segunda-feira, outubro 16, 2017

Ajuda de Deus


Por João  Cruzué

Se você está precisando de ajuda e por isso digitou esta palavra na busca do Google, saiba que eu me senti compelido a escrever algumas palavras, nesta madrugada, para você.  Você está precisando ouvir uma palavra ou um conselho de Deus? Então, ouça.

Nenhuma condenacão há para os que estão em Cristo Jesus, pois em seu nome há perdão dos pecados, saúde para o corpo, esperança para o desprezado e paz para o cansado.

Deus, o Senhor de Israel é o único Deus verdadeiro. Na sua palavra está escrito: Clama a Mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes.

Como Deus vai lhe ajudar? Eu vou dizer como. Se você nunca aceitou Jesus, procure uma Igreja Evangélica perto da sua casa, e pergunte para o primeiro crente que encontrar na porta: O que eu preciso fazer para. Outra forma de fazer isto, é ler o 1° capítulo do Evangelho de São João. Receba em seu coração o Senhor Jesus Cristo, para ser adotado como filho de Deus. A partir daí, você vai pedir perdão dos seus pecados. Jesus vai perdoar você.  E vai escrever seu nome no Livro da Vida de Deus.

Como filho de Deus por adoção, você vai orar a Jesus lá no seu quarto e sua oração será ouvida, é ajuda você terá.
Por
Se você já é um crente em Cristo Jesus, ouça: o sofrimento e a necessidade faz parte da vida do cristão. Não todo dia, mas há temporadas que Deus permite isso. Permite por algumas razões:

1. A fé cresce quando temos que esperar por uma resposta.

2. O ponteiro do pedreiro é temperado no fogo e no óleo. O caráter do crente, às vezes precisa ser lapidado com dias de lutaseja e dificuldades.

3. Deus corrige a todo crente que ele adota por filho, para que não continue teimoso e surdo a Sua palavra.

4. O diabo procura todo dia derrotar e armar laços para um crente fiel. Luta, na maioria das vezes não é consequência do pecado, mas da inveja do diabo.

5. Continue orando. Continue falando de Jesus. Continue servindo o Senhor com o melhor que puder. Ele não é cego nem surdo. Você é eu não merecemos, mas a vitória é Jesus quem conquista e nos dá de graça.

Você precisa de paz? Receba o perdão de Deus; antes, porém perdoe e limpe seu coração das velhas mágoas.

Você precisa de saúde para alguém da sua casa, pelo nome de Jesus e pelas suas feridas receba a cura para sua casa, você é sua família.

Você tem falta de pão em sua casa? Seus filhos não terão o que comer nesta semana? Abra a sua boca, agora, e agradeça a Deus pelo pão e pelos mantimentos que Ele vai mandar na sua casa. Louve ao Senhor.

Você está desempregado há muito tempo? Sempre foi esforçado e honesto? Saiba que passei por 11 anos de desemprego. Depois disso, a bênção chegou. A cada ano ela foi ficando maior.

Não há pecado que Jesus não perdoa, não há buraco em que Ele não possa abrir uma porta de escape, não há droga que Ele não possa quebrar a dependência, porque Jesus é o filho do Deus altíssimo. Ele me mandou dizer que lhe trazer Ajuda!

segunda-feira, outubro 02, 2017

As Eleições Presidenciais de 2018 à sombra de 2002

Lula e Bolsonaro
Por João Cruzué

O que há de semelhança entre  a eleição de 2002 com a próxima eleição majoritária  marcada para outubro de 2018? Ao fazer esta análise vamos chegar a um denominador comum: A insatisfação geral da sociedade. 

Insatisfação com a classe política.  Insatisfação com a falta de segurança.  Insatisfação com o Judiciário. Insatisfação com a metástase da corrupção em todos os níveis de governo. O desejo de uma mudança qualquer que substitua o que aí está.

Em 2002, a Igreja Católica estava cheia de 8 anos de governo de FHC. No meio Evangélico, lideranças expressivas  da Assembleia de Deus aspiravam a qualquer coisa nova, diferente. Aí, nos 15 anos que se seguiram nos deparamos com a institucionalização da propina e a racionalização da ética.

-Se os outros sempre fizeram...

Também é muito oportuno relembrar que a Venezuela está do jeito que está, porque a paciência da sociedade se esgotou diante de um estado generalizadamente corrupto. História muito parecida com aquele caso em que o dono da casa não sabia mais o que fazer com tantos ratos, diante da inércia do gato, trouxe um leãozinho para dentro de casa.

Não há racionalidade alguma quando o efeito manada perturba a política de um país. 

Não sabemos que vem por aí. Não me assustaria se no ano que vem algum caçador de corruptos  oferecesse uma mensagem "nova" que a sociedade gostaria de ouvir. 

Temo que  a insatisfação e a pressa de um povo irritado com tanta corrupção  possa colocar em Brasília um leão que comece caçando ratos. O problema é que depois de persegui-los,  o leão comece a caçar empresários, políticos, pastores, bispos, juízes, donos de TV, fechar Igrejas...

O histórico do que se anda (mal)fazendo com a fé por este Brasil afora, diante da infinidade de exemplos bíblicos, faz-me concluir que Deus não é brasileiro. Ele é justo e não deixará impune a avareza dos pastores, bispos, empresários, políticos e uma nação inteira cujas famílias, com poucas exceções, criaram o berçário de onde apareceu toda esta corrupção.

Se o SENHOR Deus afinou Israel como se afina a prata, o país da sociedade mais corrupta do mundo - o Brasil -, pode estar com os dias de liberdade e paz contados. Quem tem ouvidos para ouvir e boca para orar não se esqueça de pedir a graça de Deus para mudar o coração do povo desta  nação.








.

sábado, setembro 30, 2017

Livro do profeta Jeremias 31

Profeta Jeremias
Por João Cruzué

Uma promessa de Deus que pode se cumprir em sua vida:

JEREMIAS 31:16: "Assim diz o SENHOR: Reprime a tua voz de choro, e das lágrimas os teus olhos, porque há galardão para o teu trabalho, diz o SENHOR, e eles voltarão da terra do inimigo".

Quando o SENHOR Deus se inclina para ouvir a tua oração,  e decide que é chegado o tempo da mudança, ainda que você esteja no fundo poço das derrotas ,  não há nada que possa impedi-lo de cumprir o SEU propósito na tua vida.

Levante todas as madrugadas. Se já desististes, volte a acreditar. Jejue. Como está escrito no evangelho do SENHOR Jesus, registrado por Lucas, no versículo 37, capítulo 1 , "Para Deus nada é impossível"

O SENHOR te ama. O SENHOR  nunca te abandonou.

Amém.



.

sábado, setembro 16, 2017

Eu tenho um sonho


.

Pastor Martin Luther King 
(15/01/1929 - 04/04/1968)

Tradução de João Cruzué

"Eu lhes digo hoje, meus amigos, apesar das dificuldades que enfrentamos hoje e amanhã, eu ainda tenho um sonho. É um sonho enraizado no Sonho Americano.

