sábado, março 12, 2016

O cristão e os protestos de domingo 13 de março 2016

.
13 de março
João Cruzué

Achei oportuno escrever algumas palavras, hoje, uma tarde cinzenta de sábado, 12 de março de 2016. Como é de conhecimento geral, amanhã é provável que milhões de brasileiros irão às ruas, em mais de 400 cidades, para protestar contra a CINZENTA situação política, moral e econômica brasileira. O que pode acontecer com o país nos próximos meses, e qual deveria ser a atitude de um cristão sincero e temente a Deus daqui para frente, é o propósito do meu post.

A corrupção, para mim, tem a cor cinza, igual ao céu desta tarde. Um céu cinzento não deixa passar a luz do sol. Se o céu ficasse cinza durante muito tempo as plantas não produziriam clorofila e principalmente flores. Já tive um pé de pimenta no escritório, que por causa da falta de luz ficou tão mirrado que precisei levá-lo para casa.

Em meus 60 anos, nunca vi um tempo de tanta notícia de corrupção quanto nestes últimos cinco anos. Ela não é exclusiva de partidos políticos,  raça,  credo ou gênero. A corrupção, de acordo com minha formação religiosa, é o efeito do pecado. O pecado é como o vírus da zika que vai deformando toda e qualquer instituição a partir do ser humano.

Uma vez corrompido, não há como parar.  Só pela graça de Deus. Quando o Rei David corrompeu-se, caiu o muro da graça de Deus que protegia sua família e, e a partir daí, o diabo teve livre acesso. A raiz da corrupção está fincada nas trevas do mundo espiritual. O mundo espiritual comando o mundo físico. O primeiro ser espiritual que se corrompeu, segundo a história judaico-cristã foi um querubim celestial chamado Lúcifer - o portador da luz. Ele perdeu a luz e se transformou em Satanás, o adversário da verdade.

As autoridades corrompem-se, porque  a soberba da vida e o amor ao poder as fazem mudar os conceitos do bem e do mal, chamando o mal de bem, para justificar a sua loucura. Como um carro sem freios, seu destino são os baixios pantanosos.

Não vou, neste texto, invadir os limites da política. Moderadamente, quero dizer que estamos passando por momentos preliminares de mais um acontecimento de retirada de um governo que não possui mais credibilidade nem sustentação política. Poderia ser de qualquer partido. Na minha opinião, antes do mês de setembro teremos mudanças.

Na verdade, estou mais preocupado com o próximo Presidente do que com a atual. Explico. Enquanto todos os países da América do Sul passavam por cinzentas ditaduras, a Venezuela era um lago sereno em plena democracia. Aí, a corrupção foi crescendo, crescendo e crescendo tanto, que o povo se exasperou e colocou nas próprias costas um coronel do exército - Hugo Chaves.  Aquilo que parecia ser o salvador da pátria, o mocinho contra os bandidos, o caçador de corruptos, se tornou o maior pesadelo do povo venezuelano.

Dependendo da forma que a Presidente Dilma deixar ou ser apeada do poder este ano,  haverá duas possibilidades de substituição. A menor delas um governo do atual vice-presidente Michel Temer. A outra, eleições diretas para Presidência. É neste ponto que mora o perigo. De repente, o povo poderia escolher alguém que não aparece no cenário político atual. O marketing político consegue ler o que vai no gosto do povo no tempo da eleição. Foi assim que Fernando Collor atropelou os candidatos com maior visibilidade no final dos anos 80. 

O momento é de muita oração, pois as hostes espirituais que operam dentro do território  brasileiro têm levado as instituições a um reboliço. O melhor protesto neste momento, ao meu ver, é fazer um dia de jejum e uma boa hora de oração. Se você tem ainda alguma dúvida, uma boa sugestão é uma leitura no livro de Ester. 

Será que, mesmo com tanta gente cristã e consciente, o povo evangélico vai acompanhar os ventos de uma origem desconhecida? Como está escrito na carta de Paulo aos colossenses, deixe que a paz de Deus seja o árbitro do seu coração.  Na dúvida, fique em casa; mas fique orando. Eu tenho publicado em um post, algumas fotos  de muitos pastores com o ex-presidente Lula. Em 2002, 2006 e 2010 eles o apoiaram e foram decisivos para eleger a Presidente Dilma . Hoje eles estão brandindo as bíblias contra o PT, mas na época se deixaram levar pelos ventos das paixões humanas e se esqueceram de consultar a voz do Espírito Santo. Quebraram a cara. Ainda que jurem que não foi bem assim, eles têm uma conta para acertar com nosso SENHOR. Se eu conheço bem o agir de Deus, tudo o que fizeram na penumbra, vai ser exposto à luz do meio-dia. 

Estou bem preocupado. Se na Bíblia está escrito que Deus começa a limpeza pela sua CASA, e como poderiam se suster, então, o ímpio e o pecador, como é que vai ser agora, quando Deus está invertendo a ordem do seu juízo?

















2 comentários:

Flávio da Cunha Guimarães disse...

Parabéns pelas excelentes considerações e concordo que não temo que preocuparmos somente com o governo atual, pais o que virá poderá ser o que o articulista ponderou acima, atendendo os anseios do povo que não encontra saída desta crise, crise esta que o próximo governo herdará e terá que administrar, visto que o país está quebrado econômica e financeiramente. Um abraço em Cristo.

Joao Cruzue disse...

Obrigado, Flávio. Retribuo o abraço. Deus proverá.