quarta-feira, março 02, 2011

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

.
O8 DE MARÇO 2011


Por João Cruzué/Blog Olhar Cristão

Dia Internacional da Mulher 2
Algumas das grandes mulheres de minha família

083
Mulheres fortes em políticas sociais e ambientais

08mar
Grandes líderes na religião e no governo

Dia Internacional da Mulher 1
Cantoras, senadoras, pastoras

Dia Interancional da Mulher 5
Mulheres de várias raças e de outros continentes.

Maria
Sem me esquecer da mãe do Salvador,
a mais bem-aventurada de todas as mulheres.



João Cruzué

Deus abençoe as mulheres em todo mundo com mais direitos, respeito, igualdade e oportunidades. E que nós, os homens, miremos no exemplo do Senhor Jesus Cristo, que na sua época sempre tratou com amor, dignidade e respeito as mulheres que conheceu. Quero citar algumas delas: a filha de Jairo, a mulher do fluxo, as irmãs Marta e Maria, a prostituta que lavou seus pés com lágrimas e os enxugou com os cabelos na casa de Simão, a viúva de Nain, a mulher samaritana e a mulher adúltera do Evangelho de João. Enquanto na maioria das religiões não cristãs não se vê exemplo tão marcante. Em lugar disso, existe, sim, muita discriminação, opressão, agressão e preconceito.

Vou deixar minha uma homenagem especial em 2011 para minha cunhada Dalva (no alto, a segunda à esquerda) que faleceu no final de abril do ano passado. Uma mulher muito alegre, extrovertida, muito comunicativa, que batalhou a vida inteira contra muitas e grandes dificuldades, se tornando uma vencedora. Ela foi sepultada no Dia do Trabalho. Hoje se encontra descansando junto do Senhor, na glória.

Trago uma imagem sua muito viva em minha lembrança, do dia que eu estive orando por ela, na UTI do Hospital de Pariquera-Açu. Irmã Dalva Elisa estava em coma, cheia de fios e tubos. Eu me senti o mais incapaz dos homens. Eu saí depois da oração, tinha dado alguns passos, quando as outras pessoas da enfermaria chamaram-me de volta, porque ela tinha levantado o braço, e o apoiou com o cotovelo na cama. Eu voltei, e segurei aquela mão e chorei. Ela estava se despedindo de mim.

Depois no velório de corpo presente, crentes de muitas Igrejas da cidade se reuniram na Igreja que ela congregava, para prestar uma homenagem à uma das mulheres mais batalhadoras de Barra do Turvo/SP. Todos se emocionaram muito, quando uma senhora, dirigente do Círculo de Oração local, louvou ao Senhor com um hino até então desconhecido. Seu vozeirão rouco e afinado era muito mais bonito que o de Ella Fitzgerald, Nora Jones ou Amy Winehouse. E eu vi lágrimas rolando pelo rosto de quase todas as pessoas que estavam ali, na despedida da irmã Dalva, minha cunhada mais alegre.

É bom ser crente em Cristo. Eu sei que se perseverar na fé, um dia vou revê-la, toda sorrisos, ao lado Senhor na Glória. Esta é aquela viva esperança de que Pedro falou na Bíblia:

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que,

segundo a sua grande misericórdia,

nos gerou de novo para uma viva esperança,

pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos.



João Cruzué



cruzue@gmail.com


.

2 comentários:

Pastor Geremias Couto disse...

É bom poder passar por aqui e associar-me contigo em sua homenagem às mulheres.

Vale lembrar que se não houvesse uma mulher Jesus não teria nascido.

Abraços em Cristo, Senhor Nosso.

Sônia Regina disse...

Bom dia Pastor, linda homenagem, e a história da irmã Dalva nos dirige cada vez mais a esse caminho que nos leva a salvação eterna que é caminhar com Cristo!!Deus abençoe e vc, sua amada família e igreja!!!Paz!!!