terça-feira, março 22, 2011

Resultados da viagem de Barack Obama no Brasil



Por João Cruzué


Semana passada postei estas linhas:

O que o Presidente Obama vem fazer no Brasil?

1 - Apresentar a esposa Michele e as filhas para Dona Dilma,

2 - Tirar meia dúzia de fotos no Corcovado,

3 - Visitar algum morro carioca onde vai receber o abraço de uma moradora,

4 - Fazer um discurso na Cinelândia,

5 - E dizer no final: "Valeou Brezioul!"

Resumindo: nada!

------------------------

AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS:

Acertei as três primeiras afirmações. Quanto ao discurso, que Jânio de Freitas classificou como "Discurso de Churrascaria", foi feito no Theatro Municipal, local mais seguro, com convidados escolhidos a dedo. E errei também a frase final, pois Obama se debruçou um pouco mais em Paulo Coelho, Jorge Benjor, e o jogo do Butafogo. Gostei do "cariocas", "polistas, mineros e "baianas", he he he! Não esqueci do "amigos"... muy amigo!

Deixando o humor de lado, vamos à avaliação . Tenho apreço pelo moço; devo ter sido o primeiro blogueiro a traduzir sua biografia (e a da esposa também) para o português - antes que fosse presidente. Bem antes.

Não mudei de opinião: sua visita ao Brasil foi apenas publicidade. Ele discursa muito bem e arrancou muitos aplausos dizendo o que a plateia queria ouvir.

O que me deixou aborrecido nesta história foram duas coisas: as interrupções (talvez na reunião com Dona Dilma) para dar o "ok" para bombardear a Líbia. Poderia ter feito isso em outra hora e outro local.

"Excuse-me Mrs. Roussef... Hello! Mr. Sarcôzy? Yes, you may go on!

Sorry Mrs. Dilma... ring!!! I beg your pardon Mrs. Roussef, that's another fone.

Yes? Mr. Cameron? Ok, just wait our pilots head the operation,and don't forget to send a "letter" to Kadaf's house".

Sorry Mrs. Dilma, I promisse there wil no more interruptions.

Lamentável mesmo! Imagino a cara de desconforto de nossa Presidenta... com um sujeito interrompendo uma reunião para mandar bala na Líbia. Para não falar no desconforto dos Ministros brasileiros: tiveram que tirar os sapatos para três revistas de seguranças americanos!

Gosto muito dos Estados Unidos e de seus Presidentes. Mas, esta atitude de ordenar uma guerra no meio de uma visita oficial ao Brasil, foi muito indecente, indelicada e inoportuna.

Shame on you, Mr. Obama!




.



.

3 comentários:

MISSÃO HGO disse...

Irmão com todo respeito, mas você subestima os interesses e a astúcia da maior nação capitalista do mundo, quero só trazer a pauta aqui algumas coisas que talvez interessem os EUA, recursos naturais (pré-sal), energias limpas, ainda mais com acidentes envolvendo radiação como a do japão, o livre acesso de suas muitinacionais, são só algumas coisas que talvez interessem além do turismo.

Felipe Bezerra, Missão HGO.

Joao Cruzue disse...

Oi Felipe,

Obrigado pelo comentário.

É claro que as coisas que pontuou são MUITO interessantes para os USA, mas esta viagem foi só publicidade.

Os documentos de "interesse" devem vir depois.

Quem sabe propostas para serem aceia em contrapartida à participação permanente no Conselho de Segurança da UN.

Gostei do seu comentário.

João.

MISSÃO HGO disse...

Sabia que estava esquecendo mais uma barganha dos exploradores, o conselho de segurança da ONU, bem lembrado, graça e paz de Jesus Cristo. Bom estímulo ao pensamento crítico e de mudança para nossa nação estes posts sobre política.