domingo, março 19, 2017

Oração pelo Brasil e pela Igreja Assembleia de Deus

.
Rodrigo Janot,  Sergio Moro, Deltan Dallagnol e Edson Fachin
Por: João Cruzué

Nosso país está passando por um momento decisivo, tanto na vida política como na religiosa,  principalmente para a Igreja Evangélica Assembleia de Deus que também decidiu de uma vez por todas fazer ativismo político.

Há 2 dias, a Operação Lava jato completou 3 anos de duração. No dia 17/03/2017, foi deflagrada pela Polícia Federal uma operação como nome "Operação Carne Fraca". Seria muita ingenuidade nossa pensar que, no dia do aniversário da Lava Jato, a PF estivesse mesmo interessada em verificar se o enchimento de linguiças, salsichas e afins estava sendo feito com papelão ou carne podre. Por trás das marcas mais famosas dos principais frigoríficos desta nação estão grandes financiamentos (mais de 10 bilhões) do BNDES e sabe lá mais o quê. Deve ter sido um recado muito claro para alguém ou algumas pessoas, coisa ainda não transparente para mim e para a sociedade brasileira. 

O mais importante nisso tudo está resumido em  uma frase que foi dita e quero comentar. "Deve-se arrancar a árvore da corrupção sob o risco de ter um Brasil [ainda] mais corrupto" (Procurador Deltan Dallagnol). 

Ninguém pode negar o perigo iminente que o futuro do Brasil corre, diante da verdade que está contida nessa frase. Ou se toma uma atitude agora, ou o Brasil se perde para sempre. Creio que é um grande milagre de Deus, presenciar pela primeira vez neste país um projeto nascido por obra do acaso. Acaso? Não! Não foi obra do acaso. 

Contra todo tipo de pressão, boicote, planos fortuitos, nada até agora abalou  os passos da Lava Jato. Ninguém conseguiu prevalecer contra ela. Parece massa de bolo, quanto mais bate, mais forte fica. Eu vejo nisso um sinal da mão de Deus, respondendo às orações de alguma senhora bem velhinha, acostumada a falar com Deus bem de perto.

Se é a mão de Deus, vamos continuar orando e pedindo a Ele que exponha à luz do sol todo tipo de corrupção neste país, que vem sugando o sustento das viúvas, o pão dos órfãos e a dignidade de pais e mães de família. Foram bilhões (talvez até trilhões) de reais que vêm sendo roubados pelos "faraós do Egito" possuídos por legiões de demônios que se movem na penumbra do poder para matar, roubar e destruir nossa qualquer coisa.

Quando Saulo de Tarso  da Bíblia foi se aconselhar com o Rabino Gamaliel, ouviu esta advertência: Se esta obra for de homens, ela por si mesma perecerá. Mas, se ela é Deus quem está sustentando ela, corre-se o risco de estar combatendo contra o próprio Deus. Da mesma forma, nosso país está diante de um ponto de inflexão. Ou se livra da influência dos corruptos ou se deixa vencer por eles e, dessa forma, continua riatudo igual nos próximos 500 anos.

Se esta oportunidade de saneamento for abortada e os corruptos prevalecerem, nunca mais este país vai ter outra oportunidade. A mim se me parece que esta é a última oportunidade que o SENHOR está dando ao Brasil antes que esta terra abençoada seja entregue definitivamente amaldiçoada e entregue aos demônios.


ATIVISMO POLITICO 

Por fim, vou comentar uma notícia que foi publicada com destaque ontem, 18/03/17 - na página A10, da Folha de São Paulo. Diz a manchete: "Assembleia de Deus articula criação de partido "pró-família tradicional". Encabeçando a iniciativa está o deputado federal Ronaldo Fonseca - Pros-DF, escolhido para ser o Presidente do Partido Republicano Cristão (PRC).  Será a 36ª legenda no caldeirão político brasileiro. O PRC já possui 300 mil assinaturas, faltando pouco mais de 1/3, para alcançar meta de 486 mil, ou seja 0,5% dos votos válidos para a Câmara Federal de 2014.

