domingo, abril 26, 2009

Blogs - futuro da imprensa ou mídia ultrapassada?

.
João Cruzué*
Tenho acompanhado atentamente as publicações sobre o futuro da imprensa mundial, portais de relacionamento social e o modismo do momento - o Twitter. Para onde caminha o destino da informação e que papel a liderança evangélica tprecisa exercer neste contexto? Vou deixar aqui minha opinião sobre este momento que poderia parafrasear da matemática como o Ponto de inflexão da imprensa mundial.

A Revista Veja desta semana - 23 a 29 de abril 2009, trás três páginas de reportagem abordando a questão, que não é novidade há bem tempo, exaustivamente abordado por Tim Berners-Lee, o "Pai do formato da página da WEB que abrimos hoje, em suas conferências. Nesta reportagem da Veja, assinada por André Petry, aquele mesmo que tem preconceito contra evangélicos, mas que de vez em quando condensa assuntos interessantes, podemos perceber claramente a agonia da imprensa mundial impressa em papel, ainda adquirida por nós na forma de jornais e revistas nas bancas da Cidade.

Grandes e centenários diários americanas estão quebrando, falindo, pedindo concordata ou aborrecidos com prejuízos devastadores em seus balanços. Sem muitas palavras, e tomando como exemplo o Jornal New York Times , considerado a "bíblia" vida do jornalismo americano, com jornalistas e fotógrafos superpremiados com muitos "Pulitzers" vejamos o seguinte: prejuízo no primeiro trimestre de 2008 de USD 335,000.00 (trezentos e trinta e cinco mil Dólares). Já no primeiro trimestre de 2009, este mesmo prejuízo explodiu para USD74,5 milhões de Dólares.

Semana passada, quando voltava do trabalho para casa, à noite, sentei-me no ônibus ao lado de um senhor que estava com um jornal intacto no colo. Como eu não saí mais tarde, e não tive oportunidade de comprar a "Folha" perguntei ao colega de banco se ele já tinha lido o jornal e se gostaria de vendê-lo. Ele, gentilmente, me deu o "Estadão" e ao agradecer descobri que era funcionário de um setor do Departamento Financeiro do Jornal O Estado de São Paulo. Ele se mostrava preocupado com a queda da publicidade que o Jornal estava enfrentando e sobre a forma (permutas) que o Jornal trabalha para auferir receita. Ele era economista, e no final anotou o nome do Blog Olhar Cristão.

A internet está sugando as receitas dos pequenos anúncios que são muito rentáveis para os grandes Jornais e Revistas. Inclusive, da Revista Veja, aonde trabalha o jornalista Petry. A Recessão e queda na publicidade das imobiliárias e indústria automobilística está "atropelando" a imprensa de papel, enquanto a evolução tecnológica digital provoca um grande "terremoto" com sua capacidade de disseminar a informação a uma velocidade alucinante.

O Twitter, o microblog e microsite de relacionamento social nascido em São Francisco, depois que foi adotado por celebridades "explodiu" no gosto popular para cerca de 8.300 novos adeptos por hora. Como você somente pode digitar um texto com 140 toques, ele é ótimo para "recadinhos" e útil para divulgar postagens do Blog Olhar Cristão e de tantos outros colegas, porque dentro desses 140 toques, podemos deixar o link. Mas ele apesar de "moderno" precisa da postagem do blog para linkar.

A dupla recessão-internet já levou jornais como o "Christian Science Monitor" a deixarem de existir na forma impressa em papel, porque na forma digital ainda não há viabilidade segura de se faturar com anúncios, com exceção do Google. Ele exerce um monopólio global, e se deu muito bem com anúncios digitais. Graças a Deus, o Google pode financiar plataforma gratuitas para criar e editar nossos Blogs, é o maior divulgador de nossas postatem, e até agora não nos obrigou a aceitar os "Ad senses"

Enquanto isso, a febre entre os americanos é um tal de "Jornalismo Cidadão" uma comunidade de contracultura jornalística e amadora que escreve um monte de coisas com erros de todo tipo para diversão dos leitores. Não foram os blogs que ficaram ultrapassados. Mesmo deficientes em cultura e jornalismo de padrão "Pulitzer" eles estão na crista. Se vão ficar é outra história, mas tenho um palpite muito interessante. Não para os Estados Unidos, mas para Blogs evangélicos no Brasil.

Como os jornais e revistas das grandes casas publicadoras brasileiras não dependem de publicidade para sobreviver, a imprensa evangélica de papel vai perder terreno, mas não se inviabiliza a curto prazo. O que vai inviabilizá-la é a nova geração-internet que não tem hábito de ler periódicos impressos. Tudo o que precisa está no computador e na Internet. Fico pensando no susto que muitos editores vão tomar com a potencialização da WEB3, em que a telefonia móvel vai ocupar o espaço dos monitores. E na velocidade que as coisas mudam, é bom ficar atento aos novos costumes da geração "teen".

Os blogs vieram para ficar. Pelo menos pelos próximos cinco anos. São democráticos, gratuitos, não são "tesourados" pelas liderannças das grandes denominações, são protegidos pela liberdade de expressão constitucional, além de prover muito conteúdo para portais como o Google, de igual para igual com os os grandes portais da imprensa. Com um fato interessante a comentar: a mídia secular não fala a língua dos evangélicos, mas os blogueiros União de Blogueiros Evangélicos, sim.

