sexta-feira, dezembro 21, 2012

O futuro dos Blogs evangélicos EM 2012

.

João Cruzué

A internet democratizou e globalizou a comunicação. Se antes a informação era restrita a meia dúzia de grandes jornais  e três ou quatro revistas, hoje temos centenas de fontes em língua portuguesa e milhares, em inglês. No segmento evangélico, até a virada para  século XXI, a restrição era ainda maior, e da mesma forma, também temos centenas de boas fontes. Não há pelo que eu saiba até agora uma data que marca o aparecimento dos primeiros blogs evangélicos. Eu comecei oficialmente em 2005, mas creio que deve ter sido 2004, o ano que este fenômeno começou. De lá para cá, principalmente nos últimos três anos, a blogosfera evangélica explodiu. A cada ano tenho feito uma análise do assunto e as perspectivas para 2013 e anos futuros são muito promissoras.

Os blogs caíram no gosto das lideranças evangélicas. Eles ampliam o poder de comunicação do púlpito local para uma congregação universal. Há sempre um crente com um maravilhoso testemunho para escrever ou uma bênção surpreendente para contar. Se antes isto ficava restrito a uma eventual oportunidade no culto, hoje por meio do computador e um blog, as duas coisas podem ser compartilhadas em português, inglês, espanhol, para os cinco continentes. Ignorar isto é permanecer naquele velho atraso.

Como ativista desta causa, e com ajuda de muitos colegas espalhados pelo Brasil, principalmente os que administram a UBE - União de Blogueiros Evangélicos, difundimos um projeto em que vendíamos um sonho onde cada líder cristão deveria criar e editar um blog de conteúdo cristão. Se os bancos, os supermercados, a pornografia, os magazines, as universidades aproveitavam o internet para vender e ampliar sua clientela e melhorar sua comunicação, quanto mais blogs cristãos tivermos maior seria nosso poder de comunicação.

E a comunicação não seria o fim, mas  o meio,  o meio para atingir o principal que, na minha visão, se trata de criar formadores de opinião: jornalistas, mestres, escritores, políticos,  poetas, esportistas, etc. Como toda certeza, podemos dar graças a Deus  e trabalhar por  isso.

A quantidade de pastores e outros líderes da Igreja que têm invadido a blogosfera evangélica para escrever, comunicar, testemunhar, pregar, criticar, aconselhar tem sido sempre crescente. E põe crescente nisto. Sei que muitos ainda têm preguiça de escrever e fazem parte dos "copiadores", mas, não é precisao escrever bonito para dizer que Jesus é bom. Basta começar.  Ter paciência e continuar. Ninguém começa correndo. É preciso pegar o gosto, engatinhar, levantar, andar, para depois correr. O que na verdade é preciso é ter paixão por aquilo que faz. Somos filhos de um Deus que ama as palavras. Que há milhares de anos se preocupou em deixar sua vontade por escrito. Por palavras escritas. Se o Espírito de Deus habita em nós, logo, o impulso de escrever vai estar presente.

Quando leio a história de Donald Stamps, o comentarista da Bíblia de Estudos Pentecostal, eu fico admirado pelo resultado magnífico que este missionário americano deixou. Morreu antes de ver seu sonho concretizado.  Sua letra era difícil de entender. Mas o objetivo foi muito além do esperado. A imprensa de Gutemberg e a Bíblia de Lutero influenciaram o mundo por mais de 500 anos.

E hoje, no limiar de uma tecnologia muito mais eficiente, ouvir de alguns líderes evangélicos, principalmente do nosso povo erudito que ministra nas escolas dominicais, que não têm tempo para coisas pequenas, eu perco a calma. Recordo-me da frase do poeta inglês John Donne no começo do Livro "Por quem os Sinos Dobram", escrito por Ernest Hemingway.  Eis a frase:

"Nenhum homem é uma ilha, sozinho em si mesmo; cada homem é parte do continente, parte do todo; se um seixo for levado pelo mar, a Europa fica menor, como se fosse um promontório, assim como se fosse uma parte de seus amigos ou mesmo sua; a morte de qualquer homem me diminui, porque eu sou parte da humanidade; e por isso, nunca procure saber por quem os sinos dobram, eles dobram por ti.”