Meu comentário: Toda vez que a Igreja salta o muro da graça de Deus para se meter com representação política, ela fatalmente vai se expor a ser picada por uma "cobra". Jesus escapuliu da tentação do diabo lá no deserto da Judeia. Mas não é que os pastores da minha Assembleia de Deus estão fazendo exatamente aquilo que pregaram por quasse 100 anos?  

Não sou um alienado político. Os crentes devem mesmo votar e serem votados. A segregação, já dizia Martin Luther King, não ajuda na causa das minorias. O que me dá vergonha é ver pastores deixando sua principal missão, trocando a Casa de Deus e o rebanho para se aventurarem a "consertar" a política de Brasília.

Defender a família?  Por trás deste projeto, se eu sou homem de Deus não posso mentir. 

Eu digo que, na verdade, se não tomarem juízo, as primeiras famílias que vão  sofrer serão as famílias de cada um deles. Assim, vou fazer uma pergunta sincera e indiscreta: Como está hoje a família de cada pastor que deixou a Casa de Deus e se foi para Brasília ou para a Capital de seu estado? 

Se há homens de Deus nos cargos de pastorado da Assembleia de Deus, e eu sei que há, tomem muito cuidado, especialmente, com o que está acontecendo nos dias atuais. Em lugar de projeto político, cadê aquele projeto robusto e vigoroso para ganhar todas as almas perdidas deste país?  Onde estão aqueles projetos para levar a palavra de Deus aos jovens de todas as comunidades das periferias das grandes e pequenas cidades que estão sendo cooptados para o exército do tráfico de drogas? E onde estão as Missões? Ouço apenas de projetos pequenos e isolados.

A coisa mais horrorosa que se pode presenciar é um Pastor Presidente, vir apresentar candidatos à Igreja em dia de Santa Ceia. Preferiria que viesse expor o maior projeto de missões nacionais que este país jamais viu.

Voltando ao assunto, os  pastores mais influentes da Igreja Assembleia de Deus estão fundando PRC. O discurso é bonito, a justificativa é perfeita, mas será que combinaram, antes, com Deus sobre uma pausa, para trocar o sagrado pelo profano? E se isto for para frente, é porque todo os outros pastores deste mesmo ministério estão se omitindo e concordando com a destruição do que resta grande obra dos missionários suecos. 

Este tal partido político - o PRC,  não coisa abençoada por Deus. Eu sei que não é, parafraseando um antigo goverador gaúcho: Se tem cabeça de jacaré, rabo de jacaré e escama de jacaré, não pode ser um anjo. Com toda certeza é mesmo um jacaré. Sabe o que pode vir disso? Em breve, infelizmente, nós podemos ver pastores da Assembleia de Deus realizando cerimônias de bênçãos matrimoniais de casamentos gays. Acha que estou falando tolice? Então pergunta aos pastores das Igrejas da Suécia sobre o atendimento à Lei de diversidade religiosa aprovada há mais de 5 anos por lá. Quer mais, pergunta para as Igrejas do Canadá sobre o que aconteceria com a imunidade tributária delas, caso discriminassem celebrar o casamento homo-afetivo.

Irmãos, se por um lado Deus está limpando a corrupção no meio político brasileiro, por outro a Igreja Assembleia de Deus resolveu copiar o que de pior fez a Igreja Universal: A fundação de um partido político para levar seus pastores para Brasília e suas famílias para cargos comissionados em seus gabinetes. 

Será que a Assembleia de Deus vai mudar sua tradição de evangelização justo agora que o país precisa de ouvir o Evangelho da justiça.  Quer saber,  quando este tipo de ação começa aparecer dentro da Igreja, é um péssimo sinal. É sinal de que o amor esfriou.





terça-feira, março 14, 2017

A busca pela igreja cristã perfeita

.

Quadro de T. Kinkade

POR: JOÃO CRUZUÉ

Venho observando, há algum tempo, um processo de busca pela Igreja cristã perfeita. Também, sei da existência de pessoas que ao longo da vida têm visitado Igrejas após Igrejas, procurando por aquela que lhes produza uma emoção, um sentimento mais forte na alma. E quanto mais buscam, e quanto mais visitam, mais se frustram por que em lugar algum ficam satisfeitos com o passar do tempo.

Para ter um encontro com Deus é preciso primeiro buscar a Deus. Quando você é achado de Deus, não importa o espaço, a presença de Deus vai envolver você e, ali, será o céu.

Assim, Paulo falou diante dos filósofos no Areópago de Atenas: "O Deus que que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens"...e Deus fez toda a geração dos homens para habitar a terra. Para que buscassem ao Senhor, ainda que tateando, o pudessem achar, por que não está longe de cada um de nós.

Hoje, Deus pode estar mais próximo de nós do que muitas Igrejas que se chamam por "Casa de Deus".

Para encontrar a Igreja perfeita você precisa primeiro ser encontrado por Deus. E Deus é Espírito. Onipresente. Onisciente. Onipotente. Se houver um interesse, uma sede ou um desejo intenso de sua parte para encontrar-se com Ele, você  não vai ficar frustrado ou frustrada.

A partir do momento que decidir encontrá-lo, e mais que isso: decidir servi-lo de verdade, o próprio Deus  vai estar atento para ouvir o que você tem a dizer - não importa a placa da Igreja.

Por que é tão simples assim?

Não se esqueça de que Deus é o Criador. E que seu filho, Jesus Cristo, veio a esta terra, para ser o caminho para chegar até a presença de Deus. Fora de Cristo não há nenhum outro Deus intermediário. Até Maria, a mãe de Cristo, a mulher mais bem-aventurada em todos os tempos na terra, disse: Fazei tudo o que Ele [Cristo] vos disser.

Não existe uma fórmula mágica, nem um lugar especial para conversar com Deus. O lugar quem decide é você. Basta que seja tranquilo, onde você possa conversar com Deus, sem interrupções. É como um namoro: um lugar onde os dois possam estar a sós. No quarto, na sala, na cozinha, em rua sossegada. Fale com Deus como se Ele estivesse assentado ao lado de sua cama. Ou no sofá de sua sala; na cadeira da cozinha; caminhando ao seu lado na rua. Abra o seu coração e fale com ele. Deus já sabe o que vai no seu coração, mas tem interesse em ouvi-lo, para que você aprenda a dialogar com ele.

Se você fizer isto com sinceridade, pergunte para Ele onde você deve congregar. Peça ajuda para encontrar a Igreja onde você vai congregar. A Igreja que Ele sabe que você vai ser bem instruído, edificado. A Igreja onde você vai servir, trabalhar em vez de ser servido.

É por isso que há milhares de pessoas que já passaram por tantas Igrejas, e nunca encontraram a Deus. Uma pessoa com desejo sincero de ter um encontro com Deus, com certeza vai ver seu desejo realizado. Quem visita igrejas apenas por curiosidade, sem um interesse verdadeiro, sem ter nenhuma sede de Deus, vai procurar a vida toda. Pior, pode se achar congregando na Igreja errada.

Também tenho uma palavra para quem já é cristão há muito tempo, e anda insatisfeito, ou deixou de congregar, permanecendo em casa. É um lindo sermão de Martin Luther King, que traduzi e sua mensagem fala muito comigo: Redescobrindo os Valores Perdidos. É lindo e esclarecedor.

Assim está escrito no Livro do Profeta Jeremias: Assim falou o Senhor Deus"Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então, me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração."

A Igreja perfeita é o coração de um crente onde a presença de Deus habita. E isto depende primeiro de um concerto, de um compromisso pessoal, um comprometimento de se envolver com algo que agrade ao Senhor. Se isto não for feito, você nunca vai encontrar a igreja perfeita, porque você é parte dela.


Deus lhe abençoe.

...

Se quiser ler mais: Primeiros Ensinos 

.

domingo, março 12, 2017

Conselhos cristãos para adolescentes e jovens


De um pastor que passou seus últimos 20 anos  atrás
de uma prisão comunista.
Pastor Watchman Nee
Do Livro "Spiritual Knowledge"

(Excertos)

Não é estranho que aqueles que conheciam tão pouco as Escrituras [os magos] buscassem com tanta determinação o Rei dos judeus, enquanto aqueles que tinham grande conhecimento das Escrituras não o fizessem?”

“Se um crente recusar-se aceitar os tratamentos de Deus nunca conseguirá progredir. Se apenas desejar adquirir conhecimento da Bíblia, só precisa estudar bastante e ser auxiliado por aqueles que já têm conhecimento bíblico. Mas se realmente deseja conhecer a Deus, precisa ter um encontro pessoal com Ele, pois não pode ser de outra maneira.”

“Lembremo-nos que não há lugar para pressa na fé nem na oração. A fé resiste ao tempo. Se Deus não responder, podemos esperar até que tenhamos 100 anos de idade. Esperamos contra a esperança. Abraão creu em Deus. Eliseu disse ao rei Joás para atirar a flecha contra a terra, mas o rei fez assim apenas três vezes, ao passo que deveria ferir os siros até os consumir. Assim também deve ser nossa oração; não devemos orar duas ou três vezes e parar”

“Orar é como colocar cartões de visita no prato de uma balança. Você coloca um peso de 100 gramas em um dos pratos, e vai colocando os cartões no outro. Quando joga o primeiro cartão, ele não consegue levantar o peso. Cartão atrás de cartão vão sendo colocados, sem que o peso se mexa. Até o momento que lançar o último cartão, quando ele se levanta. Assim também acontece com a oração. Oramos uma, duas, três vezes, e uma vez mais. Talvez seja essa a nossa última oração, mas então vem a resposta”

Muitos pensam que, após haverem estudado em seminários teológicos, estão qualificados para pregar. Permitam-me fazer uma pergunta: Ao pregar o Evangelho, saímos a explicar a Bíblia ou a proclamar o Salvador? Mesmo que esses seminários sejam idealmente bons, podem apenas ajudar as pessoas a compreenderem a Bíblia, mas não a conhecerem a Deus. (...) Na realidade, sobre o que poderiam falar? A pessoa só pode pregar a mensagem que a tocou. Só pode ajudar as pessoas naquilo que ela própria tem sido tocada por Deus. O que pode alguém realmente pregar se não conhecer a Deus? (...) Pregar é proclamar aquilo que Deus tratou em sua vida.”

“Podemos preparar um sermão que receba a aprovação dos homens, e, no entanto não conseguir fazer que as pessoas prossigam vitoriosamente em seus caminhos, por não terem em que se apoiar. É como uma criança na escola primária que tenta escrever um relato sobre uma viagem que nunca realizou. Somente é real aquilo a respeito do que tivemos tratamento; é isso que vai tocar as pessoas quando falarmos.”

“Há mais valor em conhecermos a Deus do que em termos conhecimento intelectual da Bíblia”


“O que é iniquidade?

Iniquidade é aquilo que não deve ser feito. Só depois que li a história de certo homem que foi ouvir um pregador na igreja, foi que vim a saber o que é iniquidade.

Toda vez que ignoramos um pecado, estamos sendo iníquos.”


Fonte: livro "Conhecimento Espiritual" - Editora Vida - 1993.


* Watchman Nee foi um Pastor chinês que morre na prisão em 1972, depois de 20 anos preso. Teve uma proposta de liberdade em 1968, desde que nunca mais falasse no nome de Jesus. Ele recusou.






.
.

domingo, março 05, 2017

Extrato do Imposto de Renda 2017 Aposentados

 Por João Cruzué:

Imposto de Renda 2017 - Ano Calendário 2016

Fique esperto. Informe de Rendimento de Aposentadoria é só no portal da PREVIDÊNCIA SOCIAL. A Internet está cheia de endereços estranhos; quando você acessa, querem instalar programas no seu computador. Aí, você tenta sair da página, mas a página não fecha.

No site da Previdência, o link para emitir o extrato é igual ao que está embaixo:
https://extratoir.inss.gov.br/irpf01/pages/consultarExtratoIR.xhtml. Se aparecer diferente, você não está no lugar certo (meu acesso foi em 05.03.17).

