domingo, março 19, 2017

Oração pelo Brasil e pela Igreja Assembleia de Deus

.
Rodrigo Janot,  Sergio Moro, Deltan Dallagnol e Edson Fachin
Por: João Cruzué

Nosso país está passando por um momento decisivo, tanto na vida política como na religiosa,  principalmente para a Igreja Evangélica Assembleia de Deus que também decidiu de uma vez por todas fazer ativismo político.

Há 2 dias, a Operação Lava jato completou 3 anos de duração. No dia 17/03/2017, foi deflagrada pela Polícia Federal uma operação como nome "Operação Carne Fraca". Seria muita ingenuidade nossa pensar que, no dia do aniversário da Lava Jato, a PF estivesse mesmo interessada em verificar se o enchimento de linguiças, salsichas e afins estava sendo feito com papelão ou carne podre. Por trás das marcas mais famosas dos principais frigoríficos desta nação estão grandes financiamentos (mais de 10 bilhões) do BNDES e sabe lá mais o quê. Deve ter sido um recado muito claro para alguém ou algumas pessoas, coisa ainda não transparente para mim e para a sociedade brasileira. 

O mais importante nisso tudo está resumido em  uma frase que foi dita e quero comentar. "Deve-se arrancar a árvore da corrupção sob o risco de ter um Brasil [ainda] mais corrupto" (Procurador Deltan Dallagnol). 

Ninguém pode negar o perigo iminente que o futuro do Brasil corre, diante da verdade que está contida nessa frase. Ou se toma uma atitude agora, ou o Brasil se perde para sempre. Creio que é um grande milagre de Deus, presenciar pela primeira vez neste país um projeto nascido por obra do acaso. Acaso? Não! Não foi obra do acaso. 

Contra todo tipo de pressão, boicote, planos fortuitos, nada até agora abalou  os passos da Lava Jato. Ninguém conseguiu prevalecer contra ela. Parece massa de bolo, quanto mais bate, mais forte fica. Eu vejo nisso um sinal da mão de Deus, respondendo às orações de alguma senhora bem velhinha, acostumada a falar com Deus bem de perto.

Se é a mão de Deus, vamos continuar orando e pedindo a Ele que exponha à luz do sol todo tipo de corrupção neste país, que vem sugando o sustento das viúvas, o pão dos órfãos e a dignidade de pais e mães de família. Foram bilhões (talvez até trilhões) de reais que vêm sendo roubados pelos "faraós do Egito" possuídos por legiões de demônios que se movem na penumbra do poder para matar, roubar e destruir nossa qualquer coisa.

Quando Saulo de Tarso  da Bíblia foi se aconselhar com o Rabino Gamaliel, ouviu esta advertência: Se esta obra for de homens, ela por si mesma perecerá. Mas, se ela é Deus quem está sustentando ela, corre-se o risco de estar combatendo contra o próprio Deus. Da mesma forma, nosso país está diante de um ponto de inflexão. Ou se livra da influência dos corruptos ou se deixa vencer por eles e, dessa forma, continua riatudo igual nos próximos 500 anos.

Se esta oportunidade de saneamento for abortada e os corruptos prevalecerem, nunca mais este país vai ter outra oportunidade. A mim se me parece que esta é a última oportunidade que o SENHOR está dando ao Brasil antes que esta terra abençoada seja entregue definitivamente amaldiçoada e entregue aos demônios.


ATIVISMO POLITICO 

Por fim, vou comentar uma notícia que foi publicada com destaque ontem, 18/03/17 - na página A10, da Folha de São Paulo. Diz a manchete: "Assembleia de Deus articula criação de partido "pró-família tradicional". Encabeçando a iniciativa está o deputado federal Ronaldo Fonseca - Pros-DF, escolhido para ser o Presidente do Partido Republicano Cristão (PRC).  Será a 36ª legenda no caldeirão político brasileiro. O PRC já possui 300 mil assinaturas, faltando pouco mais de 1/3, para alcançar meta de 486 mil, ou seja 0,5% dos votos válidos para a Câmara Federal de 2014.

Meu comentário: Toda vez que a Igreja salta o muro da graça de Deus para se meter com representação política, ela fatalmente vai se expor a ser picada por uma "cobra". Jesus escapuliu da tentação do diabo lá no deserto da Judeia. Mas não é que os pastores da minha Assembleia de Deus estão fazendo exatamente aquilo que pregaram por quasse 100 anos?  

Não sou um alienado político. Os crentes devem mesmo votar e serem votados. A segregação, já dizia Martin Luther King, não ajuda na causa das minorias. O que me dá vergonha é ver pastores deixando sua principal missão, trocando a Casa de Deus e o rebanho para se aventurarem a "consertar" a política de Brasília.

Defender a família?  Por trás deste projeto, se eu sou homem de Deus não posso mentir. 

Eu digo que, na verdade, se não tomarem juízo, as primeiras famílias que vão  sofrer serão as famílias de cada um deles. Assim, vou fazer uma pergunta sincera e indiscreta: Como está hoje a família de cada pastor que deixou a Casa de Deus e se foi para Brasília ou para a Capital de seu estado? 

Se há homens de Deus nos cargos de pastorado da Assembleia de Deus, e eu sei que há, tomem muito cuidado, especialmente, com o que está acontecendo nos dias atuais. Em lugar de projeto político, cadê aquele projeto robusto e vigoroso para ganhar todas as almas perdidas deste país?  Onde estão aqueles projetos para levar a palavra de Deus aos jovens de todas as comunidades das periferias das grandes e pequenas cidades que estão sendo cooptados para o exército do tráfico de drogas? E onde estão as Missões? Ouço apenas de projetos pequenos e isolados.

A coisa mais horrorosa que se pode presenciar é um Pastor Presidente, vir apresentar candidatos à Igreja em dia de Santa Ceia. Preferiria que viesse expor o maior projeto de missões nacionais que este país jamais viu.

Voltando ao assunto, os  pastores mais influentes da Igreja Assembleia de Deus estão fundando PRC. O discurso é bonito, a justificativa é perfeita, mas será que combinaram, antes, com Deus sobre uma pausa, para trocar o sagrado pelo profano? E se isto for para frente, é porque todo os outros pastores deste mesmo ministério estão se omitindo e concordando com a destruição do que resta grande obra dos missionários suecos. 

Este tal partido político - o PRC,  não coisa abençoada por Deus. Eu sei que não é, parafraseando um antigo goverador gaúcho: Se tem cabeça de jacaré, rabo de jacaré e escama de jacaré, não pode ser um anjo. Com toda certeza é mesmo um jacaré. Sabe o que pode vir disso? Em breve, infelizmente, nós podemos ver pastores da Assembleia de Deus realizando cerimônias de bênçãos matrimoniais de casamentos gays. Acha que estou falando tolice? Então pergunta aos pastores das Igrejas da Suécia sobre o atendimento à Lei de diversidade religiosa aprovada há mais de 5 anos por lá. Quer mais, pergunta para as Igrejas do Canadá sobre o que aconteceria com a imunidade tributária delas, caso discriminassem celebrar o casamento homo-afetivo.

Irmãos, se por um lado Deus está limpando a corrupção no meio político brasileiro, por outro a Igreja Assembleia de Deus resolveu copiar o que de pior fez a Igreja Universal: A fundação de um partido político para levar seus pastores para Brasília e suas famílias para cargos comissionados em seus gabinetes. 

Será que a Assembleia de Deus vai mudar sua tradição de evangelização justo agora que o país precisa de ouvir o Evangelho da justiça.  Quer saber,  quando este tipo de ação começa aparecer dentro da Igreja, é um péssimo sinal. É sinal de que o amor esfriou.





3 comentários:

Junior Melo disse...

UM lúcido, emergencial comentãrio e um a advertencia da parte de Deus , feito por você, pastor .Sou de origem Assembliana e pela grande his´tória de heroismo e pioneirismo , amo esta denominação .Mas de uns anos, para cá, me envergonho da liderança desta igreja;Graças a Deus , a igreja militante, o organismo vivo de Jesus, o corpo sagrado , a noiva separada está imune a estas iniciativas de apostátas .

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Bem amigo e presbítero João Cruzué,

A Paz do Senhor.

Tanto concordo com a sua lavra, que publiquei um link, enviando meus leitores para cá.
Parabéns!

Pb. José Roberto da Rocha disse...

Achei que estava sozinho,pregando neste deserto! È sempre assim ,aconteceu com Elias que achava que estava sozinho naquela peleja contra a apostasia de Israel! Não vamos imitar a Universal,prá quer bagunçar mais o que já estar bagunçado! Pastores deputados tomem vergonha na cara e renunciem a tudo isto e voltem para o lugar de onde nunca deveriam ter saído: O pulpito de vossas igrejas ou vocês viraram pastores virtuais? E quanto ao Brasil, eu tenho orado para que os homens de bem desta nação sejam guardados por Deus e passem a assumir postos importantes nesta nação! E que tb os corruptos de todos os credos,que estão hj ocupando cargos importantes nesta nação,sejam abatidos e que Deus os fira com todos os tipos de infermidades,passem por vexames e sejam presos e no último caso que sejam mortos!