sábado, março 22, 2008

Maiakovsky - Poema da Omissão


Abre meus olhos Senhor!


De Maiacovsky,

É PRECISO AGIR


Na primeira noite

eles se aproximam

e colhem uma flor

em nosso jardim.

E não dizemos nada.



Na segunda noite,

já não se escondem :

pisam as flores,

matam nosso cão,

e não dizemos nada.



Até que um dia,

o mais frágil deles,

entra sozinho em nossa casa,

rouba-nos a lua, e,

conhecendo nosso medo,

arranca-nos a voz

da garganta.



E, porque não dissemos nada,

já não podemos dizer nada.

Nota: o poeta falava dos comunistas em sua terra

---------------------------------------------------


Paródia I :
Autor: Bertold Brecht

É PRECISO AGIR II


Primeiro levaram os negros

Mas não me importei com isso

Eu não era negro

Em seguida levaram alguns operários

Mas não me importei com isso

Eu também não era operário

Depois prenderam os miseráveis

Mas não me importei com isso

Porque eu não sou miserável

Depois agarraram uns desempregados

Mas como tenho meu emprego

Também não me importei

Agora estão me levando

Mas já é tarde.


Como eu não me importei com ninguém

Ninguém se importa comigo.

--------------------------------------------------

Paródia II:
autor: Pastor Martin Niemöller
símbolo da resistência aos nazistas na Alemanha.

É PRECISO AGIR III


"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu.

Como não sou judeu, não me incomodei.

No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho comunista.

Como não sou comunista, não me incomodei .

No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico.

Como não sou católico, não me incomodei.


No quarto dia, vieram e me levaram;

Já não havia mais ninguém para reclamar..."

----------------------------------------------------



Paródia III
Autor: João Cruzué

É PRECISO AGIR IV



Uma noite vieram

E começaram

A dizer na TV que

todo pastor é ladrão,

e não fizemos nada.



Na segunda noite

A própria justiça veio

E mandou arrombar a porta

Da igreja para um casamento,

E não dissemos nada


Na Terceira noite

Os autores de novelas

nos rotulam como

Bandos de loucos e inquisidores

E continuamos aceitando tudo



Até que um dia

Depois de tanta omissão

Nossos próprios filhos

Nos aconselham a calar a boca

Porque aprenderam a ser omissos

conosco!


E porque nunca protestamos

e nossos pastores sempre ficaram calados

Agora somos motivos de chacotas e preconceitos

e corremos o risco de trasmitir às novas gerações

que somos cidadãos de quinta categoria

e que ser crente é não ter nem dignidade, nem cidadania.

Vamos continuar calados?
--------------------------------------------


O Povo Evangélico merece respeito, porque seu incansável trabalho de levar a mensagem do Evangelho recupera, ensina e valoriza as pessoas tornando-as cidadãos brasileiros dignos.


Comente, participe, dê sua opinião.
Para melhorar eu preciso ouvir você
cruzue@gmail.com



3 comentários:

Lerço dos Santos disse...

Olá meu querido Pb.JoãoCruzué ,
Abraços.
Lendo suas paródias (3)entendi que seria grande omissão da nossa parte em apenas ouvir e ver esses absurdos que fazem sempre contra um povo pacato e ordeiro, como a nossa gente, e ficarmos calados. Temos que protestar,não � at�a que somos protestantes,� exatamente para denunciar tamanho abuso provocado por esses que não acham nenhuma condições para tal desrespeito e ficam nos desonrando só por ciúmes e políticas de meia tigela.
Tens todo o meu apoio, concordo contigo.

Laerço dos Santos

laerço dos santos disse...

ZUMBÍ -Ontem escravo,Hoje herói.
(Exemplo de persistência)


Sempre a vida nos reserva
Tragédia,supresa,assim...
Pois há gente que é sem trégua,
Àos poderosos,é ruim.

Seu passado foi sombrio
Burgueses o desprezavam,
Ele era um desafio
Aos feudais que o castigavam!

Por ironia do destino
Por trez séculos que passou
Muda a história seu tino;
Vira herói,o desertor!

Por conpleto muda a história
Do bravo negrão Zumbí,
Dos Palmares plena glória
Serra da barriga alí.

Ontem escravo,hoje é herói,
Data feriado,enfim...
Deixa exemplo a todos nós
Da luta,não desister!

Autor: Laerço dos Santo
Maceió,25/11/05.Para você J. Cruzué

laerço dos santos disse...

ZUMBÍ -Ontem escravo,Hoje herói.
(Exemplo de persistência)


Sempre a vida nos reserva
Tragédia,supresa,assim...
Pois há gente que é sem trégua,
Àos poderosos,é ruim.

Seu passado foi sombrio
Burgueses o desprezavam,
Ele era um desafio
Aos feudais que o castigavam!

Por ironia do destino
Por trez séculos que passou
Muda a história seu tino;
Vira herói,o desertor!

Por conpleto muda a história
Do bravo negrão Zumbí,
Dos Palmares plena glória
Serra da barriga alí.

Ontem escravo,hoje é herói,
Data feriado,enfim...
Deixa exemplo a todos nós
Da luta,não desister!

Autor: Laerço dos Santo
Maceió,25/11/05.Para você J. Cruzué