sábado, julho 31, 2010

100.000 blogs evangélicos até 2013


Arts with numbers by joao cruzue

100.000 blogueiros evangélicos
João Cruzué

Há mais ou menos um ano, tenho escrevido sobre a necessidade da massificação do uso de blogs no meio evangélico. Quanto mais penso no assunto, mais vejo que ele é potencialmente interessante. Quando adentro a uma grande livraria e vejo os best sellers do momento, tais como: Stephanie Meier, J. K. Howling, Dan Brown, Zibia Gasparetto, Rick Riodan, Willian Young, etc., percebo que eles em algum tempo começaram a escrever, fracassaram muitas vezes, mas insistiram, até que as coisas começaram a dar certo, e só depois triunfaram. Nenhum deles, que eu saiba, é cristão. Mas poderiam ser. Reconheço que nem todos nós, blogueiros, chegaremos a escritores, mas que os blogs são excelentes oficinas para desenvolvimento de habilidades com as palavras, eles são. Podemos aproveitar esse movimento atual de popularização dos blogs, para usá-los em um propósito diverso do que a maioria vê.

Se cada blogueiro evangélico de (relativo) sucesso ficasse preso ao próprio casulo, com o tempo ou ficaria no ostracismo ou levaria o tédio aos seus leitores. Já deu para perceber que a cultura de blogs evangélicos repercute apenas idéias pessoais. Nós que fazemos parte da cultura ocidental, perdemos a cada dia a capacidade de participar de projetos de cunho comunitário para seguir um caudilhismo egoísta e intolerante. Esta não é uma cultura cristã, cujo primeiro princípio é a comunhão, gostar de andar junto, de ter prazer em participar com os outros irmãos em assuntos inerentes a Igreja.

Creio no uso de blogs como oficinas que podem produzir uma geração escritores, em lugar de apenas uma porta de comunicação individual, onde o blogueiro expressa uma idiossincrasia às vezes rebelde à cultura de sua Igreja. Assumir apenas o papel de protesto na blogosfera não vai de modo algum produzir um movimento e muito menos uma "revolução" na cultura atual das lideranças de nossas Igrejas. No Brasil, por enquanto, é a TV que opera o milagre da comunicação com as massas. Mas, à medida que a sociedade vai ficando mais culta, a TV vai deixar de ser a principal comunicadora e formadora de opinião no país. Precisamos estar atentos, e não só isso, mas experientes, mestre em comunicação e publicação na Internet.

Um blog como uma oficina de palavras escritas. Você propõe um desafio a você mesmo, para melhorar seus textos, escrever sobre um assunto a partir de outros ângulos. Produzir notícias, em lugar de apenas comentar sobre elas. A isto se junta um verdadeiro interesse em investir mais e mais no domínio da Língua Portuguesa. Descobrir o que pensam seus leitores, aprender com suas críticas. Se a carreira de um escritor começa, digamos depois do quinto ou sexto quilômetro, é com um blog que podemos dar os primeiros passos. Penso assim.

Voltando ao leito original. Cem mil blogs - por quê? Porque há espaço para muito mais. Porque é de graça, tanto criar um blog (ou 100) quando a hospedagem dele(s). Porque o alcance de um blog é global. Porque a internet está cheia de "porcarias" e precisa de mais conteúdo da palavra de Deus. De mais testemunhos do que Deus tem feito por nós.

Há milhares de líderes evangélicos neste momento ensinando, evangelizando, pregando, indo para o campo missionário, que não publicam uma palavra do que sentem, veem, e falam. Uma atitude pouco sábia, considerando que estamos diante de oportunidades de enorme potencial. Pessoalmente, já percebi que é bem difícil convencer tais líderes a criar seus blogs. Eles não conseguem ver importância nesta alternativa.

Se eu disser que 1,3 bilhão de chineses estão saindo mundo a fora em busca de fornecedores de insumos e de clientes para seus produtos? Que o eixo financeiro do mundo está se deslocando para o Leste? Que o Evangelho segue pelo mesmo caminho aberto pelo comércio mundial? E por último, QUEM vai prover os textos de leitura e formar as opiniões desses novos atores do comércio mundial e da geração atual de crianças desta nação que já nasce mexendo no teclado de um computador? Espero sinceramente que sejam nossas lideranças evangélicas, e o que temos disponível para começar chama-se Blog.

Nós, evangélicos, temos muito a ver com isso. Se quisermos deixar nas mãos de pessoas não cristãs o destino das crianças de hoje, inclusive as de berço evangélico. Temos que considerar a possibilidade de que somos, sim, responsáveis por ocupar os espaços criados pela tecnologia que Deus tem permitido aos homens que a descubram, dominem e disponibilizem para uso global.

Imprensa, telégrafo, telefone, telex, fax, computador, internet, portais de relacionamento social e plataformas de criação de blogs. A oportunidade de levar o Evangelho aos quatro cantos do mundo a custos baixíssimos à velocidade da luz.

As lideranças das Escolas Dominicais precisam analisar o potencial dos Blogs na Evangelização. Há um interesse sempre crescente de ler o que as pessoas veem, sentem e experimentam. Os textos são feitos de palavras. As palavras podem ser trabalhadas nos blogs e Deus tem um particular interesse na divulgação da sua palavra escrita.

Mais do que nunca é preciso começar, e levar outros para que aprendam a trabalhar com as palavras e publicar textos. Que ninguém se envergonhe, pois a causa é justíssima. Cem mil blogueiros evangélicos trabalhando em suas "oficinas" e convencendo muitos outros publicar na NET.


Convite: faça sua inscrição de amigo da: Associação de Blogueiros Cristãos

Concurso literário: A Associação está patrocinando um concurso para incentivar a criação e publicação de blogs. O participante que escrever o melhor texto, ganhará uma pequena lembrança - R$500,00 em dinheiro. Veja as regras no link "Concurso". Se você criou um blog a partir de 2008, faça sua inscriação.

Perguntas sobre Blogs
: Se precisar de algum esclarecimento sobre blogs, escreva para mim cruzue@gmail.com . Terei grande prazer em ajudá-lo(a).


.


3 comentários:

Edinelson Lopes disse...

Glória a Deus, precisamos arrebentar na internet, mas...

...precisamos arrebentar mais ainda em nossas ATITUDES fora da internet, como Igreja.

Mais do que simplesmente colocar idéias na rede, precisamos compartilhar experiências a fim de inspirar-nos a mais e mais experiências, assim, só assim virá o Reino.

Vamos orar pelos blogueiros, para que não fiquem apenas nas acusações e ironias, precisamos apontar para Cristo!

Forte abraço!
sigaomestre.blogspot.com

Joao Cruzue disse...

Irmão Edinelson,

Me sinto honrado com sua crítica.

As atitudes fora da Rede são muito importantes mesmo. Há muitos irmãos egoístas que usam muito mal a internet para expor quão egoístas e mesquinhos eles são.

Apreciei muito seu ponto de vista sobre o compartilhar experiências na NET muito mais que idéias.

Bom, imagino que eu seja um dos poucos blogueiros evangélicos que deixam no menu do blog o TESTEMUNHO DE VIDA em "João".

Fui o primeiro crente de minha casa. Em certo tempo meus pais pediram-me que deixa-se a casa por causa de ter trocado de Igreja. Fiquei onze anos desempregado, trabalhei coletando revistas de escola dominical e bíblias por cerca de DOIS ANOS E MEIO para enviá-las aos grupos de presos em 30 penitenciárias no estado de São Paulo. Nos piores dias de desemprego, cheguei a ser chamado de lixo e preguiçoso. Nesses mesmos tempos dirigi por Seis anos uma congregação da Assembleia de Deus no Parque Santo Antonio, um dos mais violentos de São Paulo, onde cheguei a ser ameaçado de morte.

Tudo isso, ou quase tudo venho compartilhando, testemunhando e publicando desde 2004.

Portanto, quando insisto em projetos na Internet, é porque venho fazendo isto há muitos anos, e tenho sido bem sucedido, pois não tenho sido homem apenas de palavras, nem de CRITICAS gratuitas.

Minha visão sobre o uso da Internet para publicar conteúdo cristão, é antiga. Quem quiser pode ler minhas publicações no Blog da UBE - União de Blogueiros Evangélicos desde 2007.


Com muito respeito, vou discordar do irmão. Se eu conheço o caminho, não posso ficar calado. Motivo? Em 2004, quando digitei a palavra "Igreja" no navegador da Internet, e em lugar de aparecer o trabalho de alguma Igreja, veio o site de uma Igreja Satanista.

Então eu perguntei para mim mesmo? Por que a Igreja e suas lideranças são tão lerdas, ao ponto de uma Igreja Satanista esteja à frente da Igreja verdadeiro no uso de tecnologias?

Aí, eu percebi que a carapuça me cabia,porque eu era um dos lerdos.

Quando digo que precisamos de 100 mil blogueiros evangélicos publicando conteúdo cristão na Internet, não é porque amanheci com esta ideia na cabeça.

Ela é muio mais aintiga e consistente do que o irmão pensa.

Com muito humildade e respeito,


Irmão João

Sidney Xavier de Sousa disse...

Gostaria de convidá-lo em nome da nossa equipe (DEPEM - Nova Parnamirim) a conhecer o trabalho que estamos desenvolvendo através do nosso blog missionário.
Seria uma honra se pudéssemos receber a sua visita, vou deixar o endereço abaixo:

http://jesuscontacomvc.blogspot.com/

Fraterno abraço.
A paz do Senhor.