Eu tenho um sonho que um dia esta nação se levantará e dará testemunho do verdadeiro significado do seu credo; nós conservamos estas verdades para que fique autoevidente: Que todos os homens foram criados iguais.

Eu tenho um sonho, que um dia sobre as colinas vermelhas da Geórgia os antigos donos de escravos serão capazes de se assentarem juntos à mesa da irmandade.

Eu tenho um sonho que um dia, mesmo o estado do Mississípi, sufocado pelo calor da injustiça, sufocado com o calor da opressão, será transformado em um oásis da liberdade e da justiça. 

Eu tenho um sonho: Que um dia esta nação se porá de pé e viverá o verdadeiro significado de sua crença: Nós conservamos esta verdade para ser auto-declarada, que todos os homens foram criados iguais.

Eu tenho um sonho, e nele, meus quatro filhos pequenos viverão em uma nação em que não serão julgados pela cor de suas peles, mas pelo conteúdo de seus caráteres." 

Eu tenho um sonho que meus quatro filhos um dia viverão em uma nação onde eles não serão julgados pela cor da sua pele mas pela conteúdo de seus caráteres.

Eu tenho um sonho hoje.

Eu tenho um sonho que um dia lá embaixo no Alabama com seus vícios racistas, com seu governador tendo em seus lábios palavras de interposição e nulificação, um dia bem ali no Alabama, os garotinhos negros e menininhas negras serão capazes de andar de mãos dadas com os garotinhos brancos e menininhas brancas, como irmãs e irmãos.

Eu tenho este sonho hoje.

Esta esperança é nossa esperança. É com esta fé que eu me volto para o Sul. É com esta fé que nós seremos capazes de transformar a montanha do desespero em uma pedra de esperança. Com esta fé nós seremos capazes de trabalhar juntos, lutar juntos, para juntos ficarmos de pé pela liberdade, sabendo que um dia, nós seremos livres"

"Deixe a liberdade ressoar. Nos cumes das colinas prodigiosas do Novo Hampshire, deixe a liberdade ressoar. Nas montanhas poderosas de Nova York, deixe a liberdade ressoar. Nas elevações dos Alleghenies da Pensilvânia, deixe a liberdade ressoar. Mas não só isto; deixe a liberdade ressoar no Monte Stone da Geórgia. Deixe a liberdade ressoar em cada colina e até nos montículos de terra das toupeiras do Mississípi.

E quando isto acontecer, quando nós a deixarmos ressoar, vamos nos apressar para aquele dia quando nós, todos os filhos de Deus, homens pretos e homens brancos, judeus e pagãos, Protestantes e Católicos, seremos capazes de nos dar as mãos e cantar as palavras do velho Negro Espiritual:

"Livre por fim, livre por fim 

Graças ao Poderoso Deus 

Por fim, livre eu estou."



Autoria do Sermão: Pastor Martin Luther King, Jr.
Local: Lincoln Memorial
Washington-DC/USA
1963

Tradução de João Cruzué - para o Blog Olhar Cristão

Source: The King Center




.

sábado, setembro 09, 2017

Temporada de Furacões 2008 x Temporada de Furacões 2017

Furacão Irma - 9.9.17

João Cruzué:

Em 2008, registrei a passagem de dois furacões que devastaram Cuba - Gustav e Ike [Mc]. Naquele mesmo ano o Furacão Hanna ceifou  mais de 500 vida em sua passagem pelo Haiti [G1]. Todos eles tinham uma coisa em comum: o mês de setembro de 2008.

Nove anos depois, agora em setembro de 2017, outra temporada de furacões está começando. O furacão Irma está em todas as mídias sociais.  Há dois dias ele está passando por Cuba. Hoje, à meia noite ele atinge o sul da Flórida. Todos dizem que ele subirá pela Flórida, mas à semelhança do que aconteceu em 2008 com o Gustav e o Ike, acho que ele pode ir direto pelo meio do Golfo do México, podendo atingir o Texas, pela segunda vez este ano.

O furacão José, segue o mesmo caminho do Irma. Hoje deve passar pelas Ilhas do Caribe: Barbuda, Antigua e San Marteen. Espero que não faça nada no Haiti, como fez o segundo furacão de 2008 - o Hanna.

O Terceiro Furacão da Temporada, potencialmente, está se formando, no paralelo 15,  perto da costa africana.  Quem quiser olhar nos mapas pode ver uma imensa tempestade tropical caminhando para o meio do Atlântico, da mesma forma que o Irma e o José estão fazendo.

Mapa de 9.9.17


Agora, vamos à temporada de furacões de setembro de 2008:

Furacão Gustav
Período: 25 de agosto a 7 de setembro de 2008


Caminho do Furacão Gustav


Furacão Hanna
Período de 28 de agosto a 12 de setembro de 2008.


Caminho do Furacão Hanna


Furacão Ike
Periodo de 1 de setembro a 15 de setembro de 2008


Caminho do Furacão Ike



Não sou especialista em furacões. Estou registrando apenas minhas observação, depois de ter comparado a temporada de setembro dos grandes furacões de 2008 com o início da temporada de setembro de 2017. A respeito do Furacão Irma (setembro 2017) em certo sentido, seu caminho parece um pouco com o do Furacão Ike, da figura acima.  Seu caminho inicial foi um pouco mais ao norte. Os dois passaram por Cuba. O Ike segui direto para o Texas, quanto ao Irma vamos saber por onde passará a partir dos próximos 3 dias.





.


.

domingo, agosto 27, 2017

Eleição de candidatos evangélicos - voto distritão e voto distrital misto




.
Voto Evangélico
Por: João Cruzué

Sempre que uma pauta negativa fustiga os maiores políticos do Brasil, um balão de ensaio é lançado na mídia. Se colar, colou. Este é meu entendimento. Dilma tentou isso, há uns dois anos e agora, quando a temperatura da chapa esquentou muito, o assunto requentado da "reforma política" está aí tomando conta da pauta. Se mudar alguma coisa, embora a chance seja mínima, as mudanças podem prejudicar a eleição de candidatos evangélicos.

O fator decisivo para uma eventual mudança é o dinheiro de campanha. É muito comentado (vide Reinaldo de Azevedo) que em tempo de falta de dinheiro para custear campanhas, o "as seitas e o crime organizado" é que se darão bem.

Eu sei que pouco crente sabe. O sistema de voto que temos hoje para cargos legislativos se chama voto proporcional. Por este sistema, os partidos fazem coligação. A coligação recebe um total de votos.  Votos em nome dos candidatos + votos na legenda. O total de votos é dividido pelo quociente eleitoral. Esta conta dá o número de candidatos eleitos. Os mais votados da coligação ganham as vagas.