O que vai acontecer de agora em diante, é que as grandes lideranças da Igreja Evangélica vão entrar nesse negócio para exercer um peso e expressar uma opinião que pode não coincidir com os gostos da geração Internet. Esses "pesos pesados" vão chegar com atraso. E isso vai evitar o monopólio da comunicação evangélica. Blogueiros leigos ou não tão leigos que estão na Blogosfera há mais tempo contam com um experiência que não pode ser adquirida num passe de mágica. Por exemplo: os leitores não surgem do nada, e tendem a manter fidelidade com os Blogs que mais se identificam - principalmente os escritos por blogueiros sérios e engajados.

Se você exerce liderança em uma Igreja Evangélica, se atua na vida secular como profissional liberal ou educador ou educadora, sempre vai ter um lugar vazio a sua espera na Blogosfera, onde o Espírito Santo entra com a inspiração e você com a paixão. Você escreve seu testemunho, relata as grandes bênçãos que Jesus lhe deu, e o Espírito Santo leva o que você escreveu até aquela pessoa que precisa ouvir a voz de Deus. Você não precisa de uma pós-graduação em divindade para escrever, nem um canudo de mestre para publicar, nem autorização de ninguém para testemunhar. Que vai estar do outro lado, sedento, aflito, pródigo, não vai querer saber de teologia nem de blá-blá-blás teóricos. Mas ficará interessado e tocado no fundo do coração por aquela experiência que você passou quando teve um encontro com Cristo e foi curado, acalmado e reconciliado por Deus.

Acredite em você e não tenha medo de escrever aquilo que Deus fez por você. Crie seu blog, aprenda editá-lo; se precisar de ajuda aqui está nosso serviço de suporte para lhe ensinar os primeiros passos: Dicas para Blogar.

Cruzue@gmail.com


*João Cruzué é o atual administrador da UBE-União de Blogueiros Evangélicos, uma comunidade agregadora de mais de 3.000 blogueiros, publicadores de conteúdo cristão na rede mundial de computadores.




.

4 comentários:

Marcelo Oliveira disse...

Irmão João Cruzué, a paz do Senhor!

Estamos vivendo um processo irreversível nos meios de comunicação e na forma de armazenamento da informação.

Antigamente se colocarmos somente o exemplo a Bíblia, ela era escrita com tinta, em papiro ou pergaminho. Desde os primórdios a mensagem do Senhor não mudou continua a mesma, mas as formas de escrevê-la e armazená-la , sim, e muito. Basta lembrarmos a invenção da prensa de Gutemberg e sua a grande contribuição para divulgação da palavra de Deus
, sobretudo, pela ação homens de Deus como Lutero e outros reformadores que verteram a bíblia para os idiomas nacionais tornando mais conhecida do povo leigo e souberam tirar o melhor proveito desta invenção.

Acredito que os meios de comunicação atuais como o rádio, TV, internet são ferramentas poderosas que devem ser utilizadas pela igreja sim, mas para pregar o evangelho somente. Enquanto estamos vivendo a era da informação, em que temos muitas versões da Bíblia em vários idiomas disponíveis na internet não podemos ficar presos dentro de quatro paredes, mas utilizar estas ferramentas para levar não crentes a conhecerem a Cristo, mediante as ferramentas disponíveis como os blogs, onde eles encontrem mensagens e testemunhos inspirativos para suas vidas. Pois, estas ferramentas têm a capacidade de romper as barreiras geográficas, e atingir países não cristãos com uma mensagem evangelística, edificante e salvadora.

Infelizmente, a imprensa tradicional não esta entendendo esta mudança de paradigma e têm cada vez mais sucumbido e abrindo falência como é o caso do New York Times. A igreja não pode se dar o luxo de perder esta ferramenta de evangelismo, e pior ainda, deixar que ela seja usada por Satanás contra igreja e o evangelho.

Abraço!

Blog Vida Renovada em Cristo disse...

Temos seu blog linkado no seu, gostamos muito de sua forma culta , porém objetiva de blogar, sem hipocrisias, transoparente. Deus continue a te abençoar poderosamente.

Joao Cruzue disse...

Marcelo,

Muito obrigado pela sua forma gentil de me incentivar no trabalho.

A pregação do Evangelho deve usar todos os meios lícitos de fazê-lo. O pastorado e o discipulado, estou plenamente de acordo com você: precisa ser feitos no campo, dia a dia, onde estiverem as ovelhas.

Os blogs são muito bons para a difusão da palavra escrita, da mesma forma que a imprensa de Lutero massificou a página impressa, os Blogs difundem a palavra escrita em páginas digitais.

Um abraço, e peço suas orações.

Irmão João.

Joao Cruzue disse...

.

Irmão do Blog Vida Renovada,

Tudo o que disse, é bondade sua. Para a glória de Deus, só podemos tentar fazer o melhor. Ainda não consegui, mas ando buscando, he he he!

Continue orando, elogiando e nos criticando. As três coisas ajudam!

Um abraço do irmão João.

.