Se em 2005 era promissor escrever e publicar conteúdo cristão na Internet, hoje isto é muito mais interessante. Há muitos formadores de opinião não-cristãos que escrevem textos belíssimos. Gosto de ler de  vez em quando  Nizan Ganaes, Arnaldo Jabor, Carlos Heitor Cony, Lia Luft. Vivemos em um país onde a manipulação do coração dos pobres tem perpetuado governos ruins no poder. É preciso falar a verdade, inclusive as verdades que deixamos de ver em nosso meio.

O que tenho visto de negativo na blogosfera evangélica? O gosto pela crítica gratuita aos líderes que estão em evidência. Em vez de se preocupar com a beleza, com a erudição, com a criatividade, tenho visto a baixaria, a inveja, o texto negativista que afugenta o leitor e causa uma primeira (má) impressão qual os pregadores da Praça da Sé, do Centro de São Paulo.

Conteúdo cristão não precisa ser necessariamente comentários de textos bíblicos. É escrever com  lentes, coração e mente cristãos. Como eu não posso sentir a presença de Deus em uma droga de texto (ou uma centena de textos repetitivos) que só fala mal dos outros? Ora, isto me traz à lembrança a cretinice do diabo no começo do Livro de Jó.

Há milhões de almas sedentas de amor. Milhares de almas buscando a morte. Centenas de milhares precisando ler uma frase que leve o Espírito de Deus para seus corações. Não que tudo em um blog deva ser textos homiléticos. No entanto, é preciso dar uma referência positiva e cantar as boas coisas que Deus tem feito, para nos contrapor às torrentes de ações do diabo que são trombeteadas nos jornais nacionais da vida.

O Google tem mantido a gratuidade dos Blogs. A maioria deles, na língua portuguesa, é de evangélicos. É interessante para a empresa e interessante para nós. Sem nenhum exagero, o Google tem sido uma das maiores portas de divulgação da palavra de Deus escrita que conheço. E há espaço para mais um milhão de blogs ali.

Há muitos assuntos a explorar. Marcar nosso ponto de vista sobre atualidades. Principalmente as boas, sem deixar de lembrar as mazelas da nação e o desperdício de dinheiro público. Por exemplo? A derrubada de uma escola perto do estádio do Maracanã para abrir caminho para o esporte.  Pelo baixo investimento no ensino em Belo Horizonte, porque estouraram o orçamento das reformas do Mineirão. Do projeto do trem bala que vai gastar mais de 70 bilhões de reais, porque é "muito" interessante tocar grandes obras no ano das eleições majoritárias para encher os bolsos dos candidatos de propina para bancar campanhas políticas.

Sim tem muitas coisas para descer o verbo. Meu "xará" nos tempos de Jesus já fazia isto.

O que tenho visto na Blogosfera Evangélica? Centenas de colegas blogueiros se tornando escritores e publicando seus livros. Em que oficina literária eles praticaram? Nos blogs!

Falar é bom, mas escrever é melhor. Quem escreve, acumula conhecimentos, desenvolve a arte de trabalhar o texto. É bom que isto seja desenvolvido no meio cristão. A música gospel está chegando lá. Os escritores evangélicos também. Não me refiro àqueles que têm os livros vendidos apenas em lojas evangélicas. O que é bom deve ficar à venda em todo lugar onde se venda livros. E por falar nisso, sempre que passo na frente da Livraria Loyola da Rua Barão de Itapetininga, no Centro de São Paulo, eu vejo três livros expostos na frente de todos os outros: Cinquenta tons disso, daquilo e daquilo outro. Será que em nossa terra nunca veremos um homem, cristão, que não escreva apenas  sobre o próprio umbigo, que um dia possa ter seus livros à venda na frente de todos os outros?:

Minha resposta: Esta pessoa pode ser você, cristão, que por preguiça ou conforto, prefere ver entre livros de besteiras sadomasoquistas vendendo como água nas livrarias da Cidade. Quando é que você vai começar? no ano que vem? Por que não agora?

