segunda-feira, maio 31, 2010

O que vou fazer amanhã?

.
Salmo 23
João Cruzué

Esta mensagem foi escrita para você que está passando por grandes dificuldades e diante de tantas incertezas e más notícias parou e se perguntou: E agora, o que é que eu vou fazer amanhã?

Bom, eu também já me fiz várias vezes esta pergunta durante certo tempo de minha vida. Um tempo ruim que sempre acontece na vida de todas as pessoas - inclusive cristãs.

Se amanhã quando você se levantar, sentir-se a pior das pessoas e chegar ao ponto de desejar a morte, saiba que existe um propósito para suas aflições. Se você ainda não é um cristão, dobre seu joelho lá no seu quarto e peça ajuda para ajuda para Jesus. Converse sobre seus problemas como se estive diante do maior amigo que nunca teve. Ele vai lhe ajudar.

Se você já é um cristão e Jesus tem sido o Senhor da sua vida - creia. Creia que o que o Senhor está preparando você para receber grandes bênçãos que ainda não sabe. Quando se levantar pela manhã, triste e desesperançado, lembre-se desta palavra: E uma coisa faço, e é que me esquecendo das coisas que para trás ficam, e olhando para as que estão adiante de mim, prossigo para o alvo, pela soberana vocação de Deus - em Cristo Jesus.

Também conte para Jesus suas frustrações, a dor da decepção e da inutilidade. Lance sobre Jesus toda sua ansiedade. Também creia que ele foi preparar a sua vitória. Que ele já conquistou esta vitória para você. Pense nisto. E da mesma forma que o sol faz evaporar a cerração da manhã O Senhor vai secar suas lágrimas e alegrar sua alma por mais um dia.

É uma batalha nossa a cada dia. E também uma vitória nossa de cada dia. E depois de algum tempo, quando você menos esperar, o inesperado vai bater a sua porta trazendo novas de grande alegria.

Eu sei muito bem o que estou falando. Jesus "te" ama. Ele está perto de você, embora seus sentidos não o percebam. Creia nisso e continue de pé. Continue tentando. Continue Estudando. Continue insistindo e continue orando.

Passei por onze anos de desemprego. Fui chamado de preguiçoso, de lixo, etc. Teve tempo que eu simplesmente desejei morrer, pois me sentia a mais inútil das pessoas. Enviei mais de 700 currículos. As poucas entrevistas que fiz, todas menos uma, foram portadas na minha "cara". Aí, Jesus começou a operar o milagre. Primeiro a bênção foi pequena, depois de seis anos a surpresa bateu três vezes na minha porta. Foram três oportunidades. Cada uma melhor que a primeira. Passei em três concursos públicos. De novembro/2009 para cá foi chamado para trabalhar em três lugares muito altos: Na Secretaria de Finanças do Município de São Paulo, No Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Para quem ficou 11 anos desempregado e tem 54 anos de idade qual é a explicação que você tem para bênçãos tão grandes? Se você não sabe, vou lhe dizer: a resposta está no Salmo 23.

"O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias."

O Senhor também vai transbordar o "teu" cálice. Anime-se e continue enfrentando com oração os dias maus, pois outros dias virão e eles serão bons. E basta um dia de vitória para que uma vida inteira de derrotas seja esquecida.

Deus lhe abençoe com a paz.






Um comentário:

francisco disse...

por favor assita vale a pena assitir nao vai demorar muito

achei por demais interessante o que esta acontecendo no HAITI, VEJA que semelhança com a historia de jonas o profeta,pena que a imprnesa nao divulga

http://www.youtube.com/watch?v=dSTHUdzI9dE



http://alexmaltta.blogspot.com/2010/05/o-terremoto-que-globo-nao-mostrou.html
--