Principal defeito do sistema de voto proporcional: Você vota em um evangélico, e é possível que seu voto vá eleger um ateu. A recíproca também é verdadeira: alguém poderia votar em um ateu e acaba elegendo um evangélico. O que também ocorria: políticos "espertões" chamavam um artista para ser um puxador de votos. Exemplo: O palhaço Tiririca. Com os votos recebidos ele elegeu sozinho outros 2 ou 3 candidatos. O evangélico só se dava bem neste negócio se ele fosse bom de voto. 

Há outros sistemas de voto. Vamos falar de dois o tal distritão e o distrital misto.

O sistema distritão funciona assim: Na eleição para cargos do Legislativo não há coligações; leva a vaga quem tiver mais votos. Se este sistema for o escolhido, é o mais fácil de ser entendido pela população. Para os evangélicos ele, aparentemente, é vantajoso porque o candidato pode receber votos dentro de todo estado ou do município. 

Já no sistema distrital misto  o eleitor vota duas vezes para cargos do Legislativo. Uma vez no candidato da sua região (distrito) e outra vez em uma  lista fechada elabora pelo partido. 

Se a região tiver muitos candidatos fortes, um evangélico nunca irá ganhar, porque seus votos vêm da minoria da sociedade. Eleitores de outras regiões do estado (distritos) não podem votar nele. Se votarem, o voto vai ser anulado.

Chamo a atenção para outro ponto. Os candidatos escolhidos pelos líderes das Igrejas Evangélicas, mormente, da própria família deles, podem ter problemas. Uma Igreja que elege seus candidatos com os votos de todo estado, agora não terá estes votos. Somente os votos da região (distrito) é que serão válidos. Assim, se o filho/filha do Pastor Presidente não tiver a simpatia dos crentes da região, nunca será eleito(a).

Assim, as Igrejas terão que entrar em acordo nos distritos onde seus candidatos tiverem mais chance de ganhar. Do contrário, qualquer organização com mais jogo de cintura, leva a vaga do legislativo. Então, o que poderia acontecer seriam coligações entre lideranças das igrejas em lugar das coligações entre partidos. As campanhas dentro dos distritos seriam muito mais acirradas. Diria que chegariam ao sistema p2p (porta a porta).

Outra coisa dentro do sistema distrital misto. O candidato malandro que manda no partido, o corrupto, estaria com o nome dentro da lista fechada. Em um país onde a boca de urna é uma prática criminosa tolerada, muitos corruptos poderiam ser eleitos na lista fechada, porque há muita ignorância e pouca informação sobre assuntos políticos na sociedade brasileira.

Sinceramente?

Acho que este assunto de reforma política é só para tapar o sol com a peneira. A corrupção e a vagabundagem de muitos políticos tem se tornado assunto de terceiro plano com esta pauta de reforma que emplacou na mídia. Pessoalmente, na atual circunstância, ainda prefiro o sistema que temos hoje - o de voto proporcional.












segunda-feira, agosto 21, 2017

Semana de chuvas em São Paulo 15 a 21.8.2017

Por João Cruzué.

Depois de uns 60 dias de seca, tivemos 2 frentes frias e 8 dias de chuvas ontermitentes. Ontem, domingo até houve relâmpagos e trovões pela manha. Hoje teve sol e garoa. Um frio de 11 graus ali pelas 19:00. Talvez uns 7 graus amanhã cedo.

E não vai ser só isso. No mapa do satélite Goes, aparece uma grande frente fria subindo pela Argentina.

Mais chuva e mais frio.


domingo, agosto 20, 2017

POPULAÇÃO EVANGÉLICA NO BRASIL PROJEÇÃO PARA 2020

.
POR: JOÃO CRUZUÉ



Quero presentear amigos, irmãos e pesquisadores com mais este trabalho de pesquisa sobre dados estatísticos de religião no Brasil. Para quem ainda não sabe, não temos uma fonte de pesquisa que bata à porta de cada família brasileira e pergunte qual a religião que professa. Tantos os dados do IBGE como os dos maiores institutos de pesquisa (Datafolha e Ibope) tabulam dados por amostragem. Tendo feito esta consideração, segue minha projeção com base em duas fontes.


1) Projeções da população evangélica para  2020, usando dados estatísticos do IBGE:




Notas explicativas:  1) AH, significa "Análise Horizontal"; 2) AV, quer dizer "Análise Vertical" 




Como metodologia da projeção, usei os seguintes critérios:


1) Para  encontrar a população Evangélica, apliquei a mesma variação entre os Censos de 2000 e 2010, sobre os dados populacionais de 2010 para projetá-los para 2020, ou seja o mesmo crescimento de 61,45% em 10 anos ou 4,9% por ano.


2) Quanto à variação de crescimento ou redução da quantidade de fiéis de cada Igreja, é algo mais complexo. Apenas utilizei o mesmo desempenho da primeira década para sugerir que, se tudo permanecer igual, o resultado poderia ser igual. 

Observações importantes: O IBGE não preparou questionários, no Censo de 2010, com os nomes das Igrejas Internacional da Graça de Deus, nem com o da Igreja Mundial do Poder de Deus. Acho que deveriam, mas não o fizeram. Também não fez separação entre Igrejas Pentecostais e Neopentecostais. Por outro lado, nem todos os países do mundo publicam estatísticas oficiais sobre religião. Neste ponto, aprecio o esforço do IBGE.


2) Projeções estatísticas com base em pesquisas publicadas pelo o Instituto DATAFOLHA em 28 de dezembro de 2016: 




a) Série Históricas de 1994 a 2015:




a) Em seguida, ainda pelo DATAFOLHA, seguem as estimativas de fiéis por Igreja Evangélica e nossa projeção para 2020.




Quero acrescentar que não adicionei incremento de eventual crescimento a partir de 2015. Mantive a mesma relação dos 30% sobre a população em 2020.

Conclusão: Comparando a projeção 2020 com base em dados do IBGE (32,18%) com a projeção com dados de 2015 do Instituto DATAFOLHA, é possível estimar que no final do ano de 2020 a população evangélica esteja em um intervalo de 32 a 35%.


P.s: como este post me custou mais de 6 horas ininterruptas de trabalho, por favor, se precisar de usar meus dados, solicite autorização por e-mail (cruzue@gmail.com). Certamente vou atender.


.


sexta-feira, agosto 18, 2017

Estudo Bíblico sobre Geazi

.

O arrebatamento do profeta Elias
Por: João Cruzué


Estive lendo esta semana o texto da Bíblia que registra a história da morte do filho da melhor sunamita. Ali, fiquei curioso com as atitudes de Geazi no cotidiano com o profeta Eliseu. Daí, nasceu um desejo de sair do perfunctório e fazer uma análise holística sobre este intrigante personagem.

Geazi aparece, pela primeira vez na Bíblia, atendendo uma ordem do profeta Eliseu, no segundo Livro dos Reis - 2Rs. 4:12. No desenrolar desse diálogo, fica bem entendido que, enquanto o profeta se preocupava com a vida espiritual das pessoas, Geazi se interessava pela vida particular delas.

