terça-feira, junho 02, 2015

O significado de crescer na graça e no conhecimento


Pomba branca

AUTORIA: JOÃO CRUZUÉ
.
A pesquisa do verbete "conhecimento", no Novo Testamento da Bíblia  eletrônica América Lite, v.12.2 de Eliseu Ferreira Araujo Junior, aparece 33 vezes em 33 versículos; o primeiro, está em Lucas 1.77 e o último, na II Carta de Pedro, 3.18. Gostaria de compartilhar minha pequena pesquisa e a conclusão que cheguei sobre o sentido deste conhecimento registrado nesta Carta de Pedro.  Basicamente, encontrei seis sentidos diferentes para esta palavra, no Novo Testamento:

1. João 7.51
"Porventura condena a nossa lei um homem sem primeiro o ouvir e ter conhecimento do que faz? "
e Atos 24.22
"Então Félix, havendo ouvido estas coisas, lhes pôs dilação, dizendo: Havendo-me informado melhor deste Caminho, quando o tribuno Lísias tiver descido, então tomarei inteiro conhecimento dos vossos negócios". 
Sentido: informação detalhada de uma causa ou dos atos praticados por uma pessoa;

2. Atos 9.24
"Mas as suas ciladas vieram ao conhecimento de Saulo; e como eles guardavam as portas, tanto de dia como de noite, para poderem tirar-lhe a vida "
Sentido: Informação sobre planos alheios, contada ou revelada;

3. Atos 25.21
"E, apelando Paulo para que fosse reservado ao conhecimento de Augusto, mandei que o guardassem até que o envie a César." 
Sentido: Relatório para informação de superior;

4. Atos 26.3
"Mormente sabendo eu que tens conhecimento de todos os costumes e questões que há entre os judeus; por isso te rogo que me ouças com paciência". 
Sentido: Domínio de assuntos culturais e religiosos;

5. Romanos 3.20
"Por isso nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado". 
Sentido: tipificação do pecado.

6. II Pedro 3.18
"Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém". 
Sentido: Compreensão espiritual da obra, da pessoa e da vontade Cristo. 

Na esteira do sentido do versículo acima (II Pe. 3.18) seguem em mais ou menos semelhança os outros 26 versículos.

Tendo feito este breve resumo, vamos avançar no entendimento do que significa a palavra conhecimento do versículo "Antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo".

Pelo que tenho ouvido nos últimos 40 anos de fé, quando se debruça sobre a forma errada como este versículo é citado - Crescei na graça e no conhecimento -,  de pronto, fica excluído dele o núcleo de um adjunto nominal composto: de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. Desenvolvendo as duas orações com os dois adjuntos temos: 1) Crescei na Graça de Nosso Senhor  e Salvador Jesus Cristo e, 2) Crescei no conhecimento de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. O verbo crescer é intransitivo, como se sabe, não precisa de complementos.

Deixando de lado estas questões complicadas de sintaxe, posso interpretar que quando se lê o versículo até a palavra conhecimento (Antes crescei na graça e no conhecimento) a ideia desta citação é que o crescer no conhecimento tem apenas uma conotação intelectual, que pode ser satisfeita com uma formação acadêmica, uma especialização em teologia ou um doutorado em Divindade. Mas, quando se lê o versículo completo, o sentido é diferente.

É diferente, porque não é verdadeiro que uma pessoa que tenha uma formação acadêmica completa (formação, pós-graduação e doutorado) e com sobra de conhecimento tenha a REVELAÇÃO em si de quem seja o Senhor Jesus Cristo. Intelecto e fé são portas de entrada diferentes. Uma dá acesso a razão e a outra à revelação de Deus.

Em Lucas 10:22 temos: "Tudo por meu Pai me foi entregue; e ninguém conhece quem é o Filho senão o Pai, nem quem é o Pai senão o Filho, e àquele a quem o Filho o quiser revelar."

I João 4:6, corrobora para o entendimento do assunto: 'Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus ouve-nos; aquele que não é de Deus não nos ouve. Nisto conhecemos nós o espírito da verdade e o espírito do erro." 

O sentido deste conhecimento pode ser ainda mais claro em Romanos 12:2:  "E não sede conformados com este mundo [intelectual], mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento [espiritual], para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. 

Crescer na graça de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo é buscar a presença de Deus pela santificação, pelo esvaziamento do egoísmo, pela obediência à sua palavra. É procurar ser cheio do Espírito Santo. 

Crescer no conhecimento de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, não se trata exclusivamente de um crescimento intelectual, teológico. Tem a ver com um discernimento espiritual crescente da vontade de Deus, para servir dentro do propósito dele. Este crescimento é pessoal e vem pela revelação da sabedoria de Deus. 

Efésios 1:17
"Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em Seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação", 

O exemplo mais perfeito disto é  a transformação ocorrida na vida de Saulo de Tarso. Ele teve uma excelente formação teológica, mas era um analfabeto no conhecimento do Cristo. Até que um dia,  a Graça do Senhor Jesus o alcançou. Então, lhe foi revelado quem era Jesus e, depois, qual era o propósito do Senhor para sua vida.  Não foi a formação religiosa (conhecimento intelectual) que o levou a ter conhecimento da pessoa do Senhor e Salvador Jesus Cristo. Foi a graça de Deus. E Paulo andava na graça e pregava na graça, porque a graça de Deus  estava nele, como a água contida em um vaso de barro.

Por esta razão, é que é preciso citar integralmente  II Pedro 3.18, para não crer em um sofisma. Uma coisa errada, mesmo repetida por uma geração inteira, nunca vai se transformar em  verdade. 




.






Nenhum comentário: