sábado, setembro 11, 2010

IBGE e o Censo dos evangélicos em 2010

João Cruzué

Muitos evangélicos estão surpresos com as diretrizes de contagem do novo Censo do IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas, com base no questionário básico . Muitos crentes e eu damos testemunho disso pois atendemos agente do Instituto em nossas casas, e não estão perguntando sobre religião. Se houver quantificação neste Censo para o item não será por contagem, mas por projeção estatística baseado no do questionário amostra, (Item 6:) que não está sendo aplicado à maioria dos lares.

No final do mês de agosto uma agente de recenseamento do IBGE bateu à porta de casa e procurei atendê-la com a honra que esta Instituição merece. Convidei-a para entrar, assentar-se no sofá da sala e ofereci água. Respondi suas perguntas, que foram poucas, e no final perguntei: Você não me vai perguntar sobre religião? E ela me disse que não havia designação para perguntar sobre o item para minha casa. Exatamente como aconteceu com minha mãe e com um colega do estado de Pernambuco havia me falado.


O item "Religião" não está relacionado dentro do interesse geral do Censo 2010, pelo menos para, creio, 95% ou mais do recenseamento. A quantificação em 2010, será feita por projeção, da mesma forma que estão sendo feitas as pesquisas eleitorais para o cargo presidencial.

Resumindo, mediante amostra.

Quando o Censo de 2010 for divulgado, em 27 de novembro 2010, conforme o previsto, se você encontrar uma quantificação demográfica sobre o aspecto religioso, saiba que os números oficiais vão ser meras projeções. Isto leva-me crer que pode haver grandes distorções; uma margem de 3 a 4% de erro sobre 195 milhões de brasileiros dá "apenas" quase 7 milhões de diferença, para mais ou para menos.


Antes de terminar, quero deixar esta importante informação: Com base no Censo de 10 anos atrás, eu mesmo fiz uma projeção em abril de 2009 e depois publiquei neste Blog em duas postagens: Projeção Censo Evangélicos 2010 e Projeção membros por Igrejas evangélica 2010. Se os números do IBGE forem parecidos, quero deixar um alerta: eu apenas incrementei um fator de crescimento para as projeções de 2010. O IBGE tem que fazer melhor que isto. Se não fizer, fica aqui o registro da minha desconfiança.


Fonte: João Cruzué/abril 2009
Proj2009
As informações da tabela são oficiais, exceção aos dados de 2010, que foram projetados


Fonte: João Cruzué/abril 2009
Project





SP 11.09.2010.


cruzue@gmail.com




4 comentários:

ROSANGELA PEREZ disse...

Quero deixar aqui tb minha indignação e minha duvida sobre o CENSO 2010, estava ansiosa por recebe-los e fiquei indignada pelas simples perguntas q me fizeram, perguntei sobre o questionario e a recensiadora me disse q o questionario maior, tinha muitas paginas, e q é escolhido ou sorteada a casa p/ responder, no caso foi um visinho meu o escolhido, muitos fatos importantes sobre a nossa sociedade não foi colocado no censo, como o fator religião, importantissimo, sobre o grau de escolaridade, trabalho e outros fatores que demonstram mudanças relevantes nesses 10 anos. Estou indignada!!!!

Anônimo disse...

Faço tb aqui minha crítica indignada, pois comigo aconteceu a mesma coisa! Na verdade, não estão fazendo um RECENSEAMENTO - cujo sinônimo, no "Aurélio", é contagem (um por um), enumeração, arrolamento - estão fazendo, no mais das vezes, uma PESQUISA POR AMOSTRAGEM, O QUE É LAMENTÁVEL E DISTORCE ATÉ O SIGNIFICADO DA PALAVRA "CENSO". É típico da acomodação, da falta de empenho, de fazer as coisas superficialmente. Com mais de 400.000 empregados temporários contratados, dava, tranquilamente, prá recensear (e não pesquisar), uma por uma, as pessoas deste Brasil. Eu que acreditava nessa metodologia de levantamento de dados, agora me torno cético quanto a esses dados "obtidos". Não demora muito, e o 'CENSO DO IBGE', que tinha credibilidade, vai cair no descrédito geral.

Anônimo disse...

Depois que vi na tv sobre o censo busquei na internet exatamente pela projeção de evangélicos,e já esperava também por muito tempo isso, infelismente não temos essa noção, decrescer jamais, mas creio que pode crescer em porcentagens bem maiores que as anteriores, isso eu creio!!

hilton pereira Mensageiro de Cristo. disse...

A pergunta que não quer se calar: - onde estão os líderes de massas radiofônicas e televisivas; onde estão o líderes políticos vereadores, deputados estaduais e federais, senadores etc; onde estão os presidentes de convenções e pastores de igrejas onde estão os NEEMIS, evangélicos que ocupam relevantes cargos de confiança dentro do governo PARA RECLAMAR E DEFENDER UMA CONTAGEM JUSTA, PORQUE É SABIDO QUE EM QUALQUER CIDADE DO BRASIL EXISTEM MAIS IGREJAS LOTADAS DE EVANGÉLICOS DO QUE TODAS AS OUTRAS RELIGIOES JUNTAS. Hilton Pereira dos Santos - sodossantos@hotmail.com.