sexta-feira, março 20, 2009

Um suicídio a cada 30 segundos

João Cruzué

Uma pessoa se suicida a cada 30 segundos no mundo

Cerca de 3.000 pessoas se suicidam por dia no mundo, uma a cada 30 segundos, quem alerta é a Organização Mundial de Saúde (OMS) por ocasião do Dia Mundial de Prevenção do Suicídio em 2007.

Para cada pessoa que acaba com a própria vida, ao menos 20 outras fracassam em sua tentativa. A organização assinalou que o trauma emocional que causa um suicídio no meio da família ou dos amigos do suicida, seja fracassado ou concretizado, pode durar vários anos.

"A porcentagem de suicídios aumentou de 60% no mundo durante os últimos 50 anos e o aumento mais forte foi registrado nos países em desenvolvimento", acrescentou a organização.

O suicídio é atualmente a terceira causa de mortalidade entre os 15 e os 34 anos, se bem que a maioria dos suicídios é cometido por adultos.

A OMS também também destacou que é cada vez maior o número de idosos que acabam com suas vidas.

Para lutar contra o suicídio e colocar em andamento estratégias de prevenção é importante, segundo a OMS, acabar com os tabus e abordar o tema abertamente.

"É preciso que o suicídio não seja considerado um tabu ou o resultado de crise pessoais ou sociais, e sim um indicador de saúde que evidencia os riscos psicossociais, culturais e meio ambientais suscetíveis de prevenção", afirma a OMS.

Fonte: yahoo.com.br

Uma palavra de esperança aqui: Cinco minutos para sonhar.

Não deixe de ler: Mensagens de João Cruzué

Disse Jesus: Eu vim para que tenham vida em abundância!



.

2 comentários:

Cristiano Santana disse...

Essa estatística é o resultado do estilo de vida adotado pela sociedade pós-moderna, que, em nome da secularização, jogou no lixo os valores sublimes das Sagradas Escrituras e renunciou ao conhecimento de Deus e de seu Filho Jesus Cristo.

A posse de um verdadeiro sentido da vida é que o motiva o ser-humano a prosseguir.

Viver em função dos prazeres, do egoísmo, do sucesso, do dinheiro e de outros valores terrenos significa aniquilar tudo aquilo que realmente trás sentido para vida; significa exterminar aquilo que há de mais sublime e divino em nós.

Essa sociedade perversa nada mais faz do que desumanizar as pessoas, transformando-as em escravas do consumismo, em meros seguidores da filosofia materialista que é ditada às massas através do anúncios, televisão, cinema, etc.

O que resta, então, para o ser humano que vive neste mundo e que resolve não se aproximar de Deus? O que resta é o nada, a falta de significado, a total ausência de propósito. A pessoa perde a alma.

E o que resta depois disso? O suicídio.

Cristiano Santana
http://cristisantana.blogspot.com

Pedro Lima disse...

É fato o quanto é destrutivo especialmente para a família o suicídio, um cunhado infelizmente acabou com sua vida desta forma.
Um beijo no seu coração.