-Então disse ele [Eliseu]: O que se há de fazer por ela? Ele já havia perguntado diretamente a ela do que precisava. Como foi muito discreta, e não dissera nada, o profeta foi confabular com o auxiliar.

-Ora, ela não tem filho, e seu marido é um velho. Esta foi a análise de Geazi. 

Eliseu não sabia disso, mas Geazi estava muito bem informado. A meu sentir, isto mostra indubitavelmente que Geazi tinha um perfil de fofoqueiro, dado a buscar informações sobre a vida pessoal das pessoas. Sinceramente, não sei qual foi o critério de escolha de Eliseu ao acolher Geazi. Será que Eliseu aceitou a sugestão de alguém, em lugar de esperar pela resposta de Deus? Pergunto a você, no começo deste post,  você acha que foi mesmo Deus que mescolheu Geazi para ser auxiliar do profeta Eliseu?

Continuando, com base na informação de Geazi, o profeta Eliseu mandou chamar a mulher sunamita e lhe fez uma promessa: "Por este tempo [mês] no próximo ano, abraçarás um filho. O que ela, a princípio não quis acreditar.

-Mas, eu analiso que não foi Deus que revelou a Eliseu que a mulher queria um filho. Isto foi dedução e sutil sugestão de Geazi. O profeta era um homem que andava na presença de Deus, chamou a mulher, prometeu, crendo ou não, a promessa se cumpriu.

Depois do menino grande, ele morreu de repente, talvez por um aneurisma cerebral. A cabeça começou a doer e não houve jeito. Ao meio-dia, expirou no cola da mãe. Ela foi procurar o profeta no Monte Carmelo.

O profeta viu de longe a aproximação da sunamita. Ele disse para Geazi: "Eis aí a sunamita; corre-lhe ao encontro e pergunta se está tudo bem. Quero interromper o rio, para comentar que há lindos hinos cristãos com a resposta a esta pergunta "Vai tudo bem, It is well on my soul".

A mulher abaixou-se e segurou os pés de Eliseu. Qual foi a atitude de Geazi? Ele procurou tirar a mulher dali, entendendo que ela estava importunando o profeta.  O que posso ler nesta atitude? Que Geazi não possuía nenhuma intimidade com Deus. O profeta percebeu que ela estava com o espírito amargurado. Geazi, não. Não tinha nenhuma sensibilidade espiritual.  Posso comparar isto à secura espiritual do sacerdote e do levita, no texto da parábola do bom samaritano. Sensibilidade zero.

Foi aí que o profeta Eliseu sofreu a primeira crítica da sunamita: Por ventura eu pedi ao senhor algum filho?  Foi aí que o profeta sentiu na pele o que é tomar uma decisão fora da direção de Deus. Isto mesmo, que arranjou-lhe toda confusão foi Geazi.

Sendo assim, ele pôs Geazi a caminho. "Vista uma roupa, tome meu bordão  e vai correndo. Não perca tempo saudando ninguém, nem responda saudações. Chega até onde está o menino e põe o meu bordão sobre o rosto do menino.

A esta altura, a mulher sunamita não concordou. E não concordou porque passou a conhecer que o auxiliar do profeta não tinha a virtude, a presença de Deus na vida; pelos gestos e atitudes ela viu que Geazi era um religioso estéril. Por isso, insistiu que Eliseu fosse até onde o menino estava.

Geazi foi correndo e voltou trazendo más notícias. "Eu coloquei o bordão na cara do menino, mas ele nem se mexeu, continua mortinho..."

Eliseu teve de orar 2 vezes a Deus para ver o menino ressuscitado. Pegou o menino, chegou até a sunamita e disse mais ou menos assim:

-Toma, sua incrédula! Ela se ajoelhou aos pés do profeta, colocou seu rosto no chão, pegou seu menino e saiu.

No capítulo 5 do mesmo Segundo Livro dos Reis, podemos conhecer outra face do caráter de Geazi - o Geazi avarento.

O general sírio Naamã recebeu a cura da lepra, banhando-se 7 vezes nas águas barrentas do Rio Jordão. O profeta Eliseu recusou os presentes do general, mas Geazi, sorrateiramente, foi e mentiu, dizendo que por motivo de "assistência social" o profeta Eliseu precisava de 1 talento de prata e 2 mudas de roupa. Sai, com 2 talentos de prata e 2 mudas de roupa. Geazi nem se deu ao trabalho de carregar; dois auxiliares do general carregaram aquilo até perto da casa de Geazi.

--Geazi,  donde vens?

--Ah! meu senhor, teu servo não foi a parte alguma. 

A Bíblia fala que o diabo é o pai da mentira, que mente desde o princípio e nele não há verdade alguma.  A Bíblia registra as palavras de Jesus em São João 8:44, chamando os fariseus de filhos do diabo porque eram homicidas e mentirosos.

A lepra saiu de Naamã, mas por causa da mentira e avareza ela foi parar no meio da família de Geazi.

No capítulo 6 de 2Reis, o Rei da Síria fazia guerra contra Israel. A tática que o Rei e seus generais planejavam nas suas tendas, Deus revelava ao olhos do profeta Eliseu. Este, sendo revelado pelo Senhor, avisa o Rei de Israel: Evita de passar por tal e tal lugar, porque o exército da Síria vai estar lá.

Irritado, o Rei da Síria pensou que havia um espião de Israel no meio de seus generais. Ao saber que seus planos eram revelados por Deus ao profeta mandou cercar a cidade onde estava morando Eliseu e Geazi.

Pela manhã, o moço do profeta [Geazi] levantou-se e viu a cidade de Dotã cercada pelo exército sírio.

-Ai meu senhor! O que faremos agora?

E Eliseu orou, e disse:

--Ó SENHOR, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. 

E o Senhor abriu os olhos dele, e ele viu que o monte estava cheio de carros de fogo em redor de Eliseu. Nesta sequência, eu posso ver que o Geazi cego, incrédulo, fofoqueiro, mesquinho, mentiroso e avarento, passou a ter visões espirituais.

No capítulo 8 de 2Reis, vemos, porém, um Geazi diferente, conversando com o Rei de Israel. E o Rei pediu: "Conta-me, peço-te, as grandes obras que o profeta Eliseu tem feito" E, enquanto ele estava contando como Eliseu ressuscitara o filho da sunamita, ela própria apareceu, de repente, perante o Rei, e Geazi falou: "Ó rei, meu senhor, esta é a mulher, e este é seu filho a quem o profeta Eliseu ressuscitou." Muito interessante esta passagem. Geazi falando e Deus trazendo a mulher durante o assunto, para  confirmar o testemunho.

A partir do capítulo 8 de 2Reis, não é mais mencionado o nome de Geazi, segunda minha pesquisa na Bíblia América: https://eliseujn.wordpress.com/biblia-america .


Minha conclusão: pelo que está exposto na Bíblia, Geazi foi um péssimo auxiliar de profeta no começo. Seu pior feito foi ter mentido ao general Naamã por motivos avarentos. Mas depois deste acontecimento, talvez por causa da maldição da lepra em sua família, Geazi pode ter mudado de caráter. Eu creio nisso, depois da oração do profeta Eliseu: Senhor, abre os olhos desse moço. Ali, Geazi começou a ver a majestade de Deus e o poderio dos exércitos celestiais. Geazi era um cego que passou a ver. Quando ele contava o testemunho do que Deus fizera, ressuscitando o filho da sunamita, eu posso ver um ex-fofoqueiro que passou a ser uma testemunha fiel dos milagres do Senhor Deus. 

É isto que eu posso dizer, depois de ter analisado a obra completa da vida de Geazi na Bíblia.









quinta-feira, agosto 17, 2017

A Operação Lava Jato e a corrupção no Brasil

.
Oração.3
Por: João Cruzué
.
Toda organização humana tem começo, meio e fim. A Lava Jato não vai ser exceção. O que vem até nós pela imprensa tem cara de verdade, parece com a verdade, todavia, não sabemos no meio de tantos interesses o quê de fato é verdadeiro. O que não nunca vai mudar é: Deus abomina a corrupção e ama a justiça. A lava jato vai passar, a corrupção pode voltar atualizada,  mas se nós cristãos  orarmos com mais insistência, a justiça de Deus vai se revelar e  outra lava jato também virá.

Uma verdade é bem clara: A corrupção parece estar presente nos grandes negócios envolvendo governo e grandes empreiteiras . O exemplo disso é farto: Petrobrás, Eletrobras, BNDES, e as empresas que aparecem todo dia na mídia impressa . Basta fazer uma busca no portal de cada grande jornal ou revista, que os resultados vão ser fartos. 

Infelizmente, se houvesse ranking de roubo e desvio de dinheiro público, hoje, seria difícil desbancar o Brasil do Guinness  www.guinnessworldrecords.com/ .

Segunda verdade: A meta de gastos do Brasil em 2017 pode estourar 140 bilhões  de reais. Gasto maior que arrecadação http://g1.globo.com/economia . Para resolver isso,  de três soluções, apenas duas são repetidas exaustivamente pelos ministros da Fazenda, na tentativa de torná-las uma verdade: 1) Aumentar impostos; 2) Reduzir despesas com Saúde, Educação e Assistência Social. A terceira solução, seria reduzir bastante as taxas de juros. Mas sobre isso nem uma palavra. A taxa Selic (www.bcb.gov.br/htms/selic/conceito) sempre está, no mínimo, uns 4 pontos acima do que seria razoável.

Você quer saber quanto é pago de juros pelo governo federal? Pois bem, segundo o portal http://g1.globo.com/dívida publica, em maio de 2017 foram pagos R$ 34,36 bilhões. Fazendo uma conta rápida, isto dá 412 bilhões de reais de juros para 2017. 

Informações adicionais: cada ponto percentual que cai na taxa Selic (exemplo: de 10,25% para 9,25%), segundo análises de abril/2107, são  R$ 35 bilhões de juros que deixam de aumentar o total dívida do Governo Federal - www.correiobraziliense.com.br/economia.  A dívida pública federal alcançou em maio/2017 o patamar de R$ 3,25 trilhões - http://g1.globo.com/dívida publica .

Como o governo federal é dependente do sistema financeiro, é muito mais fácil deixar por 2 anos de corrigir a tabela do Imposto de Renda, aumentar os impostos sobre a gasolina e gás de cozinha, do que tirar dinheiro dos Bancos, afinal por que você acha que, via de regra, o Ministério da Economia/Fazenda no Brasil está sempre nas mãos de uma pessoa que está ligada aos Bancos? Embora sejam muito competentes, não seriam bobos de mexer nos próprios interesses.

Terceira verdade: A Lava jato começou bem, continuou bem, mas agora está afundando. Não por causa do Juiz Moro, mas porque alguns agentes da Procuradoria e do Ministério Público se envaideceram e partiram para um ativismo, que não é do meu interesse abordar aqui. Foram muito zelosos no caso da Odebrecht, mas deu um tiro no pé no caso da Friboi.  Quando os irmãos Batista receberam imunidade processual, além de uma anistia ampla, geral e irrestrita, eu sinto muito, o Ministério Público Federal, liderado pelo Procurador Geral Rodrigo Janot, assinou o ocaso da Operação Lava Jato.

Ela pode até continuar por mais um ano, dois. Prender meia-dúzia de empresários a cada segunda-feira, mas o rombo no casco do "titanic" já está feito. 

O que vai acontecer com a corrupção no Brasil? 

Como cristão, creio muito no poder da oração. Orar mexe com os ouvidos e as mãos do Senhor Deus de Israel. Eu oro e continuo orando para que toda corrupção, de todas as esferas de governo seja exposta à luz do meio dia. Todavia, em uma terra que não põe em prática o conselho de II Crônicas 7:14, infelizmente, eu creio que o que vai acontecer por aqui é o mesmo que se seguiu na Itália da operação "Mani Pulite" (http://www.bbc.com/). 

Ou seja, a corrupção vai mudar de versão, assim como o Windows da Microsoft. Vem aí a corrupção  ponto 3.  as grandes e pequenas empreiteiras continuarão fazendo "grandes e pequenos" negócios com as três esferas de governo. Outra lava jato só vai acontecer, quando outro grupo do Judiciário adquirir força política necessária para confrontar os donos do poder.

A não ser, que le mani de Dio acabem com esta cultura satânica em que os "faraós" do  Brasil  ficam com tudo, enquanto as viúvas, órfãos, pobres e  miseráveis continuam olhando para cima,  aguardando as bolsas-migalhas.

Minha conclusão é: A corrupção.3 é inevitável. A forma de receber trocar propinas por negócios vai sofisticar-se. A oração, por outro lado, também deve atualizar a sua versão. Quem  ora de dia, se quiser, pode começar a orar pelo Brasil de madrugada - oração.3. E, o Senhor Jesus vai ouvir esta oração incessante, e vai enviar outra Operação Lava Jato atualizada, porque esta, que está aí,  já era.     







quarta-feira, agosto 16, 2017

Uma reflexão sobre o Salmo 126: os que voltaram a Sião


Em meio ao cinza, havia uma canção.

Wilma Rejane


Salmo 126:1-Quando o Senhor trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham. 

O Salmo 126 foi escrito por um exilado judeu que experimentou  70 anos de deportação de Jerusalém para Babilônia. Qual o nome desse prisioneiro? Não se sabe. O que se sabe é que sua gratidão e louvor por ter retornado a Sião são e salvo, está registrada como  um cântico de celebração ou um Cântico dos degraus.

E que degraus eram esses? Eram os degraus das subidas entre Jerusalém e a Babilônia (Esdras 7:9) e os degraus do templo de Jerusalém,onde,ano a ano peregrinos se reuniam para relembrar a libertação do cativeiro. Cada degrau um novo cântico,um novo Salmo. No total, são quinze os Salmos denominados "dos degraus ou das romagens" do 120 ao 134.

