sexta-feira, janeiro 16, 2009

Rússia - Nova lei religiosa prejudica missões


Do Campo Missionário


"Caros irmãos,

Ficamos sabendo que, ontem, o presidente [Medvedev] assinou a lei que foi apresentada pelo Parlamento e que tem um objetivo claro de prejudicar e barra o crescimento do Evangelho nesse país.

Entre outras coisas essa lei diz que:

1. Todas a igrejas precisarão ser registradas novamente e para consegui esse registro é necessário o mínimo de 200 participantes adultos. O problema é que podemos contar em uma mão as igrejas que têm mais de 200 membros.

2. Todo estrangeiro está probido de exercer qualquer atividade "espiritual" , a não ser que ele tenha o visto religioso. Até uma oração feita por um estrangeiro será ilegal se esse não tiver o visto religioso. Se um estrageiro for denunciado ou descoberto exercendo alguma atividade religiosa pode ser expulso do país.

3. As igrejas locais não podem fazer qualquer trabalho evangelístico a não ser com a devida autorização do departamento religioso.

Contamos com suas orações,"

Marcus Vinícius e Andrea Figueiredo
Missionários brasileiros, de Aracajú, na Rússia



Fonte: Irmã Wilma Acioli


Comentários: Atrás dessas restrições está o braço da Igreja Ortodoxa Russa. A partir dessa lei, a perseguição religiosa está legalizada. É o velho "urso" tentando mostrar os dentes outra vez. Por outro lado, as lideranças religiosas e políticas do pós-comunismo devem estar preocupadas, e querem evitar a invasão de denominações brotando indiscriminadamente por lá. Principalmente americanas. João Cruzué

cruzue@gmail.com

.

Nenhum comentário: