domingo, abril 14, 2013

Beijo homossexual esculacha culto evangélico

.
A questão era só com o Feliciano. E agora?

Foto sem crédito

.
FONTE: noticias.uol
Data: 06.04.2013


Comentário do Blogueiro: São estes os valores que a cultura homossexual quer transmitir ao povo brasileiro? Com tanto lugar e hora para beijar, precisaria fazer isto no local e horário de um culto evangélico? 

Será que o Culto Religioso no Brasil é inviolável mesmo ou a Constituição também é um livro homofóbico e não precisa ser repeitada por ativistas gays? 

O fato de duas lésbicas não aprovarem o exercício do cargo de Presidente da CDHM, lhes dá o direito de entrarem em um Igreja Evangélica, e durante um culto religioso se beijarem para provocar centenas de crentes, incluindo crianças e adultos?

Olha...como é que essas duas moças querem respeito pela causa homossexual se não estão nem lixando  para Igrejas, cultos e outras formas de comportamento?

É por isso que cada vez mais eu penso que um país laico não é uma nação onde só os direitos das minorias devam ser respeitados e que religiosos não devem se meter com política nacional.

É por isso que sou contra a ditadura gay, que quer impor seus costumes sem respeitar a heterossexualidade dos outros. Quem quer respeito, que se dê ao respeito!





.

Um comentário:

Daladier Lima disse...

Infelizmente, João, a mídia espalha que elas são progressistas. E a igreja se omite quando deveria processar tais pessoas. Por outro lado, Deus está permitindo tais fatos para que muitos crentes percebam que a vida cristão não é playground. Estamos em guerra!