sexta-feira, outubro 12, 2007

Tropeçando no Salmo primeiro


Por João Cruzué

Hoje, 12 de outubro de 2007, faz 12 anos daquele triste episódio do "chute" na santa protagonizado pelo Bispo Von Helder, da Igreja Universal, numa atitude de desequilíbrio que, além de desrespeitar nossos irmãos católicos que a consideram "padroeira" do Brasil, desrepeitou a todos os crentes que pregam o evangelho de forma mansa e humilde.

O Bispo Edir Macedo Bezerra em seu livro mais recente diz: "... O Sérgio criou um problema na Igreja. Atrasou nosso trabalho em dez anos. Ficamos parados no tempo por causa daquele chute. Atrapalhou a Igreja, atrapalhou todos os nossos projetos. Poderíamos ter ajudado muito mais gente se não fosse aquele ato impensado."

Quem acompanhou, na época, sabe que a TV Globo gravou as imagens da "pregação" do Bispo Sérgio Von Helder, feita na madrugada, e a tornou assunto principal de seus jornais, movendo maciça perseguição à Igreja Universal. Nos dois meses seguintes, serviu perfeitamente como cortina de fumaça para o lançamento do famigerado PROER. um programa de socorro aos banqueiros , o famigerado PROER, pelo governo FHC, que só foi atacado pela grande imprensa a partir de fevereiro de 1996. O primeiro banqueiro socorrido foi o Banco Nacional - de contra-parentes de FHC.

Para tornar mais eficaz a sua campanha de destruição contra a Igreja Universal, a Rede de TV Globo foi buscar na seara evangélica o apoio do Reverendo considerado com o príncipe dos pregadores e escritores evangélicos do Brasil, o presbiteriano Caio Fábio D'Araújo Filho. Diante do microfone daquela emissora, ele ajudou a TV Globo a cravar vários pregos naquilo que achavam ser o caixão do Bispo Macedo e da Igreja Universal.

Doze anos passaram-se. O Bispo chutou a santa, mas quem tropeçou no Salmo Primeiro foi o Reverendo. O Tempo, e não eu, está sendo o juiz daquela causa. De um lado houve um arrependimento consciente e sincero e por isto a boa mão de Deus prosperou a causa do Bispo Macedo. Diz a Bíblia que diante da humildade vai a honra. Não que o Bispo tenha minha aprovação em todas as coisas que faz. Pode ser que até seja mais falho que o próprio Reverendo, mas não tem por costume pisar na cruz dos outros, em dias de amargura.

Contudo, diante de Deus algumas faltas são consideradas maiores que as outras, e a razão do Salmo Primeiro estar exatamente ali, como primeiro, deve ser porque Deus nunca aprovará que o crente tropece no seu primeiro versículo (ainda mais se ele for um mestre) que só para recordar diz assim: "Bem-Aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores".

ooo

Nota do Blog Olhar Cristão: nós, o povo crente, queremos dizer com toda humildade, que não prestamos culto a nenhuma outra pessoa que não seja Jesus Cristo, o Senhor de nossa vida e Salvador da nossa alma. Também não temos imagens de "santos " em nossos lares, porque seguimos o que está escrito em vários lugares da Bíblia.

Principalmente no que está escrito em Deuteronômio, no capítulo 5:8-9. "Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra; não te encurvarás a elas, nem as servirás; porque eu, o SENHOR, teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a maldade dos pais sobre os filhos, até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem."

Uma imagem dentro de um lar traz maldição, segundo a Bíblia, porque está associada ao pecado da idolatria, muito comum no passado. E, se a Bíblia é a Palavra escrita de Deus, é a Ele que devemos obediência. Quem sabe, a razão da falta de paz dentro de sua casa, não seja exatamente devido àquelas imagens ou esculturas que você tanto valoriza? É melhor obedecer a Deus e receber Sua bênção, do que tentar agradar a homens.


João Cruzue - cruzue@gmail.com

.

8 comentários:

Joao Cruzué disse...

.

Visite o Blog do Irmão Daladier Lima
Reflexões sobre quase tudo http://daladier.blogspot.com

Anônimo disse...

Posso adicionar o Blog de vocês como favorito?

Irmão João Cruzué disse...

resposta: pode sim; o prazer é nosso de merecer sua atenção.

Escreva para mim, caso queira, ficarei contente: cruzue@gmail.com

Anônimo disse...

eu nao concordo que imagem traz maldiçao o que traz a maldiçao sao esses crentes liguarudo e aqle que chutou a imagem de nossa senhora sou devota dela acredito nela pq tenho fê do mesmo jeito que acredito em jesus cristo tenho irmao crente e nao fiquei nem um pouco feliz sou catolica nao saio fazendo maldade para mim salva.conheço pastores que ja foram maior bandido depois vira crentes para ir para o ceu deus é justo mas se fosse a justiça da terra eles teria passaporte direto pro inferno.......a maioria dos crentes sao fofoqueiros

Anônimo disse...

.

Senhora anônima,

O pastor que "chutou" a Santa foi disciplinado. Não concordo com o que ele fez.

Sobre maioria dos crentes ser fofoqueiro, não tenho comentários.

Sobre o que a senhora disse sobre se fosse a justiça da terra a maioria deles teria passaporte direto para o inferno, porventura a senhora está se referindo ao nazismo, a ditadura ou a inquisição romana?

Jogar gasolina no fogo é muito fácil. Mas tanto o bom católico quanto o bom evangélico não trabalha com gasolina, mas com água.

Não se esqueça: atrás do ódio está o diabo, e do amor está Deus.

Sujeitai-vos pois a Deus, resisti ao diabo e ele fugirá de vós.

.

Monique disse...

Sou Católica, reconheço Maria como mae de Deus e mãe dos homens, há uma grande controvérsia no significado de venerar e adorar, os católicos não pregam adoração à imagens, mas o respeito e devoção à pessoas que foram escolhidas por Deus. A minha casa é abençoada, minha família é perfeita, tudo isso por obra e graça divina de Deus, carrego no peito a imagem de Nossa Senhora que muito intercedeu por mim junto a Jesus!

Joao Cruzue disse...

Para Monique,

Quero agradecer seus comentários. A senhora foi muito educada com as palavras. O mesmo não aconteceu com a outra senhor anônima mais acima.

Com a mesma educação da senhora vou fazer o contraponto. Fui católico até os 18 anos. Quando me tornei um crente o padre mandou minha mãe me "convidar" para que eu saísse de casa. Ele achava que ela era frouxa. Fui morar na casa dos outros.

Depois disso minha mãe e meu pai ( já falecido) se tornaram crentes. Minha irmã é católica e ajuda nas celebrações da Igreja. Ela é um amor de pessoa, e eu me dou muito bem com ela. Depois,no tempo da Teologia da Libertação, ensinava-se tanto comunismo no salão paroquial que os empregados dos sítios vizinhos passavam perto de quem tinha a mínima terrinha e viravam a cara para outro lado.

Eu vim para São Paulo novo e morei pelas casas dos outros. Para economizar o pouco que ganhava, lavava e passava minhas próprias roupas. Depois arranjei um emprego melhor. Já casado comprei uns terrenhinos na beira da represa do Guarapiranda em São Paulo. Então a Sra. Luiza Erundina ganhou a eleição. Um padre e uma turma de falsos católicos invadiram a minha propriedade e a de todos os vizinhos. Tomaram tudo. Tiravam facão para a gente. Depois disso, fiquei 11 anos desempregado.E somente sobrevivi porque aprendi também a viver sem recursos.

A senhora sabe o que passar 11 anos de desemprego e ter uma família para criar? Acho que a minha família é tão o mais perfeita que a sua, porque compartilhou comigo tempos muito difíceis. Não guardei raiva do padre, porque quando eu era católico aprendi que mais tem nosso Deus para dar do que o diabo para carregar.

É claro que esses assuntos chateiam, mas já ficaram lá para trás. A razão por que escrevo estes textos que a senhora leu e os outros é para dar testemunho do que eu passei, levantei, sacudia a poeira e estou de novo muito bem.

Sobre o assunto de adorar e venerar eu creio que é uma maneira de explicar sem convencer.. Eu nunca vi um católico fazer e cumprir promessas para Jesus do mesmo jeito que faz para a Senhora Aparecida. Basta ver o que acontece na cidade de mesmo nome.

O ponto x da questão é: se Maria é a mãe de Deus, quem foi então que gerou Maria? E continuo achando que ela foi a mãe de Jesus quando ele se fez carne e habitou conosco. Se ela fosse mãe de Deus, também seria eterna. O mortal não pode gerar o eterno. Jesus o filho de Deus para se tornar homem, precisava de uma família. José e Maria.

Guarde bem o que a senhora disse sobre carregar a imagem de Nossa Senhora no peito. Se a Bíblia é mesmo a palavra de Deus, mas cedo ou mais tarde a senhora vai descobrir sozinha se isso é bênção ou maldição.

Termino dizendo que aquele Bispo que bateu com o pé em uma Aparecida, é um sujeito ignorante, sem respeito pela fé das pessoas, e que nós os crentes não damos razão para ele. Ele errou.

Anônimo disse...

Realmente, V.Sa. tem razão em muitas coisas que descreve em seu comentário acima. Concordo plenamente que para Jesus é indiferente nossa autoproclamação de Evangélico ou Católico, ou seja lá o que for... Jesus disse que "aquele que for como criança..." aquele que acreditar no filho do homem.." e aquele que seguir o maior mandamento: Amar a Deus sobre TODAS as coisas e amar o próximo como a si mesmo irá para o céu. Portanto não interessa se dizemos que somos isso ou aquilo...basta-nos amar os irmãos e ajudá-los da forma que pudermos e amar a Deus sobre todas as coisas. Abraço forte irmão.
PS. Sou católico e catequista. Sei que tem muita coisa errada na minha igreja, mas não serei eu a consertá-la e nem julgá-la, muito menos abandoná-la.