013, os católicos eram 57% e os evangélicos, 28%. Ou seja, em 18 anos, enquanto o número de católicos cai  24%, os evangélicos crescem  100%.

Minha última análise dos dados do período de 18 anos medidos pelo Datafolha. Enquanto a Igreja Evangélica cresce 5% a cada ano, os católicos diminuem em 1,2% no mesmo período. Em decorrência disso, e mantidas as mesmas taxas até 2025, católicos e evangélicos terão a mesma participação na população brasileira em termos de QUANTIDADE. Quanto à QUALIDADE do fiel tanto de uma igreja quanto de outra, aí são outros quinhentos, para uma abordagem em outra matéria.

Considerações finais. Nossa pesquisa é conservadora, baseada em dados de Institutos certificados. Não trabalhamos com chutômetro. Se você gostou, ou queira discutir algum ponto, por favor, escreva para mim: cruzue@gmail.com







10 comentários:

claudiopimenta disse...

muito interessante belissimo trabalho!

Anônimo disse...

É tempo de fazer missões,é preciso sair da nossa zona de conforto.

Anônimo disse...

Isto não significa que a igreja está andando no caminho certo ou mesmo que estamos passando por um avivamento pois isso não está ocorrendo. há muita apostasia no meio dessa multidão de cristãos.

Anônimo disse...

Sendo a população [evangelica]1/4 desta fatia.
Não vemos a diferença. Sim um sincretismo/apostasia/teoligia da prosperidade e o tal hedonismo pregado nas maiorias igrejas que se dizem "evangélicas". Não vejo as coisas mudando, assim como João Calvino mudou Genebra através da pregação de um evangelho puro e simples, ao qual mudou as mentes de uma nação. Genebra foi do caos a paz, Do ócio a produtividade, mas aqui hj há mais um mercado capital denominacional preocupados com números, e não com vidas. Este resultado só é um título de "honoris-oprobium".

Anônimo disse...

Seria engraçado, se não fosse trágico!! Evangélico é incapaz de debater sobre qualquer assunto que paira a sociedade, é incapaz de olhar para o próximo sem julgar, é ainda, incapaz de fazer uma autoanálise sobre si mesmo antes de apontar o dedo. É hilário, pois enquanto estão na igreja enchendo o rabo do pastor com dinheiro, se dizendo tolerantes com o próximo, basta saírem da igreja que o discurso fica pra trás. Sei muito bem. Cabe destacar que o assunto principal nessas igrejas é o dinheiro, como atrair riquezas e por aí vai. Assim é muito fácil atrair fieis, discurso infalível. Eu lamento pelo meu brasil quando for dominado por essa corja hipócrita. Sim, são os mais hipócritas!!

Joao Cruzue disse...

Seu comentário na forma anônima mostra que é uma pessoa tímida. Que só fala grosso quando está escondido atrás de uma falha de caráter. Realmente deve ter pastor ladrão, até no meio dos 12 apóstolos tinha um Judas, mas, ainda bem que a maioria não era e não é. Deixa de ser preconceituoso e fascista. Querendo ou não, este país vai deixar de ser católico. Hoje já somos mais de 45 milhões e crescendo. Antes de ficar falando que todo pastor é ladrão, por que não visita uma Igreja Evangélica, para aceitar Jesus. Deixa de ter medo daquilo que não conhece, e pare de ficar comenda pela mão dos outros.

thiago coutinho disse...

como disse o apostolo paulo,o importante e´ que o evangelho seja pregado.naquele dia sera separado o joio do trigo.

Anônimo disse...

Gloria a Deus

Anônimo disse...

Bom sejamos sinceros e honestos a igreja criada por Jesus e a católica não adianta achar que aa evangélicas são mais certas todas são falhas mais só uma tem as chaves do ceu

Geovanio disse...

Anônimo, o seu comentário denuncia que você não tem conhecimento algum do Senhor Jesus e nem da sua palavra.
Desde quando o Senhor Jesus instituiu o celibato, desde quando o senhor Jesus batizou ou ordenou o batismo de crianças inocentes, se o batismo é para o arrependimento dos pecados, desde quando o Senhor Jesus, é a favor de que alguém se ajoelhe diante de alguma imagem, desde quando o Senhor Jesus ordenou a venda de indulgências???
Para o seu conhecimento: Maria casou-se com José e teve filhos.
Bom, vou parar por aqui, mas que eu poderia falar muitas outras verdades, sim, poderia sim...
No mais, o meu concelho para você é que procure conhecer a palavra de Deus (a bíblia), procure-a lê-la, desta forma você conhecerá a sua vontade.
O Senhor Jesus tem o melhor para você!.