O Salmo 126 é tão belo quanto os demais e versa especialmente sobre restauração. O autor faz uso de três metáforas para expressar a alegria do retorno para casa: Um sonho agradável, as águas frescas das torrentes do Neguev e as festividades da colheita. Lendo esse Salmo, logo no primeiro verso, encontro inúmeras lições que servem de referencial para os tempos de crises, de cativeiros enfrentados por nós em determinados momentos da vida. 

O cativeiro Babilônico teve inicio em 598 a. C e nos livros dos profetas Ezequiel, Jeremias, Daniel, Ageu e Zacarias é possível constatar relatos da época, bem como dos propósitos de Deus para a nação de Israel que estava sob julgamento. No livro de Esdras há um rico relato do período de retorno da Babilônia, do mover de Deus sobre a nação de cativos que com arrependimento e choro retornaram para os seus lares.

Mas o que aconteceu com os cativos  durante os 70 anos de crise? Como encontraram forças e ânimo para permanecerem esperançosos e confiantes de que tudo iria passar e Deus estava com eles? Não deve ter sido fácil porque a Babilônia procurou de todas as formas oprimir e roubar toda esperança do retorno. E é da Babilônia que nos chegam revelações do que acontece no mundo espiritual em tempos de crise. Claro, nem toda crise é resultado do juízo de Deus sobre nós. Existe base Bíblica para afirmar que até mesmo homens justos e tementes a Deus podem passar por cativeiros terríveis,foi o que aconteceu com Jó.

Se é difícil encontrar os porquês das crises, se não há unanimidade quanto a isso, porém,há unanimidade em outro aspecto das crises: elas confrontam nossa fé e força e todos, sem exceção, precisam lidar com elas, de modo a não se deixar abater, naufragar. Por esse motivo, é que olhar para o cativeiro nos ensina. Eclesiastes 7:5 diz: "O coração dos sábios está na casa do luto, mas o coração dos tolos na casa da alegria." Então, vamos aprender com a casa do luto?

Algumas dificuldades vividas pelos cativos na terra da Babilônia:

I- Uma das primeiras investidas do exército da Babilônia (sob o domínio de Nabucodonosor II) contra os judeus foi: saquear as preciosidades do templo de Jerusalém. Tudo quanto havia em ouro, prata, metais preciosos foram levados embora (Jeremias 52). 

O templo de Jerusalém era uma representação da presença de Deus,  um elo entre Deus e o povo. Era lá que os sacerdotes se reuniam para transmitir a Palavra de Deus, manejar as ofertas sagradas.

O templo saqueado indicava o inicio de um período de tristeza. Consideremos que nós somos o Templo do Espírito Santo de Deus. Quando as crises vêm elas têm o objetivo de saquear esse Templo: roubar a alegria, o gozo,a comunhão com Deus, o que há de mais valioso em nossas vidas. O templo estava vazio, mas sua estrutura estava lá de modo que ainda era possível sonhar com um retorno, com as festas e as reuniões solenes. Não por muito tempo, porque os opressores também investiram para destruir essa esperança.

II- Sacerdotes e ferreiros estavam na primeira turma de cativos (Jeremias 24:1)

Sem sacerdotes e sem ferreiros o povo enfraquecia. Não havia direção de Deus, não haviam armas para contra atacar. Até mesmo no exílio essas funções foram proibidas de serem exercidas, em Lamentações de Jeremias se lê:

Lamentações 2: 9 - "As portas de Jerusalém já de nada servem. Todas as fechaduras e cadeados estão violados e partidos; foi ele mesmo quem os arrombou. Os seus reis e os nobres estão escravizados em terras desconhecidas e afastadas, sem um templo, sem leis divinas para os governarem, sem visão profética para os guiar."

Efésios 6:10-18 afirma que nas crises trava-se uma batalha espiritual. Os recursos espirituais estavam sendo roubados de Israel. Armas materiais não mais haveriam e as espirituais precisavam ser buscadas, de modo individual. os profetas da prosperidade haviam sido envergonhados, suas mensagens de paz e bênçãos não se cumpriram e aos cativos restava ouvir os profetas dos "ais" (Lamentações 2:14). e ouvindo os "ais" cada um deveria buscar a Deus em arrependimento. 

O que aprendemos aqui? A salvação é individual. Romanos 14:12 diz: "De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus." Desconfie de qualquer evangelho que não pregue arrependimento e afastamento do pecado. Desconfie dos caminhos e portas largas que não exigem renúncia e comprometimento com Deus. Desconfie da ritualidade eclesiástica, porque Evangelho é libertação é relacionamento com Deus através de Jesus Cristo. Evangelho é restauração do Templo, é novo nascimento com retorno ao Criador para fazer a Sua vontade. 

I Pedro 1:23 "Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre.

Cada cativo precisava viver sua própria experiência, crescer pessoalmente na compreensão sobre Deus. Crises são aprendizados e não adianta querermos apenas culpar os outros pelo que não deu certo. É preciso fazer a nossa parte, refletir: onde preciso melhorar? 

III- A cidade destruída e a batalha para reergue-la.

Como voltar para os lares se a cidade estava em ruínas? Deus providencia o recomeço e instrui a Esdras para liderar a obra de restauração. Mas a Babilônia sabia que com os muro reerguidos e o templo em funcionamento, o retorno se tornaria possível, a esperança renasceria para os cativos que se tornariam mais fortes.


Esdras 4:4-5 "Todavia o povo da terra debilitava as mãos do povo de Judá, e inquietava-os no edificar. E alugaram contra eles conselheiros, para frustrarem o seu plano, todos os dias de Ciro, rei da Pérsia, até ao reinado de Dario, rei da Pérsia."

Não é assim também conosco? A Babilônia, não quer nos vê de pé e felizes, mas quando Deus ordena, Seus planos não se frustram. Havia chegado a hora do retorno, as ruínas do passado precisavam dar lugar a uma cidade forte. Salmo 113:7 diz que "Deus Levanta o pobre do pó e do monturo levanta o necessitado."

Se estamos dispostos a mudar a direção de nossas vidas, os pecados serão  perdoados. De vidas despedaçadas: por vícios, medos,abandonos, rebeldia...O que for, Deus ajunta os cacos e ergue fortalezas. Mas será preciso esforço, entrega. Não se pode esperar que outros façam por nós o que só nós podemos fazer. Israel não tinha mais que confiar em templos, reuniões, sacerdotes da prosperidade, armamentos. Israel tinha que decidir andar com Deus, as bençãos seriam consequências.

Para reconstruir Jerusalém, nem mesmo as pedras queimadas pelo fogo do incêndio provocado pelo exército inimigo foram descartadas. Elas serviram de alicerce para novas construções.  É isso mesmo, Deus é divinamente paciente para nos tratar com amor e perdão. Ele não quer nossa destruição, antes,porém, quer nosso crescimento e felicidade. E se para isso tiver que nos corrigir, assim seja. Sábio será o que aceitar a correção.