O futuro dos blogs evangélicos é promissor. Promissor, porque editar um blog é trabalhar em uma oficina de palavras. Um blog não é um fim, mas o começo e o meio de uma vida literária produtiva. Ninguém começa grande. Todos nascemos pequenos. E crescemos quando começamos a engatinhar, andar e correr. A literatura de nossos filhos e netos estará disponível no monitor de uma TV Digital, de um tablet ou de alguma outra forma de leitura virtual.

Se você ainda não tem um blog, tem bom ânimo: dê o primeiro passo. O blogueiro criativo de hoje, será o grande formador de opinião de amanhã. 

A paz do Senhor. Feliz Natal!








8 comentários:

joceilma disse...

Boa noite e a paz do Senhor! parabéns por este riquíssimo conteúdo de incentico. me senti covarde diante dele, pois tenho variados textos literários arquivados. mas diante deste texto tão sinsero, decidi que aparti de agora vou começar a escrever mais e mas. meus poemas, jograis, peças teatrais e músicas e outros textos literários...

Pastor Ismael Roselei de Carvalho disse...

Pastor, paz. Sou o Pastor Ismael, do blog Casados em Cristo e queria dar meu testemunho do bem que o blog tem feito em minha vida. Conheci o seu trabalho de encorajamento aos irmãos que tivessem um blog e usassem para o Reino de Deus. Hoje, nosso Ministério de Casais é bastante conhecido, viajamos o Brasil inteiro fazendo seminários e palestras para casais, tudo porque acreditamos naquilo que o senhor ensina aqui no seu blog, sobre o valor de se ter um blog.

Nal Pontes disse...

João Cruzué, belo comentário, que no ano de 2013 os blogs evangélicos continue firme neste propósito de anunciar Jesus o Salvador. Parabéns pelo seu blog. Quero desejar um feliz natal e um ano novo cheio de paz na presença do Senhor Jesus, que Ele continue abençoando a vc e sua família.

Carolina Tavares disse...

Um dia fiz um blog para escrever sobre coisas que queria escrever, mas pouco tempo depois alcancei minha salvação por meio de Jesus Cristo. Como sempre gostei de escrever, o meu blog foi um meio de compartilhar mensagens para propagar o evangelho. Diante disso muitas pessoas passam por lá e Deus me abençoa com comentários delas para que eu não pare.
Adorei o texto!

Fique na Paz!

Isabel Lima - Textos Versáteis disse...

A paz do Senhor Pastor João! E, obrigada pelas palavras verdadeiras e incentivadoras. Feliz Natal e um ano novo cheio da alegria do Senhor. Abraços fraternais.

Vilma Pires disse...

Belíssimo texto irmão João Cruzue!
Concordo com cada palavra mas gostaria de destacar uma,porque é minha maior tristeza enquanto blogueira evangélica,o fato de líderes perderem essa tão preciosa oportunidade de falar do amor de Deus,gastando-o com críticas e alfinetadas a outros líderes por questões irrelevantes para o evangelho.Boas festas e um 2013 vitorioso para você e toda a sua casa

Wilma Rejane disse...


Olá Cruzué,

Deixo aqui também meu depoimento de que muito aprendi com o trabalho e dedicação do irmão na blogosfera.

Obrigada por compartilhar seus conhecimentos em prol da causa e do Reino de Deus. Os frutos, creio, são muitos.


Deus o abençoe.

Joao Cruzue disse...


Meus agradecimentos: pelo tempo, pelo carinho, pelas palavras de incentivo. De minha parte sinto-me em dívida, porque deveria interagir e agradecer mais aos grandes amigos leitores do Olhar Cristão - Joceilma,Pastor Ismael, Nal Pontes, Carol Tavares, Isabel, Vilma Pires e Wilma Rejane.

Um próspero 2013!

do irmão João.


.