domingo, dezembro 04, 2011

Padrões cristãos de referência

.


João Cruzué

Confesso que procurei exaustivamente, nos dicionários da língua portuguesa "on line", um dos significados da palavra "referência" para definir o foco do meu texto texto, mas não tive sorte. Por isso, tive que me contentar com a tradução e edição que fiz de dicionários da língua inglesa: Afirmação a respeito das qualidades e do caráter de uma pessoa, para que sirva de modelo (ou não) de comportamento cristão para outros. Nosso tempo está sendo marcado por profundas e rápidas mudanças nas instituições, que afetam diretamente a Igreja Evangélica.

Estamos perdendo nossas referências. Os padrões de liderança mais conhecidos são os que gastam milhões de recursos para estar em evidência na TV, e em menor escala: no Rádio. E Atos 16:31: "Crê no Senhor Jesus, e serás salvo tu e a tua casa" não é muito popular nas mensagens. Sinceramente, vejo que este versículo foi parodiado para algo, mais ou menos assim: Crê no Senhor Jesus, para que prospere tu e a tua casa.

O sucesso dos grandes tele-evangelistas: Bispo Macedo, Romildo Ribeiro Soares, Valdemiro Santiago e Silas Malafaia, em maior ou menor medida, são os padrões e as referências para a maioria dos pregadores nacionais. E é aqui que se identifica o perigo, pois Cristo foi tentado ao sucesso, bem no início do ministério. E ele fugia da fama.

A fama tem atraído dinheiro. E o dinheiro em abundância produzido grandes projetos. Considerando que a fé cristã é transmitida pela relação de convivência do mestre com o discípulo, ensinada por Paulo na II Carta a Timóteo, capítulo 2, verso 2, posso afirmar que, infelizmente, os discípulos de nossos dias vão reproduzir um desvio padrão.

O discipulado cristão (se é que ainda existe) não está acotecendo de forma real, mas por meios virtuais e o produto desta "fábrica" não se renova, ao contrário, envelhece. Está morrendo. Um novo fermento esta levedando a massa. E assim como os consumidores são estimulados a adquirir as marcas que investem milhões em publicidade, também, uma multidão de crentes novos e velhos estão correndo de tempos em tempos atrás da Igreja da moda.

A Igreja da moda tem usurpado o senhorio de Cristo. Os testemunhos de prosperidade e de curas são editados a dedo, e sempre passam uma mensagem subliminar, em que Cristo é o meio, a necessidade pessoal o fim, e a Igreja da moda é deus.

Onde você foi curado? Na Igreja tal. Quem "te" curou: Jesus! Primeiro vem a Igreja, em segundo plano o Senhor Jesus. Abriu falência, seus negócios estão de mal a pior? Vai na reunião dos empresários da Igreja tal. Cada uma está "vendendo" um "produto" que não é o Evangelho.

Onde estão os verdadeiros padrões de referência da fé cristã? Com certeza não estão em evidência na Televisão. O Que eles pregam? Arrepende-te, aceita Jesus, deixa o pecado, aprende bem Sua Palavra, vem comigo, para conhecer e fazer a Sua vontade.

Isso mesmo! Há um grande perigo em copiar o modelo que está aí. Padrões muito bem descritos pelo Apóstolo Paulo na mesma II Carta a Timóteo, capítulo 3: 1-9:

"1
SABE, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.

2 Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,

3 Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,

4 Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, 5 Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. 6 Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências;

7 Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade.

8 E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé.

9 Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles. "

Duas coisas são, biblicamente, opostas ao perfeito padrão de liderança cristã: Fama e dinheiro. O diabo bem que insistiu, mas Cristo recusou a ambas. Paulo era um homem de Deus. Homem poderoso em virtude e milagres. Mas o Senhor permitiu que um
espinho o ferisse e humilhasse, para que não se ensoberbecesse e caísse da graça.

Venha fazer uma reflexão comigo:

A quem você tem eleito como padrão de referência para sua fé?

Quem tem sido modelo e mestre para sua vida cristã?

Como você descreve o caráter dos pastores e bispos que o tem guiado?

Eles são mansos ou arrogantes?

Eles são modestos ou gananciosos?

Eles colocam o Senhorio de Cristo em primeiro lugar ou a Igreja deles?

Eles têm atitudes cristãs ou se comportam como "famosos"?

Eles sabem o que se passa com você ou o veem como mais um contribuinte?

Eles conhecem a sua família pelo nome?


Conclusão

A fé cristã é um tesouro que é dado a cada um para salvação. Quem perdoa os pecados e salva da perdição é o sangue do Senhor Jesus Cristo. As referências mais seguras que temos hoje são a Palavra de Deus e o testemunho dos que a pregam. Se o testemunho não tem harmonia com a Palavra de Deus, tratam-se de falso mestres e falsos profetas. É melhor ler mais e meditar mais na palavra de Deus, não caindo na tentação de parar de congregar, visto que este caminho leva ao desânimo, uma arma maligna mortal.



.





6 comentários:

Atalaia disse...

Boa tarde irmão.

É justamente sobre o verdadeiro discipulado que eu escrevo, mas não tenho encontrado formas, além de publicar link de meus posts no facebook, para que uma quantidade maior de pessoas leiam o que o Pai tem me ensinado e a forma que Ele tem Se revelado a mim.

Caso o irmão tenha como me ajudar a divulgar meu trabalho, serei grato.

http://atalaia2011.blogspot.com/

claudiopimenta disse...

muito interessante sem duvidas

Juscelino Nery disse...

Irmão João,
Sua preocupação é pertinente;e há muito tempo, minha também. Também faz tempo que não tenho mais nenhum líder religioso como referência. Tenho os que admiro, mas como referência não. Só há uma única referência: JESUS CRISTO! Bem lembrado por você a vinda dos falsos profetas e mestres. Esse é um indício da proximidade da vinda de Jesus para buscar a igreja verdadeira. Precisamos, e muito, estudar a Palavra pra não sermos enganados com ventos de doutrinas, modismos espirituais e tantas outras coisas que atualmente tomaram ou tentam tomar o reinado de verdadeiro Rei. Parece que a igreja tem sido influenciada, ao invés de influenciar, pelos valores da pós-modernidade. Já percebeu como os conceitos da pós-modernidade estão sempre pondo o homem no centro de tudo, e não Jesus Cristo? É mais fácil acreditar em extraterrestres do que crer na existência de Deus (Richard Dawkins é um deles); valores morais, éticos são todos relativos e tudo o que se pensar contrário do que a mídia e os intelectuais propagam é preconceito; e ser religioso é sinônimo de fundamentalista. Não sou eu que estou dizendo, são escritores, pensadores, intelectuais e outros que estão a dizer por aí afora. Os que pensam ao contrário são retrógrados, fundamentalistas religiosos e preconceituosos. Isso é o que vejo e está virando cultura nacional e planetária. Ah, irmão João, passaríamos horas debatendo sobre isso, pena que o espaço seja exíguo. De qualquer maneira, fica o seu alerta aos que se dizem cristãos.

Joao Cruzue disse...

.

Juscelino,

É pena que nem sempre posso ter a honra de seus comentários. Este espaço fica mais enriquecido com sua crítica. Achei que escreveu pouco.

A paz.

João

Joao Cruzue disse...

Obrigado, Cláudio.

Gostaria de ler todo seu pensamento q respeito deste assunto.

A paz.

João.

Joao Cruzue disse...

.

Atalaia,

Obrigado pelo tempo gasto em ler e comentar neste blog.
Pena que não tenho seu nome.
A paz.



Irmão João