quarta-feira, janeiro 16, 2013

Oração, para adolescentes evangélicos

.
Oração

João Cruzué

No Evangelho nós vemos o desejo dos apóstolos de aprender orar. Eles pediram: Senhor ,  ensina-nos a orar. E então, Jesus ensinou: "Pai nosso que estais no céu..." Eu sei que há muitos ensinos sobre oração e não tenho a pretensão de inventar a roda, no entanto, o que vou dizer é fruto de minhas experiências com Deus. Quem sabe, possa ser útil para você.

Vou começar citando o Pastor David Wilkerson, que passou para o Senhor em junho do ano passado. Em um de seus livros, ele escreveu que por muito tempo ele orava, e a resposta vinha a seguir. Era uma comunhão maravilhosa com Deus.

Todavia, houve um tempo que estas respostas minguaram. O pastor orava, e passava vergonha diante da Igreja, porque Deus se mantinha em silêncio.

E, cansado de passar vergonha, um dia ele  ficou muito sensível e desabafou com Deus: Pai, o Senhor não está sendo justo comigo. Antes, eu orava e vinha resposta. Agora, eu oro, jejuo, derramo lágrimas na oração, falo em línguas estranhas - e o Senhor fica completamente mudo. Desse jeito, minha fé em vez de crescer vai se acabar, porque eu já estou passando vergonha diante da Igreja há um bom tempo...

E foi nesse dia, que a voz do Espírito Santo falou ao coração de David Wilkerson: Filho, qualquer um que orar e em seguida receber a resposta da sua oração, não vai precisar de fé.  E completou: a sua fé cresce, enquanto espera com paciência pela resposta da sua oração.

Não foi exatamente com estas palavras, mas eu nunca me esqueci delas. A fé do cristão cresce enquanto ele persevera em esperar pela resposta, pela vontade de Deus.

Teve um tempo em minha vida que fiquei 11 anos desempregado. E a minha fé tinha alterações cíclicas. Ora estava lá em cima, ora, lá embaixo. E muito fragilizado, procurei por três irmãs consagradas que eram muito usadas em profecias.  E o curioso, é que uma dizia uma coisa,  que não batia com o que as outras diziam. Mas teve uma que era mesmo usada por Deus.

Quer saber quando veio a resposta?  Depois de uns sete anos. E eu concluí que não adianta buscar profecias e profetas para lhe dizer que o Senhor vai lhe abençoar, SE o tempo desta resposta você espera que seja para JÁ, o profeta não sabe para QUANDO e você acaba esperando seis ou sete ANOS.

 Foi dessa forma que eu entendi que a oração que funciona é a sua oração feita de forma solitária com Deus. Jesus fazia isto. Os apóstolos iam para casa, e ele subiu ao monte ou ao deserto para ficar a sós com Deus. Isto tanto é verdade, que se eles orassem junto com o Senhor, não iriam pedir para que lhes ensinasse a orar.

Jesus sustentava sua comunhão com o Pai, através da oração solitária. E não era oração de 10 minutinhos não. Dependendo do problema, o tempo de falar com Deus sozinho vai ser  maior ou menor, mas sem a oração entre você e Deus, a coisa não vai andar.

Ao ensinar sobre oração, durante o Sermão do Monte, o Senhor foi bem claro: "Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente."

Até mesmo no dia de sua maior angústia, quando o Senhor estava com seus discípulos no Getsêmani, ele se afastou dos discípulos e orou sozinho.

 Pois bem, se alguém pensa que cinco minutinhos de oração antes do começo do culto já são suficientes para passar a lábia no Senhor, está muito enganado! Também, por outro lado, quem pensa que rezando um terço ou um rosário - repetindo 5 ou 15 "Padre Nossos", 50 ou 150 "Ave Marias" vai incomodar tanto o ouvido do Senhor que ele vai responder - também está longe da verdade!

Oração é como namoro. As palavras devem brotar do coração com sinceridade. Imagine se  quando eu amorava repetia 10 vezes a mesma conversa com a moça com quem estou casado há 29 anos... Ele teria me mandado passear por falta de assunto.

Você precisa arranjar um tempo diário - quando muito semanal - para estar diante da presença de Deus por um tempo maior, para falar com ele das suas mágoas, frustrações, necessidades, humilhações, impossibilidades... e tudo isso, depois de ser agradecido. De agradecer o que tem recebido do Senhor. Esta nova geração não tem costume de ser agradecida. Minha sugestão é que isto precisa ser aprendido. Primeiro "a gente"  deve se lembrar dos benefícios que recebemos do Senhor. Sim, às vezes nós demoramos a receber a bênção que precisávamos, porque ainda não aprendemos a ser MAIS agradecidos.

O SENHOR nos dá, para que nós humildemente lhe  possamos dizer: Muito obrigado, Senhor. E um fato foi muito marcante em minha vida quanto a este ponto. Eu fui no supermercado com o dinheiro contado para comprar meio quilo de café. E lá, comecei a ver dezenas de pessoas com seus carrinhos cheios de compras. E eu voltei para casa arrasado, pois, como já disse antes, passei por 11 anos de desemprego. E ao chegar em casa, olhei para aquele pacote de café, deixei os olhos molharem, e disse: Senhor abençoe este alimento. Muito obrigado por ele.

 Você é responsável pelo sucesso ou fracasso da sua vida. A competência de orar pelos seus problemas, família, emprego, doenças é principalmente sua. O que Deus quer ouvir de você, outra pessoa não poderá falar. Ou você ora, ou você ora!

 Li este assunto e ele é verdadeiro. A reposta da oração é como colocar o peso de um quilo no prato de uma balança, e cartões de visita no outro. Um cartão é muito mais leve que o peso de um quilo. Você vai orando. As pessoas que lhe conhecem, vão orando... Um dia, alguém vai colocar um cartão e o prato vai começar a subir. Digo isto, para não pensar que foi a oração de "A" ou de "B" é que foram ouvidas. Esta análise é muito superficial. Penso que cada cartão foi importante para levantar o peso de um quilo no outro prato da balança.

E antes de terminar quer abordar um fato muito curioso. Chegando ao final dos cultos, vejo alguns pregadores convidando as pessoas para ir à frente receber a oração. E vejo as mesmas pessoas ao longo de um ano inteiro indo à frente. O que é que está errado? Porque elas nunca recebem suas bênçãos?

Bem, talvez porque não fazem a parte que cabe a elas. Ou seja, de manter uma vida de oração. Não há nada de errado em pedir orações e orar por pedidos de orações. Mas quem deve bater na porta é quem precisa de socorro. E essa pessoa deve insistir batendo na porta. Ela precisa incomodar e mostrar que realmenteprecisa da sua bênção.

É esta oração que funciona. Mais uma coisinha. Às vezes, Deus não nos ouve, porque falta um "perdãozinho" aqui, conversar com um credor de dívidas ali, abandonar um vício de uma vez, ou aquele "pecadinho" acolá... Esta é a parte que temos que fazer.

Deus quer nos abençoar, mais do que nós temos interesse em pedir. Mas Ele não vai mover um dedo, se você não tomar as providências que só você deve tomar. Responsabilidade, sinceridade e vontade.

Eu deixei de dormir cedo, e estou aqui a quase duas da madrugada, porque alguém precisava ler esta palavra. Receba! E seja muito abençoado naquilo que está buscando diante do Senhor.







.

2 comentários:

Areolina Souza disse...

Verdade, o segredo é a oração.

tuestremeendodeus.blogspot.com

CDDJDA Brilho Celeste disse...

Amém, que Deus te abençoe