Os dados que você precisa preencher para imprimir o Informe de Rendimento estão na figura abaixo. Boa sorte.




Abraço do João Cruzué, entre outras coisas, Contador.




.

quarta-feira, março 01, 2017

A Bíblia e o silêncio

.
Por: João Cruzué


No livro de Eclesiastes está escrito que tudo tem seu tempo determinado e que há tempo para todo propósito debaixo do céu. Inclusive o tempo de falar e tempo de ficar calado. Também há outras formas de silêncio na Bíblia que merecem uma boa análise. Então vamos ver isso de mais perto.
.
No Salmo 115:17 está escrito que os mortos não louvam ao Senhor, nem os que descem ao silêncio. Esta semana foi particularmente dura quanto a esta forma, pois minha cunhada Dalva, a mais alegre, a mais barulhenta, faleceu e está em um lugar de silêncio na cidade de Barra do Turvo/SP

No Evangelho segundo Mateus, no capítulo 26, também está escrito que Jesus guardava silêncio diante do sumo sacerdote judeu no dia do julgamento. O líder religioso perguntava, mas Jesus continuava calado. Talvez admirado da ignorância dele, tão fora de sintonia com Deus. Então o sumo sacerdote perguntou: Conjuro-te perante o Deus vivo que nos diga se tu és o Cristo, o filho de Deus. Então Jesus abandonou o silêncio e produziu a prova oral que o condenou à morte. "Tu o disseste; entretanto, eu vos declaro que, desde agora, vereis o Filho do Homem assentado à direita do Todo-Poderoso e vindo sobre as nuvens do céu." Então, o sumo sacerdote rasgou as suas vestes, dizendo: "Blasfemou! Que necessidade mais temos de testemunhas? Eis que ouvistes agora a blasfêmia!" Para um Judeu, Deus é único e não tem filho.

No Centro da Cidade de São Paulo as pessoas também fazem silêncio diante dos grupos de viciados em crack e loucos da Região da Praça da República. É o silêncio da desigualdade e da impotência. Se o próprio viciado não procurar por ajuda, ele não pode ser forçado nem ajudado. O silencio diante de uma liberdade da escolha de autodestruição.

Em Lucas 15, um pai amoroso não disse uma palavra quando o filho mais novo pediu a herança e foi embora de casa. Nada do que o pai dissesse teria valor. Foi o silêncio do amor e da sabedoria. Aquele pai aguardou em silêncio até o dia que avistou o filho retornando para casa. Então começou a falar sem parar: Trazei-me depressa a melhor roupa, ponde-lhe um anel na mão, sandálias nos pés, trazei-me o bezerro cevado e matai-o; comamos e alegremo-nos, porque este meu filho estava morto e reviveu; tinha se perdido e foi achado!"

No Evangelho segundo João, um grupo de fariseus levou uma mulher adúltera diante de Jesus. Eles queriam ver sangue;  acusavam e Jesus permanecia em silencio. Eles continuaram acusando enquanto Jesus escrevia na areia. Não  disse uma palavra. Quando os homens calaram-se Jesus disse: "Aquele que estiver sem pecado, atire a primeira pedra." Ele guardou silêncio diante da hipocrisia, quando ela se calou, ouviu uma crítica certeira. E foi em silêncio que eles foram embora. Um silêncio de vergonha.


Em Apocalipse 8, por quase meia hora se fez silêncio no céu. O silêncio da expectativa.

Existe também o silêncio dos covardes, que no tempo de falar preferem ficar calados. Há ainda o silêncio de um coração contrito cujas palavras e gemidos já se esgotaram em oração. E  há o silêncio da dor, da opressão, onde a língua permanece muda, enquanto as lágrimas falam.

Para cada tempo e ocasião existe uma forma de silêncio adequada. Mas eu guardei a melhor para o final. Se você ainda não aceitou Jesus Cristo como Senhor da sua vida, ou está distanciado dele como o filho pródigo, não fique em silêncio diante da oportunidade quando você ouvir a voz de Deus falando a sua alma.





.