Hebreus 12:11 "E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela."


 A restauração:
  • Quando o Senhor trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham.
  • Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cântico; então se dizia entre os gentios: Grandes coisas fez o Senhor a estes.
  • Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres.
  • Traze-nos outra vez, ó Senhor, do cativeiro, como as correntes das águas no sul. 
  • Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria.
  • Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos. 
Salmos 126:1-6

No final, a recompensa  chega como as correntes do Sul, que lugar é esse? Se refere as torrentes no deserto de Neguebe, um lugar inóspito ao Sul de Jerusalém. Ali existe um leito de rio vazio e seco em alguns períodos do ano, mas de repente, e sem haver chuva ou explicação, o lugar é inundado por torrentes de águas, e o lugar então, faz jus a indicação: "correntes do Sul" ou "torrentes do Sul" que transbordam como em um fenômeno.

No final o que foi plantado com choro, é colhido com alegria. Por que foi plantado com choro? Porque o terreno era trabalhoso, a caminhada era penosa, as sementes foram conseguidas com tanto esforço que mesmo andando e chorando o semeador não as soltou, não as desprezou. Pelo contrário, ele as sustentou com todo o zelo e acreditou que floresceriam. Que grande lição de fé nos dá esse Salmo!

Nesse momento, temos em diversas partes do mundo, servos fiéis  passando por cativeiros: missionários em prisão, mulheres em decepção por causa de um relacionamento, homens desempregados, quem sabe doenças, morte. Todos esses cativeiros são reais, mas não podemos soltar as sementes das promessas de Deus, não podemos perder jamais a alegria de ter o Reino de Deus em nós. As torrentes do Sul, podem jorrar como um despertar espiritual nos proporcionando crescimento que não alcançaríamos, de outra forma, que não através do choro de arrependimento, decepção, tristeza e outros regressos.


Que o Deus da restauração o abençoe.

Fonte de pesquisa: Bíblia de Estudo Plenitude, Sociedade Bíblica do Brasil, SP. Edição 1995.

domingo, agosto 13, 2017

Chuvas voltam a São Paulo - 15 de agosto 2017


João Cruzué

Depois de dois meses sem chuva, o clima vai começar a mudar para a Cidade de São Paulo na metade deste inverno. Acho que voltamos a estaca zero entre as influências de El Niño e La Niña.  El Niño já ficou para trás, e La Niña deve estar chegando. Por que ainda não chegou? Porque a seca não está presente no Sul do País. Seca na região Sul e enchentes no Nordeste - eis La Niña.





Estava mesmo precisando de coletar água da chuva para minhas verduras e legumes.


Graças ao Senhor, Que venha a chuva!




.
.

sábado, agosto 12, 2017

Sabedoria e feliciade


Foto: João Cruzué
Photobucket
Estrada da Cachoeira - Barra do Turvo/SP

João Cruzué
Considerando que a felicidade são momentos de paz e contentamento, ser feliz para sempre poderia ser apenas uma utopia.  Os pobres  poderiam ser felizes, estando cheios de necessidades?  E os ricos -  seriam felizes o tempo todo?  Tanto  ricos quanto pobres podem felizes e infelizes. Como ser feliz então? Digo sem receios que o conhecimento da palavra de Deus traz a sabedoria. A sabedoria divina é um meio para uso em tempos de fartura e de deserto. Então, vamos meditar.


"Entrega os teus caminhos ao Senhor, confia Nele  e, Ele tudo fará"

Salmo 37:5.

Como estudioso da Bíblia Sagrada, entendo que a felicidade depende do contentamento, e para viver contente em meio a tantas dificuldades, necessidades e avareza é preciso ter um encontro verdadeiro com Jesus Cristo, o Filho do Deus Vivo. Quem tem Jesus tem o caminho, as respostas e a paz. Quem tem Jesus é feliz.


Esta não é uma reposta ilógica, se é razoável dizer que a própria lógica não traz respostas absolutas, senão desoladoras. Lê-se em livros de ciência e filosofia que o homem está sozinho, que viemos de um símio, que o homem faz a si próprio, que não foi criado por ninguém e que seu destino é ser miserável porque é irracional . Alguns chegam até a dizer que religião é apego de seres inferiores.

--Será que Deus existe? Ele tem algum interesse pessoal em nós? 


-A resposta é: Sim!

Jesus Cristo é Deus. Ele não é uma religião, não é uma filosofia, não é uma força positiva e não é a natureza. Jesus é uma pessoa. Jesus é o filho de Deus encarnado em forma humana. Jesus é a expressão do amor de Deus para com a humanidade perdida. Ele chegou aqui com um propósito maior: trazer as boas novas de reconciliação e paz do Deus Criador. Esta boas novas são: Deus por meio de Jesus Cristo colocou em funcionamento um plano de reconciliação entre o Criador e a criatura; neste plano há uma oportunidade para você.

Todo aquele que crer em Jesus, como o Filho de Deus, será salvo. Salvo da miséria, salvo da maldição do pecado, salvo da insignificância, salvo do ódio - através do perdão de Deus. Isso parece loucura, mas os fatos mostram por si, que pessoas deixam de ser infelizes quando aceitam voluntariamente jesus como Senhor, porque só Jesus pode trazer alívio, relevância, significado e prazer para suas vidas. Nenhuma religião pode preencher o vazio e a falta de sentido na vida de ninguém. Isto é provado, pois o mundo está cheio de religiões. Jesus, uma pessoa, pode preencher este vazio e trazer a paz de espírito a uma alma em desespero.

Sabe por quê você não é feliz? É porque não convidou pessoalmente a Jesus para morar em seu coração. Sabe por quê você ainda não é feliz? Porque não achou o propósito de Deus para sua vida. Ele criou você para ser livre e feliz, entretanto com suas escolhas erradas você caminha em direção oposta. Ele criou você para maravilhosos propósitos que ainda não sabe. Aproxime-se do Senhor que sua vida vai melhorar, vai mudar. Vá esta semana mesmo à uma Igreja Evangélica para se reconciliar com Deus, aceitando Jesus.

Se você já é crente em Jesus, mas nunca se preocupou em descobrir qual o propósito dele para sua vida, os planos de Deus para você. Não me admira mesmo de que esteja insatisfeito e com uma sensação de vazio.. Hoje mesmo peça ao Senhor que o coloque dentro da Sua vontade. O preço da felicidade é agradar o Senhor.

Quando alguém agrada o Senhor, o Espírito de Deus faz nele morada, o Espírito tem liberdade em sua vida. Ele ouve a voz do Espírito e se alegra. O Espírito orienta a realizar ações para a glória de Jesus. Você pode não ter nada no bolso, nem emprego, nem um teto, mas se estiver na presença de Deus, você estará feliz, por que é o Templo do Espírito Santo. A felicidade verdadeira é o contentamento da presença do Senhor.

Qual é o preço da prosperidade? Bom, o preço da sua liberdade, que foi muito alto, Jesus já pagou. O preço menor, que é descobrir qual é a vontade dele para você, e trabalhar dentro dela, é por sua conta. Agrade então ao Senhor Jesus e ele cumprirá o desejo do seu coração. Salmo 37:4


João Cruzué
SP-27/02/2008

.

Namoro Cristão - Isaque e Rebeca




P&Y
Noivado Cristão

João Cruzué

Quando o assunto é a escolha de alguém para amar e ser amada(o) uma vida inteira, a prudência é mais importante que a aparência. A Bíblia Sagrada é nossa referência para esse assunto, por isso escolhemos o casal Isaque e Rebeca cuja história vamos conhecer e analisar. No final deste aconselhamento você vai estar apta(o) para responder quem escolheu Rebeca para Isaque.

Há um versículo em Provérbios 19; 14 onde está escrito: A casa e a fazenda são herança dos pais, mas do Senhor vem a mulher (ou o homem) prudente.

Isaque estava com 40 anos. Sara, sua mãe, já tinha morrido. Abraão - o pai - tomou a decisão de arranjar uma esposa para o filho. Chamou seu servo de maior confiança - Eliezer - e deu-lhe uma grande responsabilidade: buscar uma noiva para Isaque.

Abraão orou assim na partida de Eliezer: "Ó Senhor Deus dos céus que me tomou da casa de meu pai e da terra da minha parentela, que me falou e que me jurou dizendo: A tua semente darei esta terra e ele enviará o seu anjo adiante da tua face, para que tome mulher."

E Eliezer levantou-se e partiu para a Mesopotâmia, para a cidade de Naor, com uma caravana de 10 camelos. Depois de muitos dias, chegou lá e fez ajoelhar seus camelos fora da cidade, junto ao poço. Inseguro quanto ao resultado da viagem começou uma oração: "Ó Senhor Deus de meu senhor Abraão, dá-me hoje um bom encontro e faze beneficência ao meu senhor Abraão. Eis que estou de pé junto a este poço onde as filhas dos varões da cidade vêm tirar água. Seja, pois, que a donzela que eu pedir: Abaixa agora o teu cântaro para que eu beba; se ela disser bebe e também darei de beber aos teus camelos, esta seja a que designaste ao teu servo Isaque. E que eu conheça nisto que fizeste beneficência ao meu senhor."

E sucedeu que, antes que ele acabasse de orar, eis que Rebeca saía com o cântaro sobre o ombro e desceu a fonte e encheu o cântaro. Então Eliezer aproximou-se e pediu: Ora, deixa-me beber um pouco da água de seu cântaro. E ela disse: Bebe meu senhor, e abaixou o cântaro sobre sua mão e deu-lhe de beber. E acabando ela de dar-lhe de beber, disse: Tirarei água também para seus camelos até que acabem de beber. E apressou-se e vazou o cântaro na pia e desceu para tirar mais água, e tirou para todos os camelos. E o varão Eliezer estava admirado de vê-la; calando-se para saber se o Senhor havia prosperado sua jornada.

--De quem és filha? Há também lugar na casa de teu pai para pousarmos? Ela disse: Eu sou filha de Betuel, filho de Naor. Também temos palha, e muito pasto, e há lugar para pousar. Então Eliezer inclinou-se e adorou o Senhor: Bendito seja o SENHOR de meu senhor Abraão que não retirou sua beneficência e a sua verdade de meu senhor e meu guiou até a casa do irmão de meu senhor.

Assunto tratado, Eliezer decidiu voltar imediatamente. E a família perguntou à Rebeca: Irás tu com este varão? E ela disse: Irei. E assim partiram pelo caminho da volta.

Ora Isaque saíra a orar no campo, sobre a tarde; e levantou os olhos e viu os camelos. Rebeca também levantou os olhos e viu a Isaque; desceu do camelo e perguntou: Quem é aquele varão que vem pelo campo ao nosso encontro?

E Eliezer disse: "Este é o meu senhor Isaque. Então, ela tomou o véu e se cobriu. E o servo contou a Isaque todas as coisas que fizera. E Isaque trouxe Rebeca para sua tenda e a tomou por mulher."

C O N S E L H O S 

Deus teve a primazia de escolher a noiva de Isaque. Primeiro, através da oração de Abrão. Depois pela oração de Eliezer. E por fim, Isaque estava voltando da oração da tarde quando a caravana chegou com Rebeca.

Isaque era um moço temente ao Senhor. Poderia ter ele mesmo feito a escolha, mas não a fez. Ele orava. O Senhor sempre vai nos ajudar a escolher melhor por que ele vê o futuro enquanto nós mal conseguimos analisar o presente.

O casamento é uma instituição divina. Se for construído dentro da vontade do Senhor, será com certeza uma bênção. Venha a luta que vier, Cristo vai estar sempre no barco. Deixar o Senhor de fora do processo da escolha é contar com a própria sorte.

A construção do seu futuro lar depende de uma escolha. Cabe você fazê-la, mas pode pedir que o Senhor lhe ajude. Quero dar meu testemunho, ele é verdadeiro: deixei o Senhor ajudar na escolha e tenho uma esposa maravilhosa há 22 anos.

Quando for escolher não tome decisões com base em profecias. Deus pode falar pessoalmente ao seu coração quando seu(sua) escolhido(a) chegar. Para isto acontecer você precisa andar em sinceridade com Deus, pois ele não responde orações de pecadores nem de crentes mascarados. Há uma condição básica para orar e receber a resposta: ter um coração limpo diante do Senhor.

Prepare-se para aquele dia. O Namoro cristão não é treino nem oportunidade de manipular com os sentimentos alheios. Cuidado! Aquilo que você plantar é o que vai colher depois. Não é um processo de tentativa e erro, é de sorte mesmo. Uma sorte na escolha que vem do Senhor.

Os costumes mundanos não são padrões a serem copiados. O que você vê nas novelas não serve de experiência para um crente. Ali o amor é lindo – até que dure. E ele dura pouco. Não há pessoas mais infelizes no amor do que artistas de TV e cinema. Por trás daqueles rostos famosos, há muito sofrimento, desgostos, infelicidade e arrependimento tardio escondidos.

Não há meio termo: para ter comunhão com Deus temos que rejeitar o mundo e sua cultura. Não se apaixone por ímpios, pois Deus não está no coração deles ainda que venham embrulhados em papel de presente dourado e cartão dizendo “Aqui mora seu amor eterno”. Não se deixe apaixonar antes de ter certeza que a escolha tem aprovação de Deus.

O que está em jogo é a construção de um lar feliz onde você possa agradecer a Deus todo dia pelo cônjuge que o Senhor lhe deu. Não deixe que o diabo estrague isto.


Se você gostou, deixe seu comentário.
Sp-10/10/2005

cruzue